0

Existe alguma regra para se fazer a contração de uma preposição com artigo ou pronome ?

Pessoalmente, eu tento falar da forma que me soa correto. Por exemplo:

  • Independente de o que eles possam querer, nós já decidimos... (sempre falo)
  • Estou intrigado com o fato de ele nunca ter se pronunciado a respeito....(sempre falo)
  • Ele chegou um pouco antes de a festa começar. (sei que o correto é assim, mas falo "antes da festa")
  • Está na hora de as crianças irem dormir. (idem ao anterior, eu digo "das crianças" embora ache que está errado)
  • Apesar de a maioria da população odiar o presidente... (também acho que falo errrado, eu digo "da maioria)

No entanto, sempre faço a contração em:

  • Tenho algumas dúvidas a respeito do uso do verbo haver.
  • Pretendo ir à casa dos meus avós amanhã.
  • A despeito do que você possa dizer, eu já decidi que... (quanto a esse último, não tenho certeza quanto à forma correta.)

Aparentemente, na maioria das vezes eu sei quando fazer a contração ou não, mas não sei porque. Faço-o por ter tido muito contato com algumas pessoas que têm grande conhecimento da língua portuguesa e isso ficou absorvido. Então, o que eu pergunto é: existe alguma regra para se fazer ou não a contração da preposição com um artigo definido ou pronome? Existem exceções a tal regra? E os artigos indefinidos, como ficam? (de um = dum, de um = duma)

A pergunta refere-se principalmente à língua falada.

9
  • 2
  • 2
    Há um impasse entre os gramáticos, mas, em regra, não se utiliza a contração da preposição com o sujeito, no entanto, pode ocorrer em complementos nominais, verbais etc, por exemplo: Independente de o que eles possam [correto], Independente do que eles possam [correto]; antes de a festa começar [errado], antes de a festa começar [correto]. – Valdeir Psr Mar 23 '20 at 14:33
  • Does this answer your question? O uso do sujeito preposicionado é válido na norma culta? – user4788 Sep 9 '20 at 21:19
  • @Schilive Nope. – Centaurus Sep 10 '20 at 1:41
  • @Centaurus, se não te for incômodo responder, não responde porque a tua pergunta se refere à língua falada? – user4788 Sep 10 '20 at 2:09
-1

A contração dela nesse caso seria incorreta, pois dela é pronome possessivo:

"O carro dela."

Isso é arcaico, mas para se evitar ambiguidade pode-se usar:

Tenho medo d'ela não aceitar.

A forma não contraída é sempre correta:

  • Tenho medo de o bicho papão. (Embora soe estranho está correta)

Antigamente com a impressora de tipo era interessante economizar caracteres, pois era muito trabalhoso montar as matrizes de tipo, hoje em dia você pode perder três segundos por dia e escrever a forma não contraída.

3

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.