Hot answers tagged

4

Ao que parece há mais do que uma análise possível. Este artigo de 2007 no Ciberdúvidas apoia-se na Nova Gramática do Português Contemporâneo de Celso Cunha e Lindley Cintra para analisar “em moldes tradicionais” um frase do mesmo tipo: “Deixai vir a mim as criancinhas”. Aplicando essa análise à tua frase, deixou cair é uma perífrase verbal, com deixar como ...


3

"Vão lá, curtem, compartilham!" não está incorreto, embora não me pareça ser a melhor escolha. Se trata, provavelmente, do imperativo polido ou cortês, em que o significado é imperativo, mas a conjugação é feita no presente do indicativo. Bastante frequente em pt-BR, esta forma é correta em pt-PT também, como colocado no Ciberdúvidas aqui e também ...


1

Como falante brasileiro da região de São Paulo, o que soa mais natural para mim é: Eu indiquei (=recomendei) o livro para ele. Eu indiquei (=apontei) o caminho para ele. Na linguagem não formal, 'pra' no lugar de 'para'. Eu nunca escutei 'indicar-lhe' no Brasil, talvez seja usado em situações muito formais.


1

Nah, a frase não está bem. Eu escrevê-la-ia assim: Uma reta é um conjunto de pontos alinhados entre si. Sem tais que Nessa frase (a original) não cabe o "tais que", como explica o Artefacto num comentário: Acho que mesmo tal que não funciona aqui. Talvez «um conjunto de pontos distribuídos tal que (=de forma que) estão alinhados entre si» ou «um ...


1

Acho que nesse caso, devemos apenas prestar atenção na ideia transmitida pela oração. Vejamos. Fritura faz mal. Pronto, não fica dúvidas nem temos sensação de faltar algo. Uma fez, que a palavra mal, por si só já completou o sentido do verbo. Toda a adição que vier, não será mais para o verbo, porque o mesmo já está com completo. Frituras fazem mal. Note ...


Only top voted, non community-wiki answers of a minimum length are eligible