2

Acreditando as páginas da Norma Culta, você não existe como pronome pessoal oblíquo.

Na mesma página, o seguinte exemplo é dado:

Você sabe que eu gosto de ti.

Eu achava que misturar a segunda e terceira pessoa seria condenada. Alguém pode confirmar que ti de fato é o pronome pessoal oblíquo correspondendo a você?

2

Você tem razão quanto ao fato de ser errado (segundo a gramática normativa) misturar pronomes de tratamento. Logo, usar ti como pronome oblíquo para você não é correto.

Em Portugal, usa-se si nesses casos, então esta frase provavelmente seria escrita como:

Você sabe que eu gosto de si.

No entanto, no Brasil o uso de si se restringe ao modo reflexivo (por exemplo, "ela falava de si mesma"), por isso, o pronome você é usado como pronome oblíquo. Portanto, no Brasil, essa frase provavelmente seria escrita como:

Você sabe que eu gosto de você.


Algumas referências:

Veja o terceiro significado da palavra si neste dicionário português: "Refere-se à pessoa com quem se fala, geralmente num registo de língua formal." Exemplo citado: "eu espero por si".

neste dicionário brasileiro, apenas usos reflexivos são apresentados.

  • Tu sabes que gosto de ti. Também no Brasil no norte e sul, né? Vocé em Portugal é formal (pessoa mais velha ou chefe,etc.) – Lambie Sep 17 '18 at 22:24
  • @Lambie sim, sim, frases com pronome tu e conjugação na segunda pessoa são utilizadas ainda em alguns estados do Brasil, por exemplo, Rio Grande do Sul e Pará (este fica no norte). Acabei não falando disso porque tive a impressão de que a pergunta estava mais focada na questão "de ti" vs "de si" vs "de você". Mas muito obrigado pela observação. – Hilder Vítor Lima Pereira Sep 18 '18 at 6:48

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.