10

O feminino de:

Dentre vários outros exemplo de femininos que quando vêm do masculino terminado em -or viram -ora.

Por que para o caso do ator, a palavra no feminino não é atora?

  • 3
    Estranho é que em alguns casos, como embaixador e imperador os femininos são embaixatriz e imperatriz, mas como aponta @Earthliŋ cantor e produtor admitem cantora e produtora – gmauch Aug 14 '15 at 13:52
  • 2
    @gmauch bem lembrado, esses exemplos não me passaram pela cabeça na hora de criar a pergunta – Math Aug 14 '15 at 13:53
  • Palavras que terminam em ‑triz — mas não a perdiz. :) – tchrist Aug 14 '15 at 21:31
  • @tchrist O site do teu link morreu. Vou apagar-te o comentário. – ANeves thinks SE is evil Apr 12 '19 at 16:28
  • @gmauch embaixatriz e imperatriz não são femininos de embaixador e imperador. O correto é: embaixadora e imperadora, respectivamente. Porém, por usucapião do erro, alguns gramático aceitam estes erros, os puristas repudiam. – Valdeir Psr May 18 '19 at 16:01
13

A palavra atriz vem do latim actrix, -īcis.

Por que para o caso do ator, a palavra no feminino não é atora?

Nesse caso acho que é uma questão de etimologia.


No caso de cantora, também tem uma forma semelhante:

cantatriz
[Do lat. cantatrice.]
substantivo feminino

  1. Cantora profissional; cantora.

Fonte: Aurélio, 5ª edição

No caso de produtor, têm produtora e produtriz e acho que se usam as duas formas em contextos diferentes:

  • produtora
    Empresa especializada na produção de filme, video ou programa de rádio.

  • produtriz
    Feminino de produtor. Responsável (feminino) pelo financiamento e supervisão de uma produção.

    (adaptados das entradas no Aurélio)

(Como não existe a palavra productrix, -īcis no latim, parece que o sufixo -triz no português é (ou era) produtivo. Em outras palavras, o sufixo é usado na formação de palavras novas, formando formas femininas de substantivos masculinos com sufixo -tor / -dor.)

| improve this answer | |
  • 2
    Excelente resposta mais uma vez, parabéns! +1 – Jorge B. Aug 14 '15 at 13:50
6

A maioria dos substantivos masculinos que designam profissões, principalmente aqueles que terminam em "o", passa para o feminino com a substituição de "o" por "a" ou simplesmente o acréscimo de "a", se terminarem em uma consoante.

  • sapateiro/sapateira
  • costureiro/costureira
  • professor/professora
  • secretário/secretária
  • dançarino/dançarina
  • médico/médica
  • enfermeiro/enfermeira

Outros substantivos formam o feminino com outros sufixos

  • "ete" (garçonete)
  • "tisa" (poetisa, sacerdotisa)
  • "ã" (tabeliã)

outros ainda formam o feminino com o acréscimo de "triz". É o caso de ator/atriz, imperador/imperatriz. "meretriz" termina em "triz" mas não tem forma correspondente no masculino. Ainda temos o caso especial de "embaixador" que admite as formas "embaixadora" (a mulher titular de um cargo na embaixada) e "embaixatriz" (a esposa do embaixador)

Por fim, também existem aquelas profissões que formam o feminino de forma totalmente irregular, aquelas que não variam em gênero (o/a artista), etc. Nâo há uma regra, é uma questão de terminação do masculino e do uso consagrado pelo povo. Não tanto uma questão de etimologia. O estudante de Lingua Portuguesa tem que aprendê-los de acordo com a terminação do masculino, e depois estudar as exceções (é o caso de "ator/atriz"). vide

| improve this answer | |
-1

Imperadora é o feminino de Imperador. Imperatriz, é a esposa do Imperador. Atriz é a forma correta, embora não concorde.

| improve this answer | |
  • 2
    Dizer que "atriz é a forma correta" não responde à pergunta. A pergunta é precisamente por que é que atriz é correto. Os dicionários dizem que imperatriz pode ser a soberana de um império (feminino de imperador) ou a esposa do imperador. – Jacinto Sep 14 at 20:20

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.