2

A palavra "mercado" tornou-se jargão do dia-a-dia, na mídia escrita e falada, quando o assunto é política e economia. O significado exato desse uso, no entanto, não parece constar nos dicionários. Tenho ouvido falar em:

  • O mau-humor do mercado fez o Dólar subir.
  • Se as reformas que o mercado defende forem feitas, Temer continuará no poder.

O Priberam cita as seguintes definições para mercado:

  1. Lugar público coberto ou ao ar livre onde se compram mercadorias postas à venda; reunião de comerciantes no mesmo local, para vender.
  2. Cidade onde se faz o comércio de certos objetos.
  3. Saída econômica.
  4. Convenção de compra e venda.
  5. Qualquer arranjo entre as pessoas, contrato.
  6. Estado da oferta e da procura.

Já que "mercado financeiro" é um termo que se refere às ações e ao local em que se permuta a oferta e a procura de capitais a longo prazo, o "mercado", isoladamente, seria:

  • Apenas aqueles indivíduos (pessoa física ou jurídica) que aplicam no mercado financeiro?
  • Todos os grandes investidores, independente de aplicarem ou não no mercado financeiro?
  • Aqueles que detém grandes fortunas?
  • Seria um sinônimo para "o poder financeiro" e, neste caso, englobando todos os indivíduos que possuem capital suficiente para "fazer a diferença" nos rumos da economia, independente de participarem ou não do mercado financeiro?
1
  • Também se fala em "mercado consumidor"...
    – Filburt
    Nov 6, 2017 at 22:38

1 Answer 1

1

O "mercado" é um termo um pouco vago mas eu diria que, no final das contas, nesse contexto se resume ao poder financeiro.

O significado original provavelmente pode ser bem definido por algo na linha: "Lugar de troca de bens", em que esse lugar pode ser abstrato e inclui da feira do agricultor ao pregão da bolsa de valores -- mas, como já claro na pergunta, essa não é a definição mais adequada para os exemplos dados, que não antropomorfizam o mercado, mas sim se referem ao(s) coletivo(s) que o controla(m).

Enquanto flutuações (de preços/taxas/etc.) podem ser causadas por investidores em geral, a maior influência é inevitavelmente a dos grandes detentores e administradores de capital, mesmo os que não negociam ações: afinal, suas decisões sobre como e quando investir afetam a economia como um todo e, por conseguinte, a bolsa. Um exemplo concreto seriam diretores de grandes empresas.

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service and acknowledge you have read our privacy policy.

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.