Qual é a origem da Palavra "Deus"? Muitos dizem que só existe um Deus, outros dizem que há vários, mas de onde veio essa palavra e o que significa realmente?

  • meu amigo(A), o que devemos entender é que a palavra deus, na verdade é um titulo que é dado a todo aquele que tem poder, tanto pro bem como pro mal, porém, quando escrevemos a palavra deus, devemos estar atentos aos seguintes detalhes: 1 - quando nos referimos ao Deus criador do universo, devemos escrever esse título começando com letra maiúscula, para que possa diferencia-lo de outros deuses. Obs: Porém, a bíblia é bem clara quando se trata de diferenciar o verdadeiro Deus, pois ela diz no salmos 83:18 que o nome do verdadeiro Deus é Jeová e não Deus. 2 - a palavra deus com letra minúscula é – Roberto May 3 at 1:18
  • Como está dito lá em baixo Aletra J só aparecem no alfabeto latino por volta do século XVI como é que o nome dele é Jeová? Fica a dica @Roberto – Edu Mendonça May 3 at 11:18
  • @Edu Medonça porque ‘Jeová’ é a tradução para português. A versão original provavelmente é algo com Y; analogamente ao que aconteceu com Yeshua -> Jesus. – user2786 Jun 21 at 10:19
  • @William, na verdade não se traduz Nomes Próprios Ex: Meu Nome é Eduardo e em inglês vai continuar sendo Eduardo e não Edward? – Edu Mendonça Jun 21 at 11:38
  • Logo se o nome é Yausha não deveria ser Jesus. – Edu Mendonça Jun 21 at 12:02

Segundo o site Dicionário Etimológico, a origem da palavra Deus vem do Latim e o Português foi a única língua que manteve o termo original.

Origem da palavra deus

Do latim deus, daus, que significa “ser supremo” ou “entidade superior”.

A língua portuguesa foi a única que manteve o termo original em latim desta palavra.

Originalmente, a palavra latina que deu origem [a] “deus”, surgiu a partir do termo Proto-Indo-Europeu diw ou deiwos, que significa “brilhante” ou “celeste”.

A partir desta mesma raiz etimológica, surgiu o nome grego Zeus, considerado o “deus dos deuses”, de acordo com a mitologia grega.

Em algumas religiões monoteístas, como o catolicismo, por exemplo, Deus é considerado um nome próprio, pois, de acordo com esta doutrina, só existe um único deus no universo.

Já nas religiões politeístas - existência de vários deuses - deus é escrito com letra minúscula, pois representa apenas uma condição de "entidade ou ser superior aos humanos".

A segunda parte da pergunta, em que é questionado se existe 1 ou mais deuses, acredito que é off-topic.

  • na verdade a pergunta só pede explicação sobre a origem da palavra mais obrigado por responder. – Edu Mendonça Nov 16 '17 at 14:04
  • E o que é interessante é que deve ser dos poucos substantivos que não tem artigo definido, ou seja, nunca ninguém diz "o Deus". Poder-se-á argumentar que há apenas um, mas Papa há só um, e diz-se recorrentemente "o Papa". – João Pimentel Ferreira Nov 1 at 22:47

Eu pesquisei e só para complementar :

Wikipédia

Pronúncia [do Latim] A chamada pronúncia reconstituída ou restaurada baseia-se em pesquisas recentes sobre os mais prováveis sons que os

romanos antigos atribuíam a cada letra e, embora não haja uniformidade de opiniões em alguns pontos, vem sendo adotada em escolas de todo o mundo.

Há dois outros tipos de pronúncia: a pronúncia tradicional lusófona, também a mais usada em fórmulas jurídicas, e a pronúncia adotada pela Igreja Católica (latim eclesiástico). Quanto à ortografia, não há diferenças.

A seguir, as principais características da pronúncia restaurada (entre parênteses as pronúncia e a marcação do acento tônico): [11]

  • æ e œ, ditongos, são pronunciados ái e ói: nautae (náutai)
  • c soa sempre como k: Cicero (Kíkero), cetera (kétera)
  • ch soa também como k: pulcher (púlker)
  • g sempre como gue ou gui: angelus (ánguelus)
  • h é levemente aspirado, quase como o h do inglês
  • j soa sempre como i ; v sempre como u: vita (uíta), observando que as letras u e j só aparecem no alfabeto latino por volta do século XVI
  • m e n nunca são nasais: campus (ká-m-pus, e não kãpus)
  • r nunca como rr: Roma (róma, com o r pronunciado como em 'barato')
  • s sempre como ss: rosa (róssa)
  • u do grupo qu é sempre pronunciado: qui, quem (kuí, kuém)
  • x como ks: maximus (máksimus)
  • z como dz: Zeus (dzeus)
  • as letras restantes (a, b, d, e, f, i, l, o, p, t,) são pronunciadas como em português.
  • letras dobradas como ll, tt, mm, etc., devem ser pronunciadas separadamente, pois há diferentes significados envolvidos : coma e comma, por exemplo
  • y como ü. Igual ao u do francês, ou o ü do alemão. ("abyssus")

o modo de falar a palavra Zeus soa meio como dzeus ou dieus

e na Superinteressante...

culturas mais antigas do Ocidente chamavam Deus da mesma forma que as crianças chamam. O nome Dele era “Papai do Céu”. Essas culturas não deixaram registros escritos. Os linguistas só sabem que eles chamavam Deus de “Papai do Céu” porque comparam idiomas díspares, como o latim, da Europa mediterrânea, e o sânscrito, da Índia. Então pescam os sons que essas línguas têm em comum e tentam reproduzir como era o idioma ancestral que deu origem a elas lá atrás. Essa língua-mãe, concluíram os especialistas, era falada há mais ou menos 6 mil anos. Hoje a chamamos por um nome técnico: “proto-indo-europeu”. E nesse idioma, que daria origem a 439 línguas e dialetos modernos, o nome de Deus soava como Dyeus Phater – sendo que Dyeus é “céu”, e Phater, como a grafia deixa claro, é “pai”.

Na Índia, o nome segue parecido até hoje: “Papai do Céu” em védico-sânscrito, um dos idiomas locais, é Dyaus Pita. O Papai do Céu hindu sempre foi só uma divindade de segundo escalão naquelas bandas. Na Grécia, porém, ele acabou mais bem-sucedido: a expressão Dyeus Phater evoluiu até virar Zeus Pater. Em latim, o termo acabou contraído para Iuppiter (“Júpiter” na grafia de hoje). Um só Deus, que ao mesmo tempo é três.

Mas essa é só a origem da palavra mesmo. Júpiter está morto. Não resistiu ao fim da cultura greco-romana. No lugar dele assumiu uma divindade do Oriente Médio: Iahweh, o deus que tinha começado sua “carreira” como uma espécie de padroeiro de uma tribo de pastores, a dos israelitas, bem antes de as divindades da Grécia e de Roma terem nascido. Iahweh, no início, era apenas um entre muitos deuses da velha Canaã, mas, graças a um certo livro composto pelos israelitas, ganhou status de Deus único.

O Deus com “D” maiúsculo dos judeus, mais tarde, iria se tornar também a divindade máxima dos cristãos e, sob outra alcunha, mas com praticamente a mesma biografia, viraria o Deus dos muçulmanos.

  • Eu to Credo que a palavra Deus vem da Palavra Zeus... – Edu Mendonça Nov 17 '17 at 14:57

protected by Community Nov 5 at 1:41

Thank you for your interest in this question. Because it has attracted low-quality or spam answers that had to be removed, posting an answer now requires 10 reputation on this site (the association bonus does not count).

Would you like to answer one of these unanswered questions instead?

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.