1

Existe diferença de significado entre no caso de e caso?

Sei que gramaticamente, sim, eles são diferentes. Mas e quanto ao significado?

Por exemplo:

Vamos encomendar mais salgadinhos e docinhos no caso de ele vir com a família toda.

Caso ele venha com a família toda vamos encomendar mais salgadinhos e docinhos.

Os dois estão dizendo a mesma coisa, ou seja: Se ele vier com a família toda, depois encomendamos mais salgadinhos e docinhos.

Mais um exemplo:

Leve o mapa da cidade no caso de não conseguir encontrar a pousada.

Leve o mapa da cidade caso não consiga encontrar a pousada.

Nesse exemplo, a pessoa primeiro leva o mapa que talvez depois possa precisar.

Está certo? Ou seja, caso tem significados diferentes nesses exemplos?

0
1

Sim, no exemplo dos “salgadinhos e docinhos”, se o significado pretendido é

Se ele vier com a família toda, depois encomendamos mais salgadinhos e docinhos

Podes usar caso ou no caso de:

No caso de ele vir com a família toda, vamos encomendar mais salgadinhos e docinhos
Caso ele venha com a família toda, vamos encomendar mais salgadinhos e docinhos

Vamos encomendar mais salgadinhos e docinhos no caso de ele vir com a família toda
Vamos encomendar mais salgadinhos e docinhos caso ele venha com a família toda

Geralmente, é mais comum começar com no caso de/caso (duas primeiras versões acima) do que com o vamos encomendar. Como observaste, a gramática é diferente: no caso de pede um infinitivo pessoal (no caso de ele vir, no caso de eles virem); caso pede um subjuntivo (caso ele venha, caso eles venham).

Os exemplos do “mapa” soam estranhos aos meus ouvidos de falante de português europeu. Para o significado que tu pretendes:

Leve o mapa da cidade, porque poderá precisar dele

Eu usaria para o caso de:

Leve o mapa da cidade para o caso de não conseguir encontrar a pousada

Porque se usares no caso de ou caso a minha interpretação seria como nos exemplos dos “docinhos e salgadinhos”: ’se você não conseguir encontrar a pousada, leve o mapa’. É claro que esta interpretação não faz muito sentido, e eu pensaria que a pessoa talvez quisesse dizer para o caso de e se tivesse enganado.

3
  • Deves fazer uma nota que estás a explicar português europeu, Jacinto, porque a pergunta é explicitamente sobre português brasileiro.
    – ANeves
    Nov 3 '20 at 9:29
  • Eu inicialmente entendi "compro mais salgadinhos no caso de virem muitos" como "compro já mais, não vá acontecer virem muitos", e a outra frase "compro mais salgadinhos caso venham muitos" como "se vierem muitos, então [nessa altura] compro mais". E acho esta uma leitura plausível. Mas fizeste-me pensar sobre isto, e acho que a leitura que fizeste é também adequada. :)
    – ANeves
    Nov 3 '20 at 9:33
  • @ANevesthinksSEisevil, para mim no caso de = se: "compro no caso de virem" = "compro se vierem" = "compro caso venham". Compro antes para estar preparado, para mim é "compro para o caso de virem". Eu sei que o que faria talvez sentido fazer numa situação real seria comprar antes para o caso de eles virem, e vi alguns exemplos em que no caso de aparecia onde eu escreveria para o caso de, mas pareceu-me escrita descuidada ou até talvez traduções mal feitas: havia um "somente no caso de" que cheira a tradução de "just in case" (que é 'para o caso de').
    – Jacinto
    Nov 3 '20 at 11:23

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.