9 votes
Accepted

Do all Portuguese - from the Algarve to Bragança - pronounce a palatized sibilant "s" at the end of a syllable?

In fact, both in Portugal and Brazil the pronunciation of s at the end of a syllable depends, even if you don’t realise it, on what comes after it: it is commonly pronounced /ʃ/ (as shape or ch in the ...
  • 44.2k
8 votes
Accepted

Dialetos que conservam diferenças de sibilantes: na pronúncia, “sinto” ≠ “cinto”, “coser” ≠ “cozer”

O estudo de referência sobre o assunto é ainda a “Nova Proposta de Classificação dos Dialectos Galego-Portugueses” de Lindley Cintra de 1971 (Instituto Camões). Este estudo baseia-se em dados ...
  • 44.2k
8 votes
Accepted

different ways of pronouncing "saudade"

Yes, [sɐwˈðaðɨ] is how the Portuguese pronounce the word. The [ɐ] is like the last a in samba as pronounced by both Brazilians and Portuguese: /’sɐ̃bɐ/. You can hear samba and saudade pronounced in ...
  • 44.2k
8 votes

Por que razão são tão raras as palavras que começam por «lh» e «nh»?

A razão pela qual (quase) não há palavras nativas em português começando dessa maneira é porque as mudanças fonológicas do latim que nos dão os dígrafos nh e lh não aconteceram no início da palavra. ...
  • 3,059
8 votes
Accepted

Como é que «una» e «unus» do latim deram em «uma» e «um» no português?

O ⟨uno > um⟩ deve-se por convenção ortográfica. Quanto ao ⟨una > uma⟩, eis o motivo: No galego-português (GL-PT, ou português antigo), palavras latinas paroxítonas e proparoxítonas da forma /-Vna, -...
  • 2,175
8 votes
Accepted

Did Portuguese gain or lose fricative allophones of /b, d, g/?

I believe the short answer is: we don't know. Pre-tonic syllables Scholars seem to agree that the Brazilian and European variants of Portuguese began diverging around the XVII and XVIII centuries: PT:...
8 votes

FALA-SE "êlis góstam" ou "êlis góstão"?

(Pessoal, há tempo que acompanho o Portuguese Stack Exchange — e absolutamente o adoro —, mas esta é a minha primeira resposta aqui, então ainda estou me habituando. Queria comentar algumas coisas à ...
7 votes
Accepted

Por que razão são tão raras as palavras que começam por «lh» e «nh»?

Vou desenvolver um pouco a resposta de @tchrist, já que a citação que ele fez exemplifica o caso do desenvolvimento ⟨lh⟩ e não explica ⟨nh⟩. Mas em resumo, a resposta é a mesma: não há ⟨lh-, nh-⟩ em ...
  • 2,175
6 votes
Accepted

Como se chama a inserção de um som vogal extra entre duas consoantes, típica dalguns falantes brasileiros?

O fenómeno geral de acrescentar sons a palavras chama-se epêntese. Este termo é normalmente usado para os sons intercalados dentro de palavras (em vez de no início ou no fim). Então os /i/ ...
  • 2,647
6 votes

Por que razão são tão raras as palavras que começam por «lh» e «nh»?

O pronome lhe é derivado do pronome illi (dativo de ille) do latim (e lhe + o > lho, lhe + a > lha, etc.). Não sei se é um caso de metátese i ↔ l (illi > /ili/ > /lii/ > /lie/ > /lje/ = lhe) ou se a ...
  • 3,614
6 votes

Do all Portuguese - from the Algarve to Bragança - pronounce a palatized sibilant "s" at the end of a syllable?

Centaurus, I understand your question. In Portugal we say "doish", it sounds like "ch". All Portuguese pronounce dois with "sh" in the end. I used this converter and it seems that the phoneme is: ...
  • 6,780
6 votes

FALA-SE "êlis góstam" ou "êlis góstão"?

A nossa ortografia não pretende estabelecer uma correspondência biunívoca entre símbolo e som. A letra m em fim de palavra apenas indica nasalidade: não existe nenhum som [m] em falam, tal como também ...
  • 44.2k
5 votes

Do all Portuguese - from the Algarve to Bragança - pronounce a palatized sibilant "s" at the end of a syllable?

tl;dr: Almost; in the Trás-os-Montes dialect they pronounce it /ʒ/. Long answer The s at end of a sylable is pronounced /ʃ/ in most of Portugal, and that is the correct pronunciation. But in the ...
  • 6,678
5 votes
Accepted

Articles and elision in transcription

You’re quite right. All native speakers would pronounce one o only. That’s actually the standard pronunciation. But for this reason you don’t omit the o in writing. Let’s see a counterexample: Vou ...
  • 44.2k
5 votes

Qual é a história da pronúncia chiada e não chiada do «s» em final de sílaba?

Acredito que a pronúncia [s] (s não chiado) é a original no latim. Provavelmente, ela chegou ao Brasil sem mudanças e, depois, passou a ser [ʃ] (s chiado) em Portugal e no Rio de Janeiro (talvez pela ...
  • 51
5 votes
Accepted

Why do people in Portugal pronounce "e" as "ei" or "a" before "ch", "j", "lh" and "nh" (as in fecho, veja, abelha, tenho) but as "e" otherwise?

According to the Wikipedia article on Portuguese, in central and southern Portugal /e/ can be centralised before palatal sounds (and by context this includes post-alveolar sounds). That is, /e/ will ...
  • 723
4 votes
Accepted

"Vi o o" em "vi o ocaso" e "via ig" em "devia ignorar" é uma ou duas sílabas métricas?

A wikipedia explica como se deve proceder á contagem das silabas métricas. Em suma ela é igual á divisão silábica, com algumas regras especiais. No artigo pode encontrar as 3 regras aplicadas: ...
  • 1,098
4 votes

Articles and elision in transcription

Para responder primeiro à questão, se é natural durante transcrições omitir o artigo, a resposta é não; a questão não é tanto fonética, simplesmente, na maioria dos casos, apenas uma das alternativas, ...
  • 16k
4 votes
Accepted

Porque é que os encontros consonantais "dl, sl, vl" (slogan, Vladimir, etc.) não existiam no português?

Apesar da abundância dos encontros consonantais com ⟨l⟩ no português, para mim o vocabulário do português é marcado por certas faltas deles que se transformaram em ch: chamar (/kl/), chama (de fogo; /...
  • 2,647
4 votes
Accepted

Existe alguma palavra "quadritongo", no português?

Não existe a palavra "quadritongo" em português. Mas mesmo não existindo, faz sentido. Pode-se perfeitamente usá-la. Uma palavra em si não é um ditongo, tritongo, ou quadritongo. A palavra ...
  • 6,678
4 votes
Accepted

Por que “senhora”, no Brasil, é “senhóra”?

A pronúncia aberta parece ter se tornado dominante no Brasil (relativamente) recentemente. O Houaiss, por exemplo, observa: o timbre da vogal tônica de senhora, fechado, ainda perdura no Brasil entre ...
  • 10.5k
3 votes
Accepted

A letra "h" na língua portuguesa

Essas palavras não estão presentes no idioma português, portanto não podem seguir essas regras. E, se forem incorporadas, devem seguir a pronúncia original ou alterar a forma da escrita.
3 votes
Accepted

Por que razão o fonema /ɾ/ ( r de caro) não aparece nunca em início de palavra?

Havia, sim, mais tardiamente, no latim dois sons róticos distisintos. O /ɾ/ (tepe alveolar sonoro), como o atual e o som /r/ (vibrante alveolar sonora), orindo de "Rs" geminados e no início de ...
3 votes

Why do people in Portugal pronounce "e" as "ei" or "a" before "ch", "j", "lh" and "nh" (as in fecho, veja, abelha, tenho) but as "e" otherwise?

/e/ is a high-mid front vowel: Notice the position of of your tongue when you pronounce the sound /e/. Now, notice the position of your tongue when you pronounce the consonants /ʃ/, /ʒ/, /ɲ/ and /ʎ/...
3 votes
Accepted

Porque é que viemos a ter ditongo nasal em «mãe», mas oral em «pai»?

A nasalização de a em mãe é provavelmente resultado de um processo de nasalização progressiva, do mesmo tipo da que ocorre em muito, só com a diferença de que a ortografia portuguesa não permite fazer ...
  • 723
3 votes

Por que palavras de origem Tupi usam ⟨ç⟩ em vez de ⟨ss⟩?

A pseudorresposta que encontro é que simplesmente é a regra. Parece ser bem estabelecido (ver, e.g., 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7) que se prefere a cedilha em palavras de origem árabe, italiana, africana e ...
  • 10.5k
3 votes

Sobre a nasalidade de palavras terminadas em “ã”

Fico muito feliz de encontrar seu post, pois eu, como porto-alegrense, já tinha reparado nessa mesma característica da variedade linguística falada por aqui. Obrigado por compartilhar suas ...
3 votes
Accepted

“Me” e “mim” são falados diferentemente?

Em Portugal, sim. São completamente diferentes. "Me" soa [mɨ] — talvez entre um "ê" e um "ü". "Mim" soa [mĩ] — entre um "i" e um "ing". ...
  • 6,678
3 votes

Qual é o fonema para o R no final de palavras?

Portugal Em Portugal, o r no fim de palavras é /ɾ/, vibrante simples alveolar (Wikipedia: en / pt). Em http://www.portaldalinguaportuguesa.org/index.php?action=fonetica&act=list podes consultar um ...
  • 6,678
2 votes

Qual é a história da pronúncia chiada e não chiada do «s» em final de sílaba?

Nenhuma das pronúncias é a original. Acredita-se que no século XVI todas as sibilantes do português, não apenas aquelas em final de sílaba, fossem realizadas ou como uma sibilante apico-alveolar surda ...

Only top scored, non community-wiki answers of a minimum length are eligible