New answers tagged

1

No grego antigo, φόβος, significava medo alarmante, aterrorizante, mas não necessariamente paralisante — se alguém vir um leão, provavelmente terá um medo aterrorizante e correrá, esse é. No português, veio para a psicologia. Daí, veio o significado não técnico de medo forte ou aversão, como «lembre-se: a fobia tem mais de você do que você dela». Na ...


-2

Não, A palavra OK não existe no português e por isso não é correto usar ela. Você não pode usar OK em uma redação ou em um documento oficial. Salvo casos em que você precisa transcrever algo, como uma ação judicial ou um boletim de ocorrência. Nesse caso, você deve por entre aspas ou em itálico. Gostaria de deixar um adendo a resposta, cuidado com o sinal de ...


1

"Comigo a volta é por dentro": É que nao tem voltas, "arrodeio", "rudeio", ENROLAÇAO. Equivalente no Sudeste a "meter um papo reto", "Ir direto ao ponto"; "Palavra minha nao faz curva não". O "pavio de vela" e o "talo de macaxeira" são para elucidar coisas que são "por ...


0

Na verdade a expressão é "comigo a volta é por dentro" , aqui chicó compara a pavio de vela e a talo de macaxeira , pois ambos tbm são por dentro .


6

Cortiço vem de cortiça, que é a casca morta de uma árvore chamada sobreiro. Essa casca tem características muito singulares, é porosa e leve, espessa e isolante. Por conta disso, os humanos logo inventaram inúmeros meios de utilizá-la no dia a dia. Um desses usos foi o de abrigar abelhas. Colmeias inteiras podem ser realojadas para conveniência dos ...


1

'A principal diferença no comportamento sintáctico destes dois verbos é a seguinte: O verbo começar é usado como auxiliar aspectual, regendo as preposições a ou por: (1) «O menino começou a gritar.» (2) «A cozinheira começou por fazer a sobremesa.» Ou, no português Brasil, usando o gerúndio: (3) «O menino começou gritando.» (4) «A cozinheira começou fazendo ...


Top 50 recent answers are included