5

O ThoughtCo. diz o seguinte sobre esses tipos de verbos:

What's the Difference Between a Dynamic Verb and a Stative Verb?

A dynamic verb (such as run, ride, grow, throw) is primarily used to indicate an action, process, or sensation. In contrast, a stative verb (such as be, have, seem, know) is primarily used to describe a state or situation. (Because the boundary between dynamic and stative verbs can be fuzzy, it's generally more useful to talk of dynamic and stative meaning and usage.)

Nordquist, Richard. "Definition and Examples of Dynamic Verbs." ThoughtCo, Aug. 27, 2020, thoughtco.com/what-is-a-dynamic-verb-1690487.

Eu tenho a sensação de que stative verbs são os verbos de ligação em português, e os dynamic verbs são os verbos transitivos e intransitivos. Está correcta esta percepção? Se não, há alguma correspondência em português para esses conceitos?

6

Há correspondente: verbos estativos ou de estado e verbos eventivos. Para definições concisas vê Afrânio da Silva Garcia, Verbos Incompatíveis com o Progressivo — Estudo Comparativo do Inglês e do Português, UERJ, 2010 (p. 157):

Assim sendo, os verbos podem ser divididos em dois tipos em relação ao caráter: eventivos e estativos.

Eventivos, do sentido mais amplo da palavra evento: acontecimento, ocorrência, indica um verbo que traduz a ocorrência de uma modificação qualquer, seja no sujeito, seja no objeto. Mesmo a modificação de um estado para outro, como nos verbos incoativos (envelhecer etc.), caracteriza um verbo como eventivo.

Estativos, derivado de estado, indica um verbo denotativo de uma situação em que não ocorre qualquer modificação quer no sujeito, quer no objeto.

E este artigo de Carlos Rocha no Ciberdúvidas (2006) faz uma pequena apresentação dos verbos estativos (formatação minha):

Um verbo estativo descreve um estado, ou seja, uma situação não dinâmica. Segundo Maria Helena Mira Mateus et aliae (Gramática da Língua Portuguesa, Lisboa, Editorial Caminho, 2003, pág. 191), a classe dos verbos estativos têm várias subclasses, entre elas, os verbos existenciais (haver, ser, existir), os verbos locativos (morar, ter, pertencer), os verbos epistémicos (saber), os verbos perceptivos (ver), os verbos psicológicos como gostar e os verbos copulativos (ser em «ser professor» e andar em «andar triste»).

Portanto os verbos de ligação, ou copulativos, são estativos, mas muitos verbos estativos não são copulativos. E quer estativos quer eventivos podem ser transitivos ou intransitivos:

Exemplos de verbos estativos:

Intransitivos: A mula sem cabeça existe e mora em Almada

Transitivo direto: Adoro café e detesto tabaco

Transitivo indireto: Gosto de café

Exemplos de verbos eventivos:

Intransitivos: Ela espirrou e sorriu

Transitivo direto: Descascou a maçã e comeu-a

Transitivo indireto: Já telefonei ao João

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.