1

A mim parece ser algo do final do século XX. Já ouvi muito o uso de "imagina" dito por operadores de telemarketing, principalmente paulistas. Mas também já ouvi de pessoas provenientes de outros estados. O certo é que no Rio de Janeiro nunca ouvi um carioca da gema usar essa expressão. Ainda, não sei exatamente se é uma impressão minha, mas parece que é mais usado por mulheres.

  • Nunca reparei em quais dialetos usam o quê como resposta a agradecimento. Mas forçando a memória, consigo lembrar que muitos brasilienses usam "imagina" para enfatizar o "contra-agradecimento", principalmente em respostas longas e compostas ("Não... Quê isso.. Imagina!"). Por mim, um simples "De nada!" ou um minimalista "Nada!" já estão de bom tamanho. – Seninha Oct 15 '17 at 21:54
  • @Seninha Atualmente é muito usado por operadores de telemarketing ou centros telefônicos, de forma curta: "imagina". – Centaurus Oct 15 '17 at 23:12
  • Diz-se quando alguém lhe agradece por algo: "Muito obrigado por ter me ajudado" -> "Imagina! Não foi nada". Lembrando que o obrigado original selaria um pacto de obrigação de retribuir, e esse imagina é mais uma forma de deixar pra lá. – André Lyra Oct 17 '17 at 12:51
  • É muito frequente (embora recente) em Brasília. Usualmente encurtado para "magina". Acho que começou a "pegar" de uns dez anos pra cá. – Luís Henrique Oct 17 '17 at 15:40
  • 1
    No Paraná também se encontra - junto com "Capaz!" (também SC), "Acha!", "Até parece!" - e com certeza fora do contexto de relações comerciais. – stafusa Jan 11 '18 at 19:42

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Browse other questions tagged or ask your own question.