0

Quando descrevendo características físicas em perfis biográficos vez ou outra tenho certa dificuldade em nomear cores pouco específicas.

Por exemplo: Laranja. Quase todo mundo sabe qual é a cor da laranja, mas usado num contexto de descrição, pode talvez ficar confuso, afinal temos a laranja... laranja, madurinha e temos ela ainda "verdinha" ou ainda laranjas que dificilmente chegam a ficar... laranja, ficando no máximo meio amarelada.

Se eu escrever que uma criatura, real ou fictícia, tem a pele laranja, algumas pessoas podem imaginar que a ela é assim (color wheel), assim (tonalidade do San Francisco Giants) ou ainda assim, se por acaso estiverem imaginando a casca da laranja pêra ¯\_(ツ)_/¯

Se clicarem no link, a cor mencionada é aquela da barrinha mais saliente, quase no fim da página, que se destaca das demais ;-)

Recentemente esse... problema, ficou ainda pior pois precisei descrever o verde da maçã-verde, daí ficou, por exemplo, Olhos: Verde Maçã-Verde

Seria isso mesmo?

1

Se se trata de literatura, então o que pode funcionar em cada caso específico depende bastante do contexto e das escolhas artísticas do autor.

Numa ficção científica, por exemplo, se poderia talvez até mencionar um código numérico para a cor, como os dos links:
- "Pele: laranja, #ff7f00".

Outra opção é se estender na descrição e usar mais adjetivos:
- "Sua pele era alaranjada, como que permanentemente iluminada pelo pôr do sol".

Mas, em geral, exatidão não combina bem com linguagem natural - por isso disciplinas mais técnicas costumam desenvolver jargões, estabelecer convenções e métricas. Isso não é necessariamente ruim. Há autores que inclusive brincam com a ambiguidade. E talvez se possa argumentar que a liberdade de interpretação é uma componente relevante da subjetividade da experiência da leitura.

Quanto à última pergunta, em particular, não vejo problema com o "Olhos: Verde Maçã-Verde", embora maçãs-verdes possam ter desde um verde mais escuro até um bastante amarelado, mesmo quase esbranquecido.

  • Beleza, então. É que fiquei meio receoso de parecer redundante. Vou só esperar um pouco mais e ver se alguém tem uma opinião diferente. E essa de estender a descrição com adjetivos até me ajuda no corpo do texto pra "encher linguiça" quando o material é pouco :p – Bruno Augusto May 9 '18 at 18:59
  • @BrunoAugusto Você quase precisaria é de uma enquete. :-) – stafusa May 9 '18 at 19:31
0

As maçãs possuem diversas colorações, normalmente vermelhas. Dizer vermelho maçã provocaria dúvida. Agora, verde maçã já traz à mente aquele verde vivo único.

    Olhos: verde maçã.

Perfeito e não traz redundância.

A descrição de características pode ser mais sutil, como "pele alaranjada", ... ao invés de "pele laranja"!

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.