Skip to main content
9 votes
Accepted

How do I identify the "gender" of things?

You cannot always go by how a word ends to know its gender if you've never seen it before. In Portuguese, just as in all languages that have distinct noun classes which you have to keep straight in ...
tchrist's user avatar
  • 3,299
9 votes
Accepted

Plural de substantivos compostos: e.g. por que “cavalos-vapor” mas “decretos-leis”?

«Não é fácil a formação do plural dos substantivos compostos» — é como Celso Cunha e Lindley Cintra abrem a exposição do assunto na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa, 2014, p. 248-50). ...
Jacinto's user avatar
  • 45k
7 votes

The adjectival use of "chão"

Chão (plural chãos, feminine chã, chãs) is indeed an adjective, but it’s hardly ever used these days, so it will give, to me at least, a nice, quaint touch to your speech if you use it. It is pretty ...
Jacinto's user avatar
  • 45k
6 votes

How do I identify the "gender" of things?

In older Portuguese grammars gender was sometimes considered an inflection; but that is a (over)simplified model, because it's a requirement of inflection that it be regular -irregularity being an ...
bad_coder's user avatar
  • 2,323
6 votes
Accepted

Qual a raiz morfológica para as letras [a] e [o] marcarem, respetivamente, os géneros feminino e masculino?

A terminação -a para o feminino e -o para o masculino já vêm do latim. Inicialmente, no latim clássico, não eram marcadores de género, mas foi essa função que acabaram por adquirir, quer no português, ...
Jacinto's user avatar
  • 45k
6 votes

Qual a raiz morfológica para as letras [a] e [o] marcarem, respetivamente, os géneros feminino e masculino?

Como sabe, os substantivos no latim tinham cinco declinações, que são como as conjugações do verbo, e eram distinguidas por uma vogal temática: a primeira declinação, com tema em a, continha nomes ...
Wtrmute's user avatar
  • 391
5 votes
Accepted

Significado da particula "se"?

O se d’O Cortiço é conjunção Esta construção frásica d’O Cortiço não é de uso corrente. Eu nunca a tinha encontrado, e procurando neste Corpus do Português e no Google Books não encontro outra igual. ...
Jacinto's user avatar
  • 45k
5 votes
Accepted

Em outros vs Noutros

Ambas as formas são corretas: "em outros países" e "noutros países", sendo "noutros", como indicas na questão, a aglutinação da proposição "em" e o pronome indefinido "outros" (em+outros).
Gonçalo Peres's user avatar
4 votes
Accepted

"Calar" → "calável", "beber" → "bebível"; e para "pôr"?

Para dar mais uns exemplos, os seguintes estão atestados no Priberam: Compor → Componível Decompor → Decomponível Dispor → Disponível Impor → Imponível Opor → Oponível Sobrepor → Sobreponível ...
Jacinto's user avatar
  • 45k
4 votes
Accepted

A vogal u em ceg-u-eir-a?

A questão que trouxe se dá por um erro de concepção muito comum: a língua é falada, não escrita. O "u" antes de "g" e "q" é um artifício gráfico para nos lembrar que, em ...
Ergative Man's user avatar
  • 1,509
3 votes

Qual é o status da palavra "atraência"?

Esta análise deve começar pela morfologia, o primeiro passo é tentar reduzir a palavra ao radical mais simples. Vamos fazer a análise morfológica de ambas as palavras começando pela palavra ...
bad_coder's user avatar
  • 2,323
3 votes
Accepted

Por que o artigo indefinido se escreve "uns" e não "ums"?

É mera convenção ortográfica. Os m e n de um e uns não se realizam como consoantes; simplesmente nasalam o u, resultando na vogal nasal [ũ], a mesma nas duas palavras. Eu sei que isto já gerou ...
Jacinto's user avatar
  • 45k
3 votes

"Calar" → "calável", "beber" → "bebível"; e para "pôr"?

Para compor temos componível. Para pôr (em vista de componível, oponível, disponível), imagino que o candidato seria "ponível". No entanto, parece que não há registro nos dicionários.
Pedro's user avatar
  • 685
3 votes
Accepted

Quando usar o plural de "mil"?

Milhares é plural de milhar: um milhar de casas, três milhares de casas. Mil, exceto em usos especiais (ver abaixo), é invariável: mil casas, três mil casas. Indicação de Quantidades Para indicar ...
Jacinto's user avatar
  • 45k
3 votes

A expressão "por quê" se encaixa em qual classe gramatical?

A análise é a mesma que com a forma não tónica por que. Repara que não há diferença entre estas duas frases: O João fez isso por quê? Por que fez isso o João? / Por que é que o João fez isso? Quê na ...
Artefacto's user avatar
  • 16.4k
3 votes

Existe uma regra para saber qual o plural de palavras terminadas em "ão"?

De uma maneira geral, palavras femininas oxítonas terminadas em "ão" formam plural em "ões": Solução - soluções Ilusão - ilusões Frustração - frustrações Canção - canções A principal exceção é ...
Luís Henrique's user avatar
2 votes

Existe uma regra para saber qual o plural de palavras terminadas em "ão"?

Não, a distinção no singular perdeu-se e agora só sabendo a etimologia da palavra. No entanto se souber a palavra em espanhol é fácil saber o plural em português: alemán - alemão alemanes - alemães ...
Rui Fonseca's user avatar
2 votes

Qual a raiz morfológica para as letras [a] e [o] marcarem, respetivamente, os géneros feminino e masculino?

Na maioria das línguas indo-europeias -a final num radical indica feminino, por vezes -e também (vide 5ª declinação no latim clássico que passou toda para 2ª no latim tardio die - dia, ou a tendência ...
Prata do Povo's user avatar
2 votes
Accepted

Quais as classes das palavras da frase

O aluno Sujeito; O, artigo definido no masculino singular; aluno, substantivo masculino singular comprou Verbo; Conjugação do verbo comprar na terceira pessoa do singular do pretérito perfeito as ...
João Pimentel Ferreira's user avatar
2 votes

Em outros vs Noutros

Em português europeu, neste caso apenas a forma "noutros" é válida. Noutras situações, a forma "em outros" também é válida. Mas não sei explicar porquê a diferença. 🤷‍♀️ «Em outros "vs" noutros», ...
ANeves's user avatar
  • 7,142
2 votes

Como descreveria a conjugação verbal do presente do indicativo no seu dialeto?

Brasília: Eu: passo / como / parto Tu: passa / come / parte (usado apenas no registro popular) Você / o senhor / a senhora: passa / come / parte Ele / ela: passa / come / parte Nós: passamos / ...
Luís Henrique's user avatar
2 votes
Accepted

Formação de adjectivos gentílicos terminados em -istão?

No caso dos países com nome terminado em "-istão", o nome do país é que é derivado do gentílico e o sufixo significa "terra de", de forma que, e.g., "Afeganistão" ...
stafusa's user avatar
  • 12.3k
2 votes
Accepted

Em que sentido é feita a derivação regressivo entre afecto e afectar?

Quando fontes históricas ou análises formais não revelam claramente qual palavra surgiu primeiro, parece ser comum se recorrer ao critério de Barreto (1982): se o significado é de ação, então o verbo ...
stafusa's user avatar
  • 12.3k
1 vote
Accepted

Referência para crases em palavras em que o acento não aparece

Tem crase porque ocorre (...) Na morfologia vai considerar-se que o nome gosto termina com o índice temático -o e o sufixo derivacional é -os(o/a). Portanto não é preciso recorrer a uma explicação ...
bad_coder's user avatar
  • 2,323
1 vote
Accepted

Etimologia da palavra barraca ou barraco?

"Barra" vem, provavelmente, de uma palavra franca (que também gerou no francês "barre" e, então, no inglês "bar"), já "barro" provavelmente veio do substrato ...
Ergative Man's user avatar
  • 1,509
1 vote

Por que o artigo indefinido se escreve "uns" e não "ums"?

Em português e em espanhol, vem M antes de P e B. E vem N antes de todas as outras consoantes. M é consoante bilabial e P e B também são consoantes bilabiais. O motivo é esse.
Sávio Christi's user avatar
1 vote

Por que o artigo indefinido se escreve "uns" e não "ums"?

No português existem algumas regras especiais para colocar uma palavra no plural, não é simplesmente adicionar a letra "s" no final de qualquer palavra. Uma dessas regras especiais diz que ...
Vitor's user avatar
  • 19
1 vote

A expressão "por quê" se encaixa em qual classe gramatical?

Só para completare e corrigir um detalhe. O (por que) separado sem acento usa-se quando perguntamos por qual "motivo". O (por quê) separado e com acento usa-se quando está no final da ...
José Humberto Bezerra Neto's user avatar
1 vote

Classificação morfológica das palavras

Do ponto de vista morfológico (taxonómico) e não sintático, a sua categorização parece correta. A morfologia é parte da gramática que estuda as classes e as formas das palavras, os seus paradigmas ...
João Pimentel Ferreira's user avatar

Only top scored, non community-wiki answers of a minimum length are eligible