6

A palavra "berinjela" é escrita com j no Brasil e com g em Portugal e outros países.

Por que existe esta diferença?

Isso não foi resolvido pelo novo acordo ortográfico?

2
  • 1
    O Brasil possui a sua própria Norma Ortográfica que difere da portuguesa. Comentaristas de diários de direita portugueses, vários, aproveitam-se para ironizar o fato de Dilma Rousseff ter adotado a forma 'presidenta'. Esta gente de maneira obtusa se fiou unicamente na Norma Portuguesa e se esqueceu que o Brasil tem sua própria Norma que admite as duas formas, a presidente e a presidenta, apenas a 2ª é menos usada. O Acordo Ortográfico foi feito para dar uma MÍNIMA escrita comum (alteração entre 1,5% a 2% das palavras somente) entre as duas vertentes do português e não para unificar tudo.
    – Muzho
    Aug 4 '15 at 15:56
  • No Brasil normalmente se escreve com j as palavras de origem árabe, africana e tupi (indígena). Jan 21 '16 at 14:00
8

As grafias diferentes existem por a palavra original ser árabe e haver diferentes tradições lexicográficas em Portugal e no Brasil.

Segundo Pedro Mendes, nas dúvidas linguísticas do FLiP:

Beringela é a forma preferencial e é a única forma atestada em todas as obras de referência consultadas para o português europeu. A forma berinjela aparece apenas registada em dicionários ou vocabulários brasileiros. De entre os dicionários brasileiros, o Dicionário Aurélio e o Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras registam apenas a forma berinjela, enquanto o dicionário Aulete Digital e o Dicionário Houaiss registam as duas formas (este último regista berinjela explicitamente como forma não preferencial, remetendo-a para a forma beringela).

Esta diferença de registos deve-se essencialmente à existência, em português, de duas consoantes para representação do mesmo som, o que originou, em muitas palavras de origem árabe (veja-se, por exemplo, casos como alfange/alfanje, alforge/alforje ou alquequenge/alquequenje), duas tradições lexicográficas distintas, no português europeu tendencialmente com g, no português brasileiro tendencialmente com j.

Deve referir-se ainda, a este respeito, que a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990 não altera nem resolve estas divergências ortográficas.

Bibliografia: Rebelo GONÇALVES, Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa, Coimbra: Atlântida, 1947, pp. 26-27.

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.