6

Comecei a ler "Décadas da Asia" de João de Barros, publicado eom 1552 (disponível aqui).

Grande parte do texto é surpreendentemente legível para um texto de 500 anos, porém a ortografia era claramente diferente. Alguns grafemas eu já conhecia por serem similares ao inglês antigo, como o S longo (ſ):

ſignificativa (significativa)

ou esta forma de R onde a linha vertical não é escrita:

brevidáde (brevidade)

Porém também encontrei estes grafemas que não consegui identificar:

corrompe e(?) altera (corrompe (e)? altera, talvez um &?)

enter image description here (?).

Então busco qualquer ajuda neste quesito para estes e outros grafemas antigos. Imagino que referências para ajudar leitores modernos dessas obras antigas provavelmente existem, mas não encontrei nada em minhas pesquisas online, então qualquer ajuda neste quesito também é bem-vinda.

1
  • 1
    1551 não é medieval. Já era o Renascimento.
    – Lambie
    Oct 19, 2023 at 15:59

1 Answer 1

6

O primeiro é uma nota tironiana que significa "e" (a conjunção), "⁊". Portanto, diz "corrompe e altera".

O segundo é apenas um A maiúsculo e ornado, portanto diz "Asia".

Recomendo um livro chamado "Filologia, história e língua: olhares sobre o português medieval".

EDIÇÃO: mas aproveito para lembrar que no século XVI não se considera mais português medieval, mas creio que o livro será útil de qualquer forma!

3
  • 1
    Muito obrigado! Oct 18, 2023 at 21:57
  • E os primeiros dois?
    – Lambie
    Oct 19, 2023 at 15:58
  • 2
    O primeiro, como disse o Bruno, é um S-longo, e o segundo é chamado R-rotunda, usado antes de letras redondas. Oct 19, 2023 at 21:45

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service and acknowledge you have read our privacy policy.

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.