3

No meu dileto:

  1. Me tem principalmente duas pronúncias, [me] e [mɪ]. A pronúncia com /i/ é mais comum, mas ambas existem. Quando se tonizam, são [ˈme] e [ˈmi].
  2. Mim se pronuncia [ˈmiŋ]. Esta já é tônica. Falar com [ɪ] é bem inatural para mim.

Já vi muitas pessoas errando em diferenciar "me" de "mim" na escrita. Sempre achei que era porque "me" e "mim" eram normalmente falados como "mi'.

Por isso pergunto: diferenciar "me" de "mim", na fala, é o normal ou é algo dialetal?

Nas transcições fonéticas, usei o AFI (Alfabeto Fonético Internacional). Vide https://pt.wikipedia.org/wiki/Alfabeto_Fon%C3%A9tico_Internacional;

1
  • 1
    Comments are not for extended discussion; this conversation has been moved to chat.
    – Jorge B.
    Sep 18 '20 at 10:51
1

Em Portugal, sim. São completamente diferentes.

"Me" soa [mɨ] — talvez entre um "ê" e um "ü".
"Mim" soa [mĩ] — entre um "i" e um "ing".

Este site permite gerar IPA pt-PT: http://european-portuguese.info/pt/ipa#Foi%20ele%20que%20me%20deu,%20a%20mim.

Foi ele que me deu, a mim.

IPA:
ˈfoj ˈe.ɫɨ kɨ ˈdew, ɐ ˈmĩ.

E este fala da pronúncia: http://cvc.instituto-camoes.pt/cpp/acessibilidade/capitulo2_1.html

  • O "e" de "me" soa como o "e" de "sabe": ['sabɨ]
  • "Mim" soa como "sim" mas com /m/ em vez de /s/: ['sĩ]

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy