2

Se a frase "Nós temos aceitado os documentos"

for escrita assim: "Nós os temos aceitado" ou "Os temos aceitado"

O particípio "aceitado" deveria concordar com "os"? Quero dizer, nesse caso, o correto seria "aceitados"?

Tirei esse exemplo de "Moderna Gramática Portuguesa" de Bechara, 38ª edição, página 243. Não encontrei exemplos que combinam o pronome "os" com a conjugação composta.

Ele observa que "Em geral emprega-se a forma regular [do particípio], que fica invariável com os auxiliares ter e haver na voz ativa." Então acredito que o particípio seja "aceitado" nos dois casos. Mas não tenho certeza.

4

Sim, o particípio quando usado mesmo como particípio, e não como adjetivo, com o verbo auxiliar ter (ou haver) é invariável em número e género, independentemente de o objeto ser um pronome ou não:

Nós temos aceitado os documentos
Nós os temos aceitado / (forma canónica em Portugal) nós temo-los aceitado

Nós temos aceitado as mercadorias
Nós as temos aceitado / (forma canónica em Portugal) nós temo-las aceitado

Podes ver este artigo no Ciberdúvidas sobre os vários usos do particípio.

Descobri uma “meia exceção” nesta Mini Gramática online, que é a locução haja vista, em que o particípio vai sempre para o feminino (exemplo deles):

Hoje sairei daqui mais tarde, haja vista o trabalho que ainda tenho de terminar.

Mas iste haja vista deve ser visto como uma locução fixa, e não como uma conjugação normal do verbo ver.

Particípio e Adjetivo

Agora, a título de curiosidade, nós podemos ter construções com o particípio e adjetivo quase idênticas, só que o adjetivo concorda em número e género com o nome. Exemplo com o verbo catalogar (aceitar não seve porque o adjetivo é diferente do particípio):

Então e as revistas que têm chegado recentemente?

(a) Tenho-as catalogado (à medida que chegam)

(b) Tenho-as catalogadas

Em (a) temos o particípio passado do verbo catalogar, e ter é verbo auxiliar. Já em (b), ter é verbo principal e catalogadas é adjetivo; é equivalente a dizer “eu tenho as revistas, ou elas estão de algum modo sob a minha responsabilidade, e já estão catalogadas”.

9
  • 1
    Aqui diz que vista é nome (semelhante a tendo em vista): soportugues.com.br/secoes/FAQresposta.php?id=49 – Artefacto Apr 17 '18 at 19:51
  • @Artefacto, interessante. Ficaste convencido com o argumento deles? A comparação com tendo em vista não me parece completamente justa. Tomando vista como nome, parece ficar a faltar algo, e.g. "haja vista do trabalho..." – Jacinto Apr 17 '18 at 20:02
  • Segundo Bechara, existe ainda a possibilidade da expressão "Haja vista" com significado de "veja" ocorrer como: "Hajam vista os seguintes exemplos" (considerando-se o substantivo no plural como sujeito). Mas de qualquer forma, "vista" não muda. Mini Gramática Online aponta "Hajam vistas" como inadequado, mas não inclui "Hajam vista". – Heitor Chang Apr 18 '18 at 18:57
  • @Heitor, creio que também vi isso algures. É uma construção curiosa. Eu não conhecia; creio que aqui em Portugal não se usa (muito?). – Jacinto Apr 18 '18 at 19:01
  • @Jacinto Sim, o autor admite que "a construção mais natural e frequente" é "haja vista". O exemplo de "Hajam vista" que ele citou foi escrito por Cândido de Figueiredo, mas não especifica em qual obra dele. – Heitor Chang Apr 18 '18 at 19:05

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.