2

A realização de ligações entre um documento a outro recurso é muito comum nos dias de hoje, principalmente na internet. Nesse sentido, ao utilizar um link, é correto usar neste ou nesse?

Por exemplo:

Qual dos dois está gramaticalmente correto, e por quê?

3
  • 1
    O correto é neste. O pronome este é catafórico, ou seja, ele faz referência a um termo posterior (documento). Feb 22 '20 at 14:46
  • 2
    @ValdeirPsr, não queres escrever isso numa resposta? Responder em comentários não é nada kosher...
    – ANeves
    Feb 24 '20 at 16:30
  • @ANeves, às vezes estou no celular e isso dificulta escrever uma resposta "completa" com fontes, exemplos etc. Pelo fato de ter que buscar informações na internet. Neste caso, prefiro deixar uma informação que possa servir para dar um "norte" ao autor da pergunta ou outro usuário que possa elaborar uma resposta melhor. Feb 25 '20 at 15:23
2

De acordo com a gramática mais tradicional, e especialmente no português europeu, como o Valdeir Psr indicou em comentário (e como respondido na segunda pergunta deste site (!)), o correto é este, por fazer referência a um termo que ainda está por vir no texto. Veja, e.g., essa questão no Ciberdúvidas e esta página.

Já no português brasileiro, a preferência é pelo esse, que nos parece mais natural - como colocado nessa outra questão do Ciberdúvidas:

Quando o pronome ocorre isolado, o mais frequente, e o aconselhado em Portugal, é recorrer a este. Acontece que no Brasil parece haver uma clara preferência pelo pronome esse em detrimento de este, no mesmo contexto.

e nesta dissertação (Hélcius Batista Pereira, USP 2005):

os brasileiros só fazem uso significativo de "este" nos gêneros marcados por uma maior pressão da norma gramatical dos manuais. Os portugueses, no entanto, mantêm o sistema ternário, ainda ancorado na questão espacial / no campo de interlocução, tanto na fala como na escrita.

Nos tipos de textos em que a norma dos manuais se impõe, os dois sistemas encontram espaço para optar livremente cada qual por uma forma: o português opta por "este", enquanto o brasileiro, por "esse".

A presente pesquisa contestou a interpretação de Marine (2004) que via na oralidade brasileira um caso de especialização de formas em função do tipo de referência. Os nossos dados mostraram que na fala do brasileiro a forma "este" é apenas residual e está em vias de substituição por "esse".

1
  • A própria resposta é um exemplo de inconsistência no uso de esse/este: "Veja, e.g., essa questão no Ciberdúvidas e esta página."; "como colocado nessa outra questão do Ciberdúvidas e nesta dissertação". Garanto que não foi proposital. :-)
    – stafusa
    Feb 25 '20 at 15:55

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.