1

"Tomara!" é uma interjeição usada no português brasileiro para exprimir desejo (similar ao "oxalá!" do pt-PT) e, com o mesmo sentido, também pode ser usada em frases como:

  • Tomara que ele perca.
  • Tomara que seja verdade.
  • Tomara que nada (de ruim) aconteça.

A única referência a origem desse uso que encontrei foi no site Origem da Palavra, onde se afirma que a origem é desconhecida.

Em pt-PT a expressão mais próxima seria "Tomara eu!". Talvez essa seja uma pista para a origem de "Tomara!" - e se poderia especular que o "tomara que" derivaria da interjeição. Mas seria interessante ter mais que especulações.

2

O Novo dicionário da língua portuguesa de Candido de Figueiredo (1913) coloca (pg. 1965) como um dos significados que o verbo "tomar" admitia na época:

Escolher. Desejar: tomara êlle que assim fôsse!

ou seja, "Desejara/Quisera ele que assim o fosse!".

E aqui esse "desejara" não assume o valor atual usual do pretérito mais-que-perfeito (de "passado do passado"), mas sim o de condicional que indica desejo ou aspiração, como no exemplo "Quisera eu que tu estudasses." (em que quisera=quereria), um uso que não se mantém na linguagem coloquial atual.

Portanto, "tomara que" significava "(eu) desejaria que" ou, mais diretamente, "desejo que".

| improve this answer | |

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.