1

Existe um modelo, um esqueleto, de redação circulando pela internet, para as pessoas que estão estudando para vestibulares, que é mais ou menos assim:

Na obra "Utopia" do escritor Thomas More, é retratada uma sociedade perfeita, na qual o corpo social padroniza-se pela ausência de conflitos e problemas. No entanto, o que se observa na realidade contemporânea é o oposto do que o autor prega, uma vez que a intolerância religiosa apresenta barreiras, as quais dificultam a concretização dos planos de More. Esse cenário antagônico é fruto tanto do preconceito, quanto da falta de informação. Diante disso torna-se fundamental a discussão desses aspectos, a fim do pleno funcionamento da sociedade.

Eu estranhei o trecho 'cenário antagônico', porque na minha cabeça o livro apresentaria um cenário e a realidade apresentaria outro cenário, mas no contexto desse trecho de texto a palavra 'cenário' está sendo usada para apresentar livro+realidade. Esse é um uso correto da palavra 'cenário'?

Aproveitando a pergunta, outra dúvida que tive sobre esse mesmo trecho é o uso da palavra 'pregar', que para mim significaria algo como "afirmar enfaticamente". Entretanto, o livro citado é uma obra de ficção, nesse caso o uso da palavra 'prega' seria correto?

2

Creio que ambos os usos estão corretos.

  • "Esse cenário antagônico", refere-se ao cenário da "realidade contemporânea" que, com sua intolerância, é oposto ("antagônico") à sociedade perfeita que More descreve.

  • Pregar é: fazer propaganda, apregoar, exaltar, difundir, evangelizar, etc. O fato de se tratar de um trabalho de ficção não o impede de pregar: vide fábulas e parábolas, com suas morais.

Não li o livro, mas pela descrição na Wikipedia, a interpretação dominante é se tratar de uma crítica à sociedade da época e apresentação (sincera ou sarcástica) de uma alternativa socialista, a da ilha de Utopia. Portanto o uso da palavra "pregar" sugere que o autor do trecho do modelo de redação toma a descrição de Utopia como uma proposta sincera.

| improve this answer | |
  • A propósito, não vem muito ao caso mas, na minha opinião, esse trecho de texto não tem qualidade o bastante para ser exemplo de redação. Dois exemplos concretos: melhor que "barreiras, as quais" seria "barreiras que"; e falta um verbo em "a fim do pleno funcionamento", como "de se atingir o", além de que "pleno" não parece muito adequado ao contexto. – stafusa May 29 at 18:01
  • Obrigado @stafusa! De fato, marquei bobeira, eu primeiro pensei no cenário referente ao livro, mas não fazia sentido, depois pensei que o cenário podia fazer referência a livro+realidade e aí me pareceu errado, mas, de fato, não tinha pensado no cenário referente à realidade, que é antagônica referente ao livro... aí fez todo o sentido, grato! E, verdade, pregar nesse sentido também faz sentido. – Pedro Gaspar May 29 at 19:30
  • Sobre seus comentários, também senti a mesma coisa em relação à qualidade do texto e também estranhei esses "as quais" que poderiam ser "que" e ficaria bem melhor. Não tinha nem percebido o "a fim do pleno funcionamento", mas de fato falta um verbo ali! – Pedro Gaspar May 29 at 19:31
  • 1
    Pois é, @PedroGaspar, e a tua confusão sobre a qual cenário ele se referia também é sinal de que o texto poderia ser melhor. – stafusa May 29 at 19:32

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.