14 votes
Accepted

A preposição «para» é facultativa em «vou ao Rio para conhecer o Pão de Açúcar»?

Sim, ambas estão corretas e são semanticamente muito semelhantes. Embora a ideia de finalidade esteja mais explícita na frase com para, o predicado com conhecer o Pão de Açúcar é também no outro caso ...
user avatar
  • 16k
14 votes
Accepted

Why "milhões" take a preposition after it?

The words milhão, bilhão (informal Brazilian Portuguese) and bilião (European Portuguese for a million times milhões, Brazilian Portuguese for a thousand times milhões), as well as subsequent numeral ...
user avatar
13 votes
Accepted

Qual a diferença entre conjunção e preposição?

A conjunção é uma palavra invariável que liga duas orações ou termos semelhantes de uma mesma oração. A preposição também é palavra invariável que relaciona dois termos, só que, nessa relação, um ...
user avatar
11 votes
Accepted

Qual a diferença de "ir a" e "ir para"?

Como já foi dito, em si, o significado é quase o mesmo, apenas teria uma diferença na permanência da ida. “Ir a” indica que é uma ida passageira, que será por apenas um tempo, não definitiva. Já “ir ...
user avatar
  • 5,111
7 votes

Por que "no Recife" e não "em Recife"?

Em português, os nomes de países e cidades podem ser precedidos por artigo definido (masculino ou feminino) ou podem não ser precedidos por artigo. E não existem regras quanto ao artigo a ser usado (...
user avatar
  • 23.5k
7 votes
Accepted

Por que "no Recife" e não "em Recife"?

O artigo tende a usar-se com topónimos derivados de nomes comuns (o Funchal, o Porto, a Guarda, o Rio de Janeiro e por aí adiante). Talvez seja por isso que os jornalistas tendam a dizer o Recife — ...
user avatar
  • 16k
7 votes
Accepted

Como é que um falante pode fazer a distinção entre «imigrante» e «emigrante»?

As palavras são de facto homófonas (pelo menos na língua padrão); a ambiguidade ou se desfaz pelo contexto, ou, permanecendo, poderá não alterar significativamente o sentido da frase (porque como ...
user avatar
  • 16k
7 votes
Accepted

Deste vs. Desse vs. Daquele

The table and first example in section 11 are misleading, but the remarks in section 9 are correct and address your question: roughly speaking, deste means of this, not just this; and desse and ...
user avatar
  • 43.8k
7 votes

Understanding different prepositions in "bater a/com a/na/à porta"

First, let's see what the expressions might mean: "Bater à porta" always means "to knock on the door". "Bater a porta" almost always means "to slam the door". In some very unusual and specific ...
user avatar
7 votes

"Eu prefiro ir ao cinema do que ficar aqui parado" é uma construção gramatical aceitável?

A priori, não. Não é a regência culta do verbo "preferir". A confusão começa porque "preferir" é usado com a mesma regência do verbo "gostar", cuja transitividade é diferente. Este link explica isso ...
user avatar
6 votes
Accepted

"Eu prefiro ir ao cinema do que ficar aqui parado" é uma construção gramatical aceitável?

Se considerarmos a gramática normativa, não: Chama-se gramática normativa a gramática que busca ditar ou prescrever as regras gramaticais de uma língua, posicionando as suas prescrições como a ...
user avatar
6 votes

Qual a diferença de "ir a" e "ir para"?

Esta resposta baseia-se na minha experiência de falante de português europeu, em que há uma diferença marcada entre ir a e ir para. Vários comentários nesta página sugerem que esta diferença é pouco ...
user avatar
  • 43.8k
6 votes
Accepted

Quando combinar a preposição «de» com os artigos indefinidos?

Nunca é obrigatório contrair de com um e há casos em que essa hipótese está afastada. Em primeiro lugar, de contrai-se geralmente com o artigo indefinido um (e uma, uns, umas). Embora não tenha ...
user avatar
  • 16k
6 votes

«Até» or «a onde» in this context?

Let’s get two little things out of the way first. You don’t write or say levar-os: levar + os becomes levá-los. And you don’t write a onde separately: you write aonde. Now the important thing: you ...
user avatar
  • 43.8k
6 votes
Accepted

É correto falar "vais de <algum lugar>"?

Vais de (algum lugar) até é possível, mas não na situação descrita. Creio que neste aspeto nem haverá diferença entre Portugal e Brasil. Imagina que a Ana sabe que o Beto viaja frequentemente entre ...
user avatar
  • 43.8k
6 votes
Accepted

Por que começar um título com a preposição "de"?

Esse "de" provavelmente significa "sobre", e sua adoção costuma carregar uma diferença sutil. Enquanto "O Princípio dos Dias" pode sugerir uma obra exaustiva sobre o ...
user avatar
  • 9,802
5 votes
Accepted

Um outro significado de "x" ou "versus"?

Resposta por intuição: Provavelmente o símbolo correto nessa situação seria, não a letra “xis” mas o sinal de multiplicação, ×. Penso que a leitura correta seja “com”: «HTML × Javascript» significa ...
user avatar
4 votes
Accepted

Quando é que se usa «de» antes do ano?

As minhas buscas no Google deram uns resultados curiosos. O Google Books mais ou menos confirma a minha intuição, que se traduz numa regra tosca: a propensão a usar o de aumenta à medida que o ano em ...
user avatar
  • 43.8k
4 votes

Qual a diferença de "ir a" e "ir para"?

No Brasil, coloquialmente, usa-se preferencialmente "para", ou melhor "pra", em quase todas as situações. Em algumas situações prefere-se "a". Exemplos: "Vou à praia amanhã." (talvez para evitar o ...
user avatar
  • 23.5k
4 votes
Accepted

"No seu agrado" ou "do seu agrado"?

Estar no seu agrado até faz sentido, mas a expressão consagrada é estar do seu agrado; consagrada quer no uso popular, pelo menos em Portugal (é o que eu sempre ouvi), quer na literatura (portuguesa e ...
user avatar
  • 43.8k
4 votes
Accepted

“parabéns pra você X parabéns a você

Não vejo diferença alguma. Gramaticalmente, ambas as formas estão corretas e são de uso corrente em pt-BR. A canção "Happy Birthday to You" foi traduzida para o Portugués como "...
user avatar
  • 23.5k
4 votes

É correto e o que significa "Atacar o portão aos aldeões."?

O segundo exemplo é agramatical. a tropa atacará o portão ao os aldeões "ao" é a contracção da preposição a e do artigo ou pronome o. "ao os" seria a+o+os: a - preposição o - ...
user avatar
  • 6,665
3 votes
Accepted

"Óleo canola" ou "óleo de canola"?

Óleo de canola é que está correto. Canola é uma planta, logo a palavra é um substantivo. Só faria sentido dizer óleo canola se canola fosse um adjetivo. Faria tanto sentido dizer óleo canola como ...
user avatar
  • 43.8k
3 votes

Deste vs. Desse vs. Daquele

That is a mistranslation. Gosto desse café should have been translated to I like that coffee. Of course, now you have esse and aquele both mapping to that. The difference is that esse refers ...
user avatar
  • 16k
3 votes

Quando é que se usa «de» antes do ano?

Bem, em pt-BR não parece haver uma regra a respeito, mas posso responder sobre o que se ouve e o que se lê. Informalmente, mais frequentemente costumamos dizer... "Ela nasceu em 1981" "Eu ...
user avatar
  • 23.5k
3 votes
Accepted

«Para» é preposição ou conjunção em «eu disse para ele se calar»?

Sim, a tese de que para é aí um complementador é avançada por alguns. Por exemplo, Ana Brito na gramática de Maria Mateus e outras (pág. 392 da 6ª ed.): De um modo geral, tanto [as preposições como ...
user avatar
  • 16k
3 votes

«Até» or «a onde» in this context?

As preposições indicadas pelo Dicionário de Verbos e Regimes de Franscisco Fernandes (45.ª ed.) são a e para: Pronominal — Encaminhar-se: "Apenas os viu desaparecer, DIGIRIU-SE para Hermengarda.&...
user avatar
  • 16k
3 votes
Accepted

«Ir no» versus «ir a» versus «ir para» no português brasileiro

"Ir em" como sinônimo de "ir a" é uma construção coloquial, rejeitada pelo padrão. É aceitável no padrão em construções tais como "fui no vôo das sete e meia", ou "vou no carro do João", como ...
user avatar
3 votes

What are the correct expressions?

The verb cair is a quite versatile one, having different meanings for each context: "Cairão ao chão" is correct and means they will fall to the ground. The usage of "ao", although correct, is unusual ...
user avatar
  • 1,823
3 votes

O uso do sujeito preposicionado é válido na norma culta?

Há uma regra na gramática normativa que pede a não contração do sujeito dos verbos no infinitivo com preposições, entretanto esta regra não é rígida. Gramáticos como Evanildo Bechara, Rocha Lima e ...
user avatar
  • 1,867

Only top scored, non community-wiki answers of a minimum length are eligible