6

Qual a origem dos sons fechado e aberto, respectivamente quanto se trata de gênero masculino e feminino, em algumas palavras como (o acento é só para marcar o som):

  • Êle/Éla
  • Êsse/Éssa (este/esta)
  • Nêsse/Néssa (neste/nesta)
  • Dêsse/Déssa (deste/desta)
  • Aquêle/Aquéla
  • (talvez outras, não me lembro agora)

Noto que um fenômeno similar acontece no francês e principalmente no espanhol. Mas no latim as palavras ille e illa o "i" tem o mesmo som, pelo menos nas pronúncias que encontrei na internet.

6
  • 3
    Tem gente muito mais qualificada para responder tua pergunta nesse site mas, até alguém aparecer, registro a observação de que parece contaminação da sílaba vizinha: em todos os seu exemplos o "e" é aberto ou fechado seguindo a característica da sílaba seguinte (ou seja, seria mais fácil/natural falar ê e é, que é e ê).
    – stafusa
    Jul 20, 2018 at 7:37
  • Em complemente à observação de stafusa, ê é semi-fechado; é e á são semi-aberto e aberto, portanto mais próximos.
    – user2786
    Jul 20, 2018 at 11:51
  • Creio que seja um caso de metafonia (pt.wikipedia.org/wiki/Metafonia) em que as vogais da sílabas vizinhas alteram a sílaba tônica. O mesmo ocorreu com porco, ovo e porto, cujo plural permaneceu com vogal aberta.
    – Squall
    Jul 21, 2018 at 17:09
  • Acho melhor deixar os acentos pra lá. Fica meio confuso assim. É só indicar os pronomes. Já não consigo seguir nada.
    – Lambie
    Jul 22, 2018 at 23:13
  • @stafusa Embora possa ser uma das possibilidades, já ouvi aprendizes de português como segunda língua, invertendo o tom do "e", entre ele e ela, aliás, eles demoram a pronunciar corretamente conforme o gênero, por não ter diacríticos (acentos).
    – Luciano
    Jul 25, 2018 at 20:20

1 Answer 1

3

É um fenomeno de metafonia, assim como o famoso fenômeno de umlaut das línguas germânicas! O que ocorreu foi que a primeira vogal de "ela"/"essa" foi mais aberta por influência da vogal seguinte, que é um /a/.

Portanto, o i-curto do latim gerou um [e] em português, e este [e], posteriormente, foi aberto por influência da vogal que vinha depois, coisa que não ocorreu com "ele".

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service and acknowledge you have read our privacy policy.

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.