2

1) Algum dos três "me" da frase abaixo tem que vir após o verbo?

— Aeromoça! Tem um cara que eu não conheço me acusando, me ameaçando e me insultando!

2) O "lhe", da frase abaixo, também tem que vir após o verbo?

— Senhor, lhe peço gentilmente para que deixe a moça em paz ou terei que expulsá-lo do voo!

3) Algum dos dois últimos "se", da frase abaixo, ainda tem que vir após o verbo?

♪ Pode-se, se deve e se vai aprender muito! ♫ ()

No inglês e no espanhol não tem erro. No inglês, o verbo sempre vem antes do pronome; já no espanhol, a ordem tanto faz e apenas se deve aglutinar o verbo ao pronome como uma única palavra se o verbo vier antes no caso.

1
  • Na variedade europeia, nos casos em que tens dúvidas é sempre depois do verbo (no último possivelmente com subida, ou seja "vai-se aprender" ou "vai aprender-se") . Mas acjo que queres o uso no Brasil, certo? – Artefacto Aug 30 '19 at 1:35
1

Dúvida #1

No exemplo dado, você pode utilizar a regra da ênclise (pronome após o verbo) ou próclise (pronome antes do verbo).

Dúvida #2

No exemplo 2, a função do lhe, morfologicamente falando, é de pronome oblíquo. Portanto, deve seguir a lógica da ênclise, visto que é início de oração. Ou seja, ficar após o verbo.

— Senhor, peço-lhe gentilmente para que deixe a moça em paz ou terei que expulsá-lo do voo!

Dúvida #3

No exemplo 3, a função do se é Índice de Indeterminação do Sujeito. Este índice, também conhecido como partícula, sempre acompanha verbos na 3ª pessoa do singular que não possua sujeito. A partícula de indeterminação implica, basicamente, um sujeito genérico e/ou impreciso. A posição da partícula segue a regra da próclise e ênclise.

No início de orações ou quando não houver palavras atrativas, usa-se a partícula após o verbo (em regra):

 Pode-se, deve-se  e  vai-se aprender muito!
└─┬─┘└┬─┘ └─┬─┘└┬┘└┬┘└─┬─┘└┬┘└───┬───┘└──┬──┘
  │   │     │   │  │   │   │     │       └── Advérbio
  │   │     │   │  │   │   │     └────────── Verbo
  │   │     │   │  │   │   └──────────────── Pronome (Pode usar a regra da ênclise ou próclise)
  │   │     │   │  │   └──────────────────── Verbo
  │   │     │   │  └──────────────────────── Conjunção (permite o uso do pronome antes do verbo "vai"
  │   │     │   └─────────────────────────── Pronome (Ênclise obrigatória)
  │   │     └─────────────────────────────── Verbo
  │   └───────────────────────────────────── Pronome (Ênclise obrigatória)
  └───────────────────────────────────────── Verbo

Pode-se, deve-se e vai-se aprender muito! [Ênclise]
Pode-se, deve-se e se vai aprender muito! [Ênclise / Próclise]

No último exemplo, como há a conjunção aditiva e, pode usá-la antes ou depois do verbo.

Quando houver palavras atrativas, a partícula deverá ficar antes do verbo

  Aqui  se   faz;  aqui   se   paga!
└──┬──┘└─┬─┘└─┬─┘ └──┬──┘└─┬─┘└─┬─┘
   │     │    │      │     │    └── Verbo
   │     │    │      │     └─────── Pronome (próclise)
   │     │    │      └───────────── Advérbio (palavra atrativa
   │     │    └──────────────────── Verbo
   │     └───────────────────────── Pronome (próclise)
   └─────────────────────────────── Advérbio (palavra atrativa)

As palavras atrativas são:

  • Palavras de sentido negativo: Você nem se preocupou com meus problemas!
  • Advérbios: Aqui se pode viver tranquilamente.
  • Pronomes Indefinidos: Alguém me telefonou?
  • Pronomes Interrogativos: Que me falta conhecer?
  • Pronomes Relativos: A pessoa que te telefonou não se identificou.
  • Pronomes Demonstrativos Neutros: Isso o comoveu demais.
  • Conjunções Subordinativas: Chamava pelos nomes, conforme se lembrava deles.
1

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.