4

Nas gírias da língua portuguesa, é possível usar turbinar e turbinado como:

  1. [Informal] Que foi desenvolvido ou reforçado para melhorar o seu funcionamento ou qualidades (ex.: motor turbinado).
  1. [Brasil, Informal] Que foi aumentado, geralmente por meio de implante de silicone (ex.: bumbum turbinado).

"Turbinado", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/turbinado [consultado em 10-05-2021].

Em exemplos:

Podemos colocar leite condensado para turbinar a receita.

Pôr silicone nos seios para dar aquela turbinada.

Quando que a palavra começou a ter este significado?

1
  • ... esse uso também chegou a Portugal: «'Tá turbinada, e não lhe falta nada»
    – ANeves
    May 10 at 17:17
3

Esse significado provavelmente tem sua origem no uso de turbocompressores para aumentar a potência/eficiência de motores de automóvel. Carros de passeio com motores turbo de série entraram no mercado no início dos anos 1960, e chegaram ao Brasil apenas na década de 1990 — embora carros "fora de série" (outra expressão automobilística que entrou para o vocabulário, significando "excepcional"), assim como ônibus e caminhões turbinados já existissem no país nos anos 1970. Parece portanto improvável que a gíria tenha surgido antes dessa década.

A data mais antiga que encontro nos corpus do português para esta gíria é 1994:

Corpus do Português:

Date: (08/abr/97)
Title: Governo tenta evitar déficit de US$ 15 bi
Expanded context: [...] uma medida provisória em elaboração para "turbinar" as operações de drawback (exportação de produtos com componentes importados) [...]

CETENFolha, pelo Projeto AC/DC:

par=Dinheiro--94a-2: A maioria consiste em novos cartuchos com velhos e novos personagens e acessórios para «turbinar» os videos.
par=Revista--94b-1: Ele passeia com a BMW paterna, mas de seu mesmo tem um Santana 92, que mandou turbinar.
par=TV--94b-2: No primeiro, Tim tenta turbinar o lava-louças da mulher; no segundo, ela o obriga a ensinar boas maneiras às crianças, três aprendizes de «Beavis e Butt-Head».

Mas, pesquisando no acervo da Folha de São Paulo, encontrei uma ocorrência já em 1988:

enter image description here

É de se supor que a gíria tenha existido por um tempo antes de ser usada num jornal, então algum momento nas décadas de 1970 ou 1980 parece ser sua data da nascimento provável.

0

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.