3

Em alguns casos no português (também no espanhol e italiano, mas não no inglês ou alemão) escrevemos números romanos ao invés do sistema arábico, por exemplo ao descrever séculos:

O século XXI já começa mais documentado do que qualquer um dos anteriores (fonte)

De fato é mais fácil ler algarismos arábicos, pois os utilizamos para todo o restante dos casos. Se é assim, por que ainda utilizamos algarismos romanos?

3
  • 1
    No alemão de fato é mais raro (fora mostradores de relógios), mas os algarismos romanos são comuns em inglês (vide, e.g., a Wikipedia). Sobre as razões de ainda ser usado, são históricas e estilísticas (nada impediria de "Rambo II" ser escrito "Rambo 2", e maioria dos relógios modernos usa algarismos arábicos).
    – stafusa
    Commented Sep 20, 2022 at 15:30
  • @stafusa Tem razão! Interessantemente para séculos o inglês usa o arábico, e.g. "14th century"
    – vinibrsl
    Commented Sep 25, 2022 at 19:30
  • Copyright MMXXII e comun em inglês
    – mdewey
    Commented Jan 29, 2023 at 17:00

1 Answer 1

-1

Em primeiro lugar, por uma questão de tradição, e segundo por uma razão de propriedade numérica: nosso sistema de contar os séculos é uma herança dos romanos, e assim continuou quando o zero ainda não havia sido introduzido. Na ausência de um século zero, ao sistema árabe não era considerado numerar os séculos com a devida propriedade.

3
  • Usa-se algarismos romanos independente de haver norma ABNT para o texto em questão ou não. Não há norma ABNT para livros de romance, no entanto, pode-se encontrar algarismos romanos lá.
    – m26a
    Commented Jan 25, 2023 at 11:01
  • Percebo. Entretanto, vossa resposta ainda não responde a pergunta. A pergunta é sobre o uso dos algarismos romanos de forma geral, e não sobre o uso dos algarismos romanos em textos jurídicos. Contudo, se souberes por que houve a necessidade de tornar os algarismos romanos obrigatórios nesses tipos de texto, acho que ajuda a elucidar mais a questão.
    – m26a
    Commented Jan 25, 2023 at 19:02
  • Ninguém disse que são obrigatórios, porque não são. Como foi comentado, é uma questão de tradição e costume, não de gramática. Você pode optar por grafar século 21, século vinte e um, ou século XXI, dá na mesma.
    – WicCaesar
    Commented Feb 5, 2023 at 9:56

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service and acknowledge you have read our privacy policy.

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.