4

O meu "Aurélio" cita como transitivo indireto ou intransitivo. O Priberam cita como transitivo ou intransitivo e seus exemplos são do uso como transitivo indireto. No entanto, ouço com frequência "as ordens não foram obedecidas" inclusive no Português escrito, como no livro Chaves da Minha Vida de Rui Carvalho:

  • "Para espanto do Ministro, as ordens não foram obedecidas"

Todos nós sabemos, no entanto, que verbos transitivos indiretos não vão para a voz passiva. Afinal, "obedecer" é transitivo direto e indireto, além de intransitivo?

  • 2
    Pelo que estou vendo, algum dia ele já foi transitivo direto, e a voz passiva sobreviveu. Mas está difícil achar uma boa fonte que explique isso direito. – bfavaretto Aug 22 '15 at 0:29
  • Pode bem já ter sido transitivo direto. Mas pode ser também simplesmente uma "inovação." É fácil, mesmo em livros, dizer coisas como "as ordens não foram obedecidas," talvez por analogia com cumprir, acatar, respeitar. – Jacinto Aug 22 '15 at 9:49
6

Alguns gramáticos aceitam a regência direta do verbo obedecer, outros não, mas todos aceitam a voz passiva. A aceitação da regência direta advém do seu uso por alguns autores antigos.

Isto é bem explicado no Dicionário de Verbos e Regimes de Francisco Fernandes (gentilmente disponibilizado por Bfavaretto). Na entrada obedecer, acerca da regência direta vem:

Não obstante condenado por alguns autores de boa nota, é comum encontrar-se nos clássicos antigos o verbo OBEDECER construído com objeto direto: “Tudo o que o Senhor tem falado faremos e OBEDECEREMOS.” ([João F. ]Almeida, Êxodo, 24, 7.) (…) “Quem me ama (diz Cristo) OBEDECERÁ e guardará meus preceitos.” ( [Padre António Vieira, Sermões] VII, 160.) Com a voz passiva, porém, é construção universalmente aceita: “A ordem foi OBEDECIDA.”

Ambos os autores citados nesta passagem são do século XVII.

Já o Professor Paulo Fernandes não se limita a descrever a posição dos outros e, citando o Dicionário prático de regência verbal de Celso P. Luft, afirma que obedecer "pode ser usado na regência direta - obedecer alguém - ou indireta - obedecer a alguém."

A InfoEscola, que diz que obedecer é transitivo indireto mas que pode ser usado na voz passiva! "A fila não foi obedecida."

Para mim pessoalmente, valha isso o que valer, "obedecer um comando" ou o "comando foi obedecido" não me choca, mas "obedecer o comandante!?" Acho que precisaria dalgum tempo para me habituar.

  • 1
    O verbete do Luft, caso interesse. Dá exemplos, mas não discute a origem das regências. – bfavaretto Aug 22 '15 at 11:43
  • Fenomenal! Como é que descobriste isto? – Jacinto Aug 22 '15 at 11:48
  • Eu tenho o dicionário e tirei uma foto :) – bfavaretto Aug 22 '15 at 11:53
  • 1
    Obrigado na mesma. Se reparares, em quase todos os exemplos, a regência direta facilita a construção da frase. Por exemplo, "Quem me ama obedecerá e guardará meus preceitos" é mais escorreito que "... obedecerá aos meus preceitos e guarda-los-á." Acho que ainda não podemos dizer como os ingleses "... obedecerá a e guardará meus preceitos." Talvez usassem regência direta por conveniência. – Jacinto Aug 22 '15 at 12:09
  • 1
    "é transitivo direto mas pode ser usado na voz passiva!" Jacinto, você quis mesmo dizer transitivo "direto"? Não seria "indireto"? – Centaurus Aug 22 '15 at 15:57

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.