10

Tenho uma amiga brasileira, que já conheço há algum tempo. De vez em quando ela chama-me «nego». Suponho que queira dizer «negro». O engraçado é que sou branco. Qual a conotação/significado da palavra? Sempre que ela o diz, parece ser de forma carinhosa.

  • Provavelmente alguém te dará uma resposta mais completa, mas de fato é um apelido carinhoso que ouço bastante, embora tenha a impressão que seja um pouco regionalizado. Seria um equivalente a "meu querido(a)". – James Mar 12 '17 at 13:43
10

Em pt-BR, "meu nego" e "minha nega" são formas de tratamento extremamente informais, amigáveis, íntimas, e até mesmo carinhosas. Embora você possa ouvi-las ditas por qualquer um, é mais uma exclusividade de afro-descendentes e daqueles que habitam a periferia das grandes cidades da região sudeste e nordeste do Brasil.

O Priberam apresenta as seguintes definições para "nego" (substantivo masculino)

    1. (Brasil, Informal) - "diz-se de ou indivíduo de pele muito escura (negro)"
    1. (Brasil, Informal) "forma familiar e carinhosa de tratamento" (ex.: cadê minha nega?).
    1. [Brasil, Informal] "designação vaga de pessoa indeterminada" (ex.: isso aí é carro de nego trabalhador). = INDIVÍDUO, NEGUINHO, SUJEITO, TIPO

"nego", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/nego [consultado em 13-03-2017].

Obviamente a origem vem de "negro" e, inicialmente "meu nego" referia-se a "meu negro". Hoje em dia pode ser dirigida a qualquer um independente de cor, mas lembre-se: é informal e indica intimidade, de modo que não se pode entrar em um restaurante e chamar o garçom de "meu nego" e nem dirigir-se a qualquer outro desconhecido dessa forma.

Casais afro-descendentes comumente dirigem-se um ao outro de forma carinhosa usando "meu/minha nego/a". Contudo, isoladamente, e dependendo do contexto e intonação, "nego/a" pode ser um xingamento racista principalmente quando dito por um branco e acompanhado de palavras adicionais, como por exemplo "seu nego imundo", "sua neguinha descarada".

"Nego/a" (assim como o diminutido "neguinho") é também um vocábulo usado com frequência por compositores de pagode, sambas de fundo de quintal, sambas partido-alto, e sambas-enredo de escolas de samba.

Além disso, de acordo com a terceira definição do Priberam, "nego", ou seu diminutivo "neguinho" são gírias que significam "alguém" "uma pessoa", "tem gente que" etc, como nos exemplos abaixo:

  • "Não deixe nada a vista. Senão neguinho vai passar por aqui e pegar tuas coisas"
  • "Nego pensa que a gente é rico e tem dinheiro sobrando"

Nessas situações "nego" ou "neguinho" não vem precedido de artigo e nem de pronome indefinido.

7

O termo "nego", neste caso, não significa "negro", mas sim uma forma de tratamento mais carinhosa. Uma forma comum de uso é "meu nego", que quer dizer "meu querido", "meu caro", "meu amigo", etc. E pode ser usado com qualquer pessoa, independente da cor da pele (desde que se tenha intimidade com a mesma)

Mas dependendo da forma como é usado, pode sim ser sinônimo de "negro", porém com uma conotação racista. Referir-se a uma pessoa como "aquele neguinho ali" (sendo que a pessoa em questão é negra) é considerado racista (sendo preferível dizer "aquele cara/moço/senhor" ou "aquela mulher/moça/senhora", dependendo do gênero da pessoa)

Existe ainda um outro uso: "nego" também é uma forma genérica e informal de se dizer "alguém". Por exemplo, eu estou em uma fila, distraído, e não percebo que a fila andou. A pessoa que está atrás de mim poderia dizer:

-Ei, presta atenção, senão nego vem e fura a fila.

Neste caso, "nego" seria uma forma de dizer "alguém". A frase significa que, se eu ficar distraído e não ver que a fila andou, alguém poderia entrar na minha frente.

PS: algumas pessoas argumentam que este último exemplo também pode ser considerado racista, já que pode dar a entender que somente negros furariam a fila. Já outras não fazem esta associação e entendem que "nego" é simplesmente uma forma informal de dizer "alguém". Polêmicas à parte, há pessoas que usam o termo desta forma, enquanto outras preferem trocá-lo por "cara", "sujeito" ou "alguém".

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.