3

No meu dileto:

  1. Me tem principalmente duas pronúncias, [me] e [mɪ]. A pronúncia com /i/ é mais comum, mas ambas existem. Quando se tonizam, são [ˈme] e [ˈmi].
  2. Mim se pronuncia [ˈmiŋ]. Esta já é tônica. Falar com [ɪ] é bem inatural para mim.

Já vi muitas pessoas errando em diferenciar "me" de "mim" na escrita. Sempre achei que era porque "me" e "mim" eram normalmente falados como "mi'.

Por isso pergunto: diferenciar "me" de "mim", na fala, é o normal ou é algo dialetal?

Nas transcições fonéticas, usei o AFI (Alfabeto Fonético Internacional). Vide https://pt.wikipedia.org/wiki/Alfabeto_Fon%C3%A9tico_Internacional;

  • 1
    Comments are not for extended discussion; this conversation has been moved to chat. – Jorge B. Sep 18 at 10:51
2

Em Portugal, sim. São completamente diferentes.

"Me" soa [mɨ] — talvez entre um "ê" e um "ü".
"Mim" soa [mĩ] — entre um "i" e um "ing".

Este site permite gerar IPA pt-PT: http://european-portuguese.info/pt/ipa#Foi%20ele%20que%20me%20deu,%20a%20mim.

Foi ele que me deu, a mim.

IPA:
ˈfoj ˈe.ɫɨ kɨ ˈdew, ɐ ˈmĩ.

E este fala da pronúncia: http://cvc.instituto-camoes.pt/cpp/acessibilidade/capitulo2_1.html

  • O "e" de "me" soa como o "e" de "sabe": ['sabɨ]
  • "Mim" soa como "sim" mas com /m/ em vez de /s/: ['sĩ]
| improve this answer | |

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.