1

O contexto da pergunta é especificamente relacionada à escritura de textos formais acadêmicos como dissertação de mestrado, tese de doutorado e artigos. Mas também quero colocar a pergunta no contexto jurídico.

Se a ABNT fosse um mistério do poder executivo, as normas seriam obrigatórias, embora parte de legislação infra-legal e ainda sendo importante notar que "ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer qualquer coisa em virtude de lei", que é inciso do quinto artigo constitucional.

Aderimos às normas ABNT meramente por convenção ou existe qualquer nível de obrigatoriedade nelas, seja legal ou cultural?

3

A adesão às normas ABNT é comum no Brasil, mas elas não são (universalmente) obrigatórias, como esclarece o próprio website da ABNT:

Normalmente são voluntárias, isto é, cabe aos agentes econômicos decidirem se as usam ou não como referência técnica para uma transação.

Exemplo: Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)

E, naturalmente, como se tratam de normas nacionais brasileiras, elas não têm nenhum efeito direto fora do Brasil.

Contudo, organizações e instituições podem estabelecer a obrigatoriedade das normas da ABNT, e/ou de outras, para a elaboração de seus documentos. Muitas universidades, por exemplo, exigem a adesão às normas ABNT na elaboração de trabalhos de conclusão de curso (TCCs). Já para dissertações e teses, é também comum que, ou se dê liberdade ao candidato quanto à forma, ou que haja normas específicas da instituição.

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.