6

Há, para os falantes nativos de português europeu, alguma distinção entre os verbos 'saltar' e 'pular'?

Por exemplo, são aceitas as seguintes frases com qualquer um dos verbos? Há alguma preferência?

O gato pulou/saltou do telhado.

O gato pulou/saltou em mim.

Eu tive que pular/saltar para alcançar a corda.

Eu pulei/saltei de alegria.

Ele pula/salta corda.

Li quase todas as páginas, só pulei/saltei duas.

Vou pular/saltar o almoço.

Falantes de outras variantes também podem comentar sua própria percepção.

1
  • 1
    Brasil, SP, SBC. Eu não vejo nenhuma diferença de significado puro. Mas acho que "saltar" é um pulo mais curto, porque eu não falaria instintivamente "ele saltou para a atmosfera" — não estou dizendo que ficaria estranho, porque não ficaria. Também acho que só falaria "saltaram o muro", se os agentes (saltadores) tivessem pulado o muro sem lhe encostar. Também acho eu que "saltar" possa ter um final, um lugar em que "pousou", mas desse tenho 0% de certeza ou confiança. Acho que só falaria "saltar o almoço" em referência ao verbo "pular", mas não acho errado, só incomum.
    – user4788
    Jun 9 '20 at 7:06
2

Na minha experiência de nascido e criado em Portugal, é assim:

saltar

Saltar à corda

Li quase tudo; só saltei duas páginas; saltei uns parágrafos

Preferência por saltar

Saltei o muro; saltei o ribeiro

O cavalo saltou por cima do carro

O gato saltou do telhado

O gato saltou-me em cima (dá a ideia que me atacou)
O gato saltou-me para cima; saltou para cima de mim
O gato saltou-me para o colo; para o ombro

Tive de saltar para alcançar a corda

Preferência por pular

Pulei de alegria

Ele foi ao baile e fartou-se de pular (’dançar energicamente’)

A criança anda sempre aos pulos; não se cansa de tanto pular

Nunca ouvi saltar ou pular o almoço. Encontrei nalguns, raros, livros, e fico com a sensação que é uma adaptação do inglês to skip lunch. Se tivesse de escolher, diria saltar o almoço, mas o mais natural é mesmo dizer “hoje não almocei”.

Depois de pensar nestes exemplos todos, a minha conclusão é a seguinte. Em Portugal, saltar à corda é expressão fixa, como em saltar ao eixo ou saltar à vara. Tendemos a usar saltar para significar transpor um obstáculo ou distância. A preferência parece-me especialmente forte no caso de saltar um obstáculo — pular o muro ou pular um parágrafo soa-me estranho. O gato pulou-me para o colo ou pulou para cima do armário até me parece bem, mas é muito mais comum usar-se saltar mesmo nestes casos. E preferimos pular quando falamos simplesmente de impulsão no ar sem objetivo de locomoção.

E já agora, também é saltar quando falamos de coisas inanimadas:

Com a trepidação, saltou um parafuso que estava mal apertado

A pressão fez saltar a rolha

Saltou-me a tampa, e disse-lhe das boas (metafórico, ’perdi a paciência e explodi’)

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.