3

Em matemática, "função injetora" tem exatamente o mesmo significado de "função injetiva". Conforme destacado neste texto, é preferível usar a segunda opção porque ela admite a derivação "injetividade" enquanto "injetoridade" não existe. Em face disso, gostaria de saber:

  1. Em geral, existe algum termo que podemos usar para nos referirmos a palavras que admitem sufixos?

  2. Em particular, existe algum termo utilizado para distinguir palavras que admitem o sufixo "dade" daquelas que não admitem? Ou seja, as palavras que admitem o sufixo "dade" (como, por exemplo, "injetivo") pertencem a alguma "classe especial" de palavras?

  3. O processo de transformar uma palavra adicionando o sufixo "dade" possui algum nome específico?

  4. É correto dizer que a apalavra "injetor" não admite sufixação?

3

O sufixo “dade” é usado para formar substantivos (femininos) abstratos derivados de adjetivos.

Vem do latim -tas, tatis (-tate em latim vulgar). Existe em línguas românicas (italiano “tà”, francês “té”, espanhol “dad” (ou “tad”), português “dade” (“tade”), romeno “tate”) e até em inglês “i/ety”.

Os substantivos assim formados expressam a idéia de estado, situação ou quantidade.

| improve this answer | |

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.