Artefacto
  • Member for 6 years, 6 months
  • Last seen this week
Bom dia, boa tarde ou boa noite?
Accepted answer
20 votes

As fronteiras não são bem como as dizes: Podes dizer boa tarde até bem depois das 18h, especialmente durante o verão, quando o sol se põe pelas 21h (em Portugal). Mas mesmo durante o inverno, quando ...

View answer
É correto usar "vocês" em vez de "vós"?
17 votes

Não há nada de errado em usar vocês (ou os senhores, Vossas Excelências, etc.) para referir os interlocutores, desde que se usem também as formas verbais e pronomes da 3ª pessoa. O que é ...

View answer
A exceção NÃO confirma a regra. Por que razão se afirma o contrário?
16 votes

O teu erro é pensares que a expressão "a exceção confirma a regra" é alguma regra de lógica proposicional. O que a expressão realmente significa é que a presença de uma exceção sugere a existência de ...

View answer
Porque é que em ptPT não se usa o gerúndio?
Accepted answer
15 votes

Bom, não é verdade que em Portugal não se usa o gerúndio. A construção "estar + <gerúndio>" é um caso particular -- e mesmo essa construção é ainda usada Portugal, principalmente no Alentejo e no ...

View answer
"até porque" - How can we express exactly the same in English?
Accepted answer
15 votes

In the examples you give, I would choose especially because (or especially since). I've already said I don't have the book. You can be sure I haven't taken it with me. Especially because I have no ...

View answer
A preposição «para» é facultativa em «vou ao Rio para conhecer o Pão de Açúcar»?
Accepted answer
14 votes

Sim, ambas estão corretas e são semanticamente muito semelhantes. Embora a ideia de finalidade esteja mais explícita na frase com para, o predicado com conhecer o Pão de Açúcar é também no outro caso ...

View answer
Qual é a diferença entre «caminhar» e «andar»?
Accepted answer
14 votes

O verbo «andar» significa muito mais do que simplesmente «caminhar». O Priberam apresenta 19 significados. É até um verbo copulativo que «assinala o prolongamento de um estado episódico, mas veicula ...

View answer
Qual a diferença entre "cousa" e "coisa"?
Accepted answer
13 votes

Não há diferença semântica; é a mesma alternância oi/ou que ocorre em muitas outras palavras: ouro/oiro, ouço/oiço, pousar/poisar e por aí adiante, os ditongos geralmente representantes do au no étimo ...

View answer
"Tem a ver" -- Qual é a origem desta expressão?
13 votes

Ter a ver é um galicismo, vide avoir à voir. A expressão portuguesa correspondente é ter que ver: As marés têm que ver com a gravidade do Sol e da Lua. A expressão torna-se assim um pouco mais ...

View answer
É errado dizer "vende-se casas"?
Accepted answer
12 votes

As três obras que consultei descrevem todas usos do clítico impessoal com verbos transitivos e não os apontam como desvio, ainda que possam indicar a existência opiniões em sentido distinto (e com a ...

View answer
Why is "vós" rarely used today?
12 votes

I respectfully dissent from Armfoot's answer as to usage and I'd like to also address the "why?", which is after all the title of the question. On Usage First we need to distinguish two usages: (1) "...

View answer
Palavra portuguesa para "impeachment"?
Accepted answer
11 votes

A constituição federal brasileira fala de «autorização de processo» (art. 51), «processo», «julgamento» e «condenação» por «crimes de responsabilidade» (art. 52, I), consoante a fase do processo. ...

View answer
Pago ou pagado?
11 votes

Ambas as formas estão corretas. A regra geral é que a forma regular se usa para os tempos verbais compostos (com "ter" ou "haver") e que a forma irregular se usa onde ocorre adjetivo e em orações ...

View answer
Does "rapariga" have a pejorative connotation in ptPT?
Accepted answer
11 votes

(this answer describes European usage, since that's what you ask about) You have two questions there: whether it can mean "prostitute" and whether it has a pejorative connotation. For instance, ...

View answer
Esse "humilhou-se a si mesmo" da Bíblia é redundante ou tem alguma explicação?
Accepted answer
10 votes

Não há nada de extraordinário nessas frases. Pessoalmente, creio que ficam melhor com o reforço a si mesmo dada a infrequência do uso reflexivo dos verbos em questão ou da necessidade de contraste (em ...

View answer
É possível estudar-se "biologia"?
10 votes

Certamente se pode estudar (sentidos 1. e 2. do Aulete, respetivamente aplicar o raciocínio, a percepção, a memória etc. para aprender e frequentar curso ou ser estudante (de)) uma dada ciência ou ...

View answer
"Use cinto também no banco detrás"
Accepted answer
10 votes

Sim, de facto devia ser «banco de trás». Esse é até exatamente o exemplo do Aulete: De trás 1 Que se situa atrás; traseiro: Foi sentar-se no banco de trás. Portanto de trás é um adjunto ...

View answer
"lembrar" vs "recordar"
10 votes

Como dizes, há uma diferença de registo ("recordar" é mais formal). Mas há mais. "Recordar" está mais ligado à memória e portanto "lembrar" nem sempre é substituível: Pronominalmente, quando ...

View answer
Tornar-se vs Ficar
10 votes

The main difference is that tornar-se has more focus on the transformation (but not necessarily with some progressive aspect), whereas ficar focuses on the final state. Remember that tornar can also ...

View answer
Qual é o gênero do substantivo personagem?
10 votes

Ambas são possíveis. Em Portugal, o género feminino é mais comum. No CETEMPúblico, "a|as|da|das|à|às|uma|umas|duma|dumas" [lema="personagem"] dá-me 7888 ocorrências, enquanto "o|os|do|dos|ao|aos|um|...

View answer
É correto dizer - ou escrever - "apresentaram-te-nos"?
Accepted answer
9 votes

Não. Como mencionei nestoutra resposta, não é possível usar simultaneamente dois clíticos que não têm formas distintas para o acusativo e para o dativo (i.e. clíticos da 1ª e 2ª pessoas). Segundo a ...

View answer
Significado da palavra "odiosa"
Accepted answer
9 votes

Trata-se de um adjetivo (a qualificar intervenção). Significa reprovável, mas é um pouco mais forte. Aulete: Que desperta ódio (mulher odiosa): "Ora sentia-se odioso, ora ridículo. Quem se sente ...

View answer
Are there phrasal verbs in Portuguese?
9 votes

English phrasal verbs are combinations of verbs and prepositions where the meaning of the expressions as a whole cannot be completely understood just from the meaning of the individual parts. ...

View answer
Dealing with grammatical gender errors | Lidar com erros de gênero gramatical
Accepted answer
9 votes

In your two examples, they would definitely backtrack. Gender is very marked in Portuguese (unlike, say, Dutch in the masculine-feminine axis) and saying «tua modo» would be an unmistakable error for ...

View answer
Formação das palavras “pai” e “mãe”: terão sido diminutivos de “padre” e “madre”?
Accepted answer
9 votes

De facto, essa é uma explicação frequentemente avançada. Por exemplo, nesta resposta no Ciberdúvidas de Edite Prada: O vocábulo pai, que já ocorre no séc. XIII, ainda que pontualmente, tem uma ...

View answer
Qual é o antónimo de «póstumo»?
Accepted answer
9 votes

«Em vida»: par=ext18785-clt-96a-2: Que peso deve ter uma vontade expressa pelo doente em vida, por vezes anos antes ? par=ext35432-soc-95a-2: Outros casos há mesmo entre nós -- Almada, por ...

View answer
"catch the bear before you sell its skin" How could we say this proverb in Portuguese?
Accepted answer
9 votes

In Portuguese, there is: Não ponhas a carroça à frente dos bois. which has an English analogue "(don't) put the cart before the horse", and whose meaning is the same.

View answer
Seu vs dele for Possessions
Accepted answer
9 votes

First, note that the possessive pronouns don't necessarily mean "possession of property", but I'll use terms such as "posessor" henceforth. If you're referring to an interlocutor that you're ...

View answer
"Eu tinha um amigo que é/era judeu"
Accepted answer
9 votes

Se usas é, estás a afirmar a condição de ele ser judeu é verdadeira no momento em que afirmação é feita. Podia ser judeu na altura da história ou não. Se usas era estás a dizer que a condição de ele ...

View answer
Como se pronuncia cache (de memória)?
Accepted answer
9 votes

Em Portugal, nunca ouvi ninguém pronunicar "cache" como "cachê", que é uma palavra completamente distinta (um tipo de pagamento, do francês cachet). Das duas uma: ou é pronunciada como cache e cash ...

View answer
1
2 3 4 5
9