3

Recentemente, ao navegar nos stories do Instagram, deparei-me com a seguinte frase:

Às vezes, tenho vontade de comentar "estás linda, como sempre", mas — devido à discrição — comento apenas estás linda como sempre.

Sei que o termo "como" pode ser usado como advérbio de comparação; conjunção causal, comparativa e conformativa; e verbo.

Minha dúvida é: O termo como precedido de vírgula, no contexto apresentado, pode ser interpretado como verbo comer (sentido pejorativo)?

Sei que a conjunção como, quando introduz uma enumeração, pode ser precedida de vírgula (não parece ser o caso), por exemplo:

Elas gostam de (vários) artistas, como (por exemplo) Tom Jobim, Gilberto Gil e Caetano Veloso. fonte

  • Ninguém leria aí o verbo comer. Sendo o verbo comer, a frase seria agramatical porque não é possível vislumbrar aí um objeto direto para comer. Além de que pediria um ponto final ou ponto e vírgula: as orações seriam completamente independentes. – Artefacto Jun 12 '19 at 23:54
  • @Artefacto de fato, o ponto e vírgula parece ser a pontuação correta para mudar o sentido da frase, apesar da vírgula também ser utilizada para separar orações independentes. Quanto ao objeto direto, ele não poderia está implícito, tal qual ocorre com o sujeito? Ao ler a frase, vejo uma ambiguidade. Um outro exemplo é: “— Como você está?” / “— Não (vou) como você, mas gostaria”. Obviamente dá para entender a frase, porém há uma ambiguidade. – Valdeir Psr Jun 13 '19 at 2:48
  • Para que o objeto direto pudesse estar implícito (ou comer estivesse a ser usado em sentido absoluto, tipo eu como muito), seriam precisos elementos contextuais muito fortes. E mesmo assim não me ocorre nada que legitimasse uma interpretação de como como forma de comer. O facto de os sujeitos não estarem explícitos também impede que a frase passe um contraste tu / eu (tipo tu estás linda, mas eu não, porque como muito) – Artefacto Jun 13 '19 at 10:39
  • Na língua falada, dependendo do olhar, intonação, sorriso malicioso, etc., uma mulher bonita certamente vai interpretar o "como sempre" como "estou sempre disposto a ter relações carnais com você". – Centaurus Jun 14 '19 at 0:16
  • @Centaurus Com olhar/intonação/sorriso/etc. certos, a frase "vou fazer sopa de cenoura" poderia ser interpretada da mesma forma... O conteúdo da frase é basicamente irrelevante. – Artefacto Jun 14 '19 at 11:56
1

O uso da palavra "comer" no sentido de prática de ato sexual ativamente é disseminado, e portanto o uso do verbo "comer" deve ser utilizado com muito cuidado pelo não nativo.

A diferenciação se dá somente pelo contexto.

A frase:

Joana está linda, como todos os dias. 

Somente se diferencia de:

Hoje comi cenoura, como todos os dias.

devido ao contexto. Do ponto de vista técnico, não existe uma forma ortográfica / lexográfica de diferenciar estes casos, inclusive na frase da cenoura existe uma ambiguidade. Deve-se tomar o cuidado de não utilizar a conjunção/advérbio "como" em frases em que se possa atribuir significado indevido, ou seja, quando houver na frase a presença de pessoas ou animais que poderiam ser objeto de ato sexual.

Esta ambiguidade é frequentemente explorada em piadas e trocadilhos entre amigos, ao se cumprimentarem, explorando esta questão, como por exemplo:

- Como vai, meu amigão?
- Não tão bem **como você**. Mas bem que gostaria!

Esta brincadeira entre amigos explora a questão da ambiguidade semântica, e devemos tomar cuidado com o uso destas palavras para evitarmos gafes. Como regra geral, é recomendado ao estrangeiro evitar o uso da expressão "como você".

| improve this answer | |

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.