3

Ouço no rádio e na televisão, com relativa frequência, o uso de duas preposições seguidas conforme nos exemplos abaixo:

  • Ela demonstrou grande respeito para com o presidente.
  • A professora demonstra muito carinho para com os seus alunos.
  • A gaivota passou voando por sobre a torre da igreja.
  • Ronaldo chutou forte mas a bola passou por sobre a rede.

O uso de duas preposições seguidas fere alguma regra gramatical? É aceito como correto? Seria considerado pedante na língua falada informal?

Eu, pessoalmente, diria "pelo presidente", "pelos seus alunos", "sobre a torre" e "sobre a rede".

1

É correto o uso de "para com" e tem significado de "com relação a" ou "em relação a".

Não há problema algum!

Também "por sobre", "por sob", "até a" e aquela que, dentre todas, é a mais comum: "dentre" (de+entre).

  • 1
    Segundo quem? A resposta seria mais forte se incluisse citações de casos de uso ou de regras gramaticais. – ANeves May 11 '18 at 13:37
1

No link informado pelo @stafusa no comentário, foi citado grandes obras de grandes escritores, todavia pode ser considerado como licença poética.


Em uma aula da professora Giancarla Bombonato, ela afirma que não podemos usar duas preposições seguidas, já que a função dela é ligar dois termos, por exemplo:

┌─────────────────┬────────────────┐
│ Incorreto       │ Correto        │
├─────────────────┼────────────────┤
│ Perante ao Juiz │ Perante o Juiz │
├─────────────────┼────────────────┤
│ Contra à vida   │ Contra a Vida  │
└─────────────────┴────────────────┘

O professor Sérgio Nogueira partilha da mesma ideia. Em uma dúvida publicada na página Dúvidas dos leitores, um leitor fez a seguinte indagação:

O técnico da seleção só falou após ao ou após o jogo?

Como resposta, obteve o seguinte:

O técnico da seleção só falou após o jogo. A presença da preposição após dispensa a preposição a. É bom lembrar que ao é a combinação da preposição a com o artigo definido o. Não há necessidade de usarmos duas preposições juntas. Outro exemplo errado é "estava perante ao juiz". O correto é dizer "perante o juiz".

  • 1
    Só é permitido "até a". "Mais interessante ainda é a combinação de até + a, uma locução prepositiva usada com a intenção de aclarar o sentido da frase. ... Em frases como “o incêndio na plantação queimou tudo, até o portão”, abre-se a possibilidade de dupla interpretação: o fogo chegou até o portão, e aí parou (o até é visto como preposição), ou o fogo queimou tudo, inclusive o portão? Por esse motivo, costuma-se reforçar a preposição até com a preposição a: “o fogo queimou tudo, até ao portão”; dessa forma, fica eliminada a leitura do até como inclusive." (Prof. Moreno - Sua Língua) – Paulo de Tarso Oliveira Bastos May 13 '18 at 3:40
  • 1
    @PaulodeTarsoOliveiraBastos Discordo, 'até ao portão' é redundante e incorreto, seria como dizer 'Nós fomos para ao Canadá.'. A eliminação da ambiguidade em língua escrita se dá por meio do uso da vírgula (com vírgula para o portão foi queimado, sem vírgula para o fogo parou no portão (ou simplesmente por 'até o portão' no início da frase)), e em língua falada por pausa + intonação. Vide resposta de Jacinto em: portuguese.stackexchange.com/questions/5280/… – user2786 May 13 '18 at 21:37
  • @WillianLio, Acredito que as duas formas estão corretas. No Brasil é raro ouvir "até ao" posto que é comum em Portugal. [aulete.com.br/at%C3%A9][www.lexico.pt/ate/] [sualingua.com.br/2009/05/11/preposicoes-juntas/] [www.recantodasletras.com.br/gramatica/3399649] [linguativa.com.br/laphp/conteudo/… [www.infopedia.pt/$ate-as-dez-horas-ou-ate-as-dez-horas?uri=vocabulario/até] – Paulo de Tarso Oliveira Bastos May 15 '18 at 1:18

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.