Hot answers tagged

14 votes
Accepted

A preposição «para» é facultativa em «vou ao Rio para conhecer o Pão de Açúcar»?

Sim, ambas estão corretas e são semanticamente muito semelhantes. Embora a ideia de finalidade esteja mais explícita na frase com para, o predicado com conhecer o Pão de Açúcar é também no outro caso ...
  • 16k
13 votes
Accepted

Qual a diferença entre conjunção e preposição?

A conjunção é uma palavra invariável que liga duas orações ou termos semelhantes de uma mesma oração. A preposição também é palavra invariável que relaciona dois termos, só que, nessa relação, um ...
13 votes

Como abreviar horas em texto?

Penso que não exista nenhuma "notação oficial Portuguesa", mas segundo a Wikipédia a Europa adoptou o Standard ISO8601 para representação de tempo; pelo que Portugal, pertencendo à União Europeia, ...
12 votes
Accepted

Deve-se evitar usar vírgula entre orações subordinadas substantivas e a oração principal?

De esta fonte: Use a vírgula para separar elementos que você poderia listar: João Maria Ricardo Pedro e Augusto foram almoçar. Note que os nomes das pessoas poderiam ser ...
  • 651
11 votes
Accepted

Quando é que uma oração não tem sujeito?

Existem três casos pertinentes aonde o sujeito não aparece na frase. São estes: O sujeito subentendido, também denominado de sujeito nulo subentendido, sujeito desinencial, sujeito elíptico ou ...
11 votes
Accepted

Usamos verbo ou substantivo: "carreteiros em viajem" ou "carreteiros em viagem"?

Definitivamente carreteiros em viagem. Viagem nessa frase é um substantivo, é a viagem que eles estão fazendo, e não uma forma do verbo viajar. O verbo poder-se-ia usar, por exemplo em espero que os ...
  • 44.1k
10 votes
Accepted

Qual a origem de "bué"?

Bué, no sentido de muito é de origem santomense ou, mais provavelmente, angolana. A partir daqui cada dicionário diz a sua coisa. O Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa diz que o termo é ...
  • 44.1k
10 votes
Accepted

Podemos nos "cansar fácil", "esquecer fácil" ou até "desistir fácil"?

Fácil já vem reconhecido, e sem qualquer advertência, como advérbio no Aulete, no Michaelis e no Houaiss (Lisboa, 2003), que trancrevo (desabreviando as abreviaturas): fácil [...] advérbio 7 ...
  • 44.1k
9 votes

Usamos verbo ou substantivo: "carreteiros em viajem" ou "carreteiros em viagem"?

A segunda forma. Explicação: "viajem" é a terceira pessoa do conjuntivo (subjuntivo) do verbo viajar: que eles viajem. No exemplo, poderia ser "carreteiros viajam", no presente do indicativo, ou "...
9 votes

Vírgulas em ''por exemplo''

Não e sim. No teu exemplo, não. Noutros exemplos, sim. No teu exemplo, eu poria uma única vírgula a separar as duas orações que compõem a frase: 3) O zoológico tem animais ferozes, por exemplo o ...
  • 6,660
8 votes
Accepted

How to use "zuar"?

"Zoar", "fazer zoação", "tirar sarro" are Brazilian slang words and mean "zombar de alguém", "fazer gozação". "Deixe de fazer zoação com a minha cara" (fazer troça, fazer gozação) "Cara, tu não vê ...
  • 23.6k
8 votes

Deve-se evitar usar vírgula entre orações subordinadas substantivas e a oração principal?

RESPOSTA CURTA Não se separam orações subordinadas substantivas (a partir de agora, OSS) da oração principal (a partir de agora, OP), com uma exceção. Vamos deixa a exceção para o fim e começar pelos ...
  • 44.1k
8 votes
Accepted

É correto dizer "bastantes"?

Na verdade, o seu primeiro exemplo mostra o uso como advérbio (de intensidade). O segundo mostra mesmo um uso como adjetivo, e nesse caso é sim correto concordar em número com o substantivo a que ele ...
  • 3,876
8 votes
Accepted

Que faz o «eu» em «eu custa-me a crer tais boatos»? Ou nem sequer lá devia estar?

É uma construção de tópico marcado, em particular deslocação à esquerda de tópico pendente, na terminologia da Gramática de Maria Mateus e outras (pág. 493 da 6.ª ed.). Os exemplos aí dados são: (...
  • 16k
8 votes
Accepted

"Ainda o não merecemos"―pronome átono antes da negação?

Sim, esse padrão foi comum no português, europeu e brasileiro, até ao século XIX. Chama-se a isso apossínclise, que é, citando este artigo do Ciberdúvidas: intercalação de uma ou mais palavras ...
  • 44.1k
7 votes
Accepted

Acento de insistência ou enfático

A Moderna Gramática Portuguesa de Evanildo Bchara apresenta uma boa discussão com exemplos do acento de insistência. Este consiste em pronunciar uma sílaba com intensidade, altura e/ou duração ...
  • 44.1k
7 votes
Accepted

Posição de «sempre»​

Precisamos de distinguir os dois tipos de significados de sempre. Há os significados temporais: Continuamente: Tenho sempre fruta em casa; Regularmente: Ele levanta-se sempre às 7 da manhã; Em ...
  • 44.1k
7 votes
Accepted

Em redações oficiais. Qual a diferença entre pronome de tratamento e vocativo?

Por que neste caso usamos o vocativo "Excelentíssimo Senhor" para algumas autoridades e "Senhor" para outras? Segundo o link contido na pergunta, usamos os vocativos como expediente lingüístico de ...
7 votes
Accepted

Qual é a diferença entre "que" e "quê"?

A palavra [que] é realmente um curinga da Língua Portuguesa, pois pode ser usada em várias situações e com várias funções: pronome, conjunção, substantivo, advérbio, preposição, etc. Nesse caso ...
6 votes

Deve-se evitar usar vírgula entre orações subordinadas substantivas e a oração principal?

Há um termo em Inglês "The Oxford Comma" que se refere à utilização de uma vírgula antes do último "e" numa lista. Isso pode fazer a diferença para o significado de uma frase. Por exemplo: Eu ...
  • 221
6 votes

How to use "zuar"?

You probably mean zoar, same sound as and often spelled "zuar": (Brasil, informal) Fazer troça de; caçoar, zombar. It follows the regular conjugation. You can zoar alguém, or zoar com alguém: so, ...
  • 44.1k
6 votes
Accepted

«Vou» em «vou buscar uma maçã à cozinha» é verbo pleno ou auxiliar?

Em (b), (c) e (d), ir é pleno. (a) é um tipo de frase estruturalmente ambíguo, mas neste caso parece-me que ir é também pleno. A Gramática do Português tem uma caixa (páginas 1264-1266) que endereça ...
  • 16k
6 votes
Accepted

«Decora o que mais te diz» — how does this sentence work?

We have one te too many. We can delete either. I think que mais te diz is how most people would put it nowadays; so I’ll leave the que te mais diz, which has a quaint, 19th century feel to me, in keep ...
  • 44.1k
5 votes
Accepted

Problema com sintaxe em e-mail

Quanto ao significado, concordo com a leitura do @bfavaretto: A mensagem diz que você pode levar sua própria bebida (exceto cerveja e drinks, pelo que entendi). Isso seria o "rolha livre". ...
  • 6,660
5 votes
Accepted

Infinitivo pessoal ou impessoal?

Nesse caso, ambas são possíveis, com um significado ligeiramente diferente1: [...] «a escolha da forma infinitiva depende de cogitarmos somente da acção ou do intuito ou necessidade de pormos em ...
  • 16k
5 votes
Accepted

«Vais embora amanhã?!» — «Por quê amanhã?» ou «por que amanhã?» em português brasileiro?

"Porquê" é um substantivo: Posso saber qual o porquê de Vossa Senhoria estar chegando às três da madrugada? Como o "porquê" na sua frase certamente não é um substantivo, * "Porquê amanhã?" está ...
5 votes
Accepted

Significado da particula "se"?

O se d’O Cortiço é conjunção Esta construção frásica d’O Cortiço não é de uso corrente. Eu nunca a tinha encontrado, e procurando neste Corpus do Português e no Google Books não encontro outra igual. ...
  • 44.1k
5 votes
Accepted

"No entanto " leva vírgula antes e depois quando ao meio de uma frase?

Introdução Na língua portuguesa, é comum utilizarmos um termo ou uma locução para conectar orações. Chamamos esse termo/locução de conjunção. As conjunções são dividas em coordenativas e ...
  • 1,974
5 votes
Accepted

Qual é o equivalente em português a uma "noun phrase"?

Em gramática, o termo em inglês "phrase" é um falso amigo semântico (ou heterossemântico), pois se assemelha à palavra "frase" mas tem significado distinto. A palavra inglesa "sentence" seria mais ...
  • 166
5 votes

Sobre a estrutura do verbo "doer"

O verbo “doer” é intransitivo (ou transitivo indireto, tratarei desse caso mais adiante). Não há objeto direto. Em ambos os casos, “cabeça” forma o sujeito da oração. O que ocorre é a topicalização ...
  • 2,175

Only top scored, non community-wiki answers of a minimum length are eligible