1

Eu tenho uma enorme dificuldade de aprender análise sintática, porque existem muitos termos que me confundem, e muitas vezes a explicação de um termo usa outros termos que eu não sei, e vira um labirinto. Também parece que cada palavra numa mesma oração pode ter diferentes classificações, como "adjunto adnominal", "complemento nominal", etc... Então, o que eu devo estudar primeiro, para ter conhecimento suficiente para entender análise sintática?

12
  • 1
    Li., como qualquer coisa complexa, se possível, é melhor aprender em ordem: todamateria.com.br/lingua-portuguesa/sintaxe. Outra recomendação é anotar as classificações, e também ver exemplos e fazer exercícios — o TodaMatéria dá exemplos e exercícios. Se não quiseres aprender em ordem, será um labirinto, mas um labirinto nem perto de impossível. Se fores pelo labirinto, provavelmente terás de fazer isto: se não souberes X, pesquisa X; se lá aparecer Y, pesquisa Y, e assim por diante. Ou seja, é mais fácil aprender em ordem. Por sinal, aprender morfologoa antes pode ajudar.
    – Schilive
    Sep 16 at 17:43
  • 1
    Ver a mesma coisa em fontes diferentes também pode ajudar, mas entender também é do esforço teu, então, se vires o texto sobre adjunto adnominal e pensares "'tendi não, mas 'tá" ou "entendi mais ou menos", volta e lê de novo até se entender ou talvez ver outra fonte. Ademais, fazer exercícios é importante. Se não souberes fazer um sequer, não sabes sintaxe. Dos exemplos, não é apenas olhar e falar "'tá bom", mas tentar entender porque, por exemplo, "de ferro" foi classificado como adjunto adnominal no exemplo.
    – Schilive
    Sep 16 at 17:52
  • @Schilive Que tal escrever uma resposta baseada nos teus comentários? :)
    – stafusa
    Sep 16 at 18:26
  • @stafusa, para falar a verdade, eu nem achei que pergunta fosse ficar no ar, pela inexatidão.
    – Schilive
    Sep 16 at 18:53
  • 1
    Li, nós aqui respondemos a perguntas específicas. Por exemplo, poderíamos explicar a classificação duma oração concreta ou a diferença entre adjunto nominal e complemento nominal, ou explicar um caso concreto: porque é que em ela tem confiança no irmão, no irmão é complemento nominal e não adjunto nominal. Portanto, quando tiveres uma dúvida concreta, não hesites; pergunta e nós tentaremos dar uma resposta concreta. Agora esta tua pergunta é muito abrangente. Uma razão para fechar uma pergunta é ela ser tão abrangente que a resposta poderia dar um livro. Por isso votei para fechar.
    – Jacinto
    Sep 21 at 6:42

Browse other questions tagged or ask your own question.