0

Vamos dizer que a porta é o próprio sujeito e ela se abriu sozinha. O verbo abrir se torna intransitivo?

1
  • Não seria um verbo pronominal ?
    – Centaurus
    Jan 22, 2018 at 0:34

3 Answers 3

0

Sim, isso mesmo, torna-se intransitivo. Trata-se de um verbo de alternância causativo-incoativa, com uma variante transitiva e uma variante intransitiva. Mais precisamente, a variante intransitiva do verbo é inacusativa, o que significa que o sujeito é, não o agente como nos verbos inergativos ou intransitivos puros (e portanto não podemos dizer que a porta se abra a si mesma), mas antes o experienciador.

Como outros exemplos de verbos de alternância causativa, temos quebrar, terminar, partir e ferir. Como exemplos de verbos inacusativos que não alternam temos chegar, crescer, florescer ou aparecer. Para verbos inergativos, podemos dar como exemplo correr ou gritar.

6
  • Artefacto, quando busco pelos termos chave que você menciona, acho quase só teses e dissertações, que me pareceram um pouco impenetráveis numa leitura rápida, então não posso dizer ter entendido tua resposta. Você poderia explicar o significado deles em um pouco mais de detalhe? E, uma pergunta: baseei minha resposta em meros dicionários, ela é apenas superficial ou chega a estar errada? (Nesse último caso, eu a apagaria.)
    – stafusa
    Jan 22, 2018 at 10:34
  • @stafusa as teses de mestrado tendem a ter uma introdução onde com as definições que queres. A tua pergunta está, sim, errada. O clítico se tem muitas funções diferentes (apassivador, nominativo, reflexo, anti-causativo, inerente). Para se ser reflexo, a porta tinha de ser simultaneamente o agente e o experienciador. Mas uma porta, a não ser em contos fantásticos, não é animada e dificilmente pode ser responsável por se abrir a si mesma. Aliás, um dos testes para veres que não há construção reflexiva é não poderes dizer a porta abriu-se a si mesma.
    – Artefacto
    Jan 26, 2018 at 3:04
  • Artefacto, obrigado pelo retorno. Adicionei então uma observação à minha resposta, direcionando à tua. Quanto as teses, é como já expliquei: "um pouco impenetráveis numa leitura rápida", com o que quero dizer justamente que essas definições eram impróprias para mim, i.e., feitas em termos que eu também desconhecia. Nada que não se possa aprender, claro (inclusive agora já tenho um entendimento um pouco melhor que antes), mas que não cabe na leitura rápida que pude fazer.
    – stafusa
    Jan 26, 2018 at 8:22
  • Uma porta não pode abrir a si mesma? Em que século vocês vivem, 19? Nunca viram, entraram, imaginaram, assistiram uma porta de loja de shopping? hahaha, me desculpem, mas ando dando umas risadas da interpretação da gramática meio... como eu diria... Dom Pedro I... Jan 27, 2018 at 13:41
  • @RodrigoFontana Não, uma porta não se pode abrir a si mesma... Uma porta pode-se abrir sozinha, ou por si mesma, quando muito (causa interna, mas não agentiva).
    – Artefacto
    Jan 28, 2018 at 16:12
2

Não, com esse significado o verbo abrir é sempre transitivo [1]. A forma que ele assume no exemplo "a porta se abriu" é, por conta do pronome oblíquo se, pronominal - e o objeto é a própria porta.

[1] Cf. esta resposta, que afirma que o verbo nesse caso não é nem transitivo, nem intransitivo puro, mas inacusativo e, mais que objeto do verbo, a porta seria o experimentador.

0

Parece-me que aqui temos um caso de voz passiva sintética formada pelo partícula apassivadora SE e pelo verbo principal. Neste caso, parece-me que PORTA é o sujeito paciente da verbo na voz passiva, pois se perguntássemos "o que se abriu?", a resposta que obteríamos seria o termo "a porta". Na voz passiva sintética, não temos o agente da ação como temos na analítica. Creio que meu ponto de vista pode estar equivocado, mas é desta forma que percebi a sua construção acima e a analisei.

Diagrama da sua construção sintática. Eu fiz da forma mais simplificada possível.

2
  • A pergunta não dá muito contexto, mas para estarmos ante uma passiva sintética seria mais muito provável que se dissesse «abriu-se a porta», ex.: «às 9h00, abriu-se a porta para os clientes entrarem».
    – Artefacto
    Jan 26, 2018 at 17:22
  • Certo. Muito obrigado por corrigir meu ponto de vista. Sou novo na área de Letras e gramática hehe.
    – Redwars22
    Jan 26, 2018 at 18:25

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service and acknowledge you have read our privacy policy.

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.