4

No meu entendimento e lógica, "recolher" significa "acrescentar à quantia atual em posse do indivíduo", e o Priberam e Michaelis, dentre os outros significados, confirmam isso. Porém, um, aparentemente, eufemismo muito utilizado nos meios formais para dizer que se precisa pagar, é a palavra "recolher". Exemplos (ambos significando "pagar"):

E depois deverá comparecer aqui para recolher uma taxa de R$ 10,00.

É obrigatório que todo cidadão faça o recolhimento dos seus impostos.

O que eu não entendo é por que não é dito algum sinônimo com o sentido de "subtrair" ao invés de um antônimo. Os dicionários apenas reconhecem o sentido de "acrescentar" para a palavra recolher, mas parece que essas pessoas têm a intenção de testar nosso raciocínio lógico dizendo que temos que acrescentar um decremento ao nosso dinheiro (Dinheiro + (-Quantia)).

Mas por que isso?

  • 1
    lol, tens que recolher dinheiro da tua carteira para entregar ao fisco. Podes pôr links a exemplos reais? – Jacinto Mar 6 '17 at 18:06
  • Você recolhe os impostos, ou taxas, ou multas ao Tesouro Nacional (estadual, municipal). – Luís Henrique Mar 10 '17 at 0:28
5

Isso é um uso peregrino e pioneiro da palavra recolher. Em termos muito latos, recolher significa ‘colher, juntar ou receber e depois guardar’, como recolher o gado no estábulo, recolher a roupa do estendal, recolher informações.

Falando-se de impostos e taxas, recolher significa ‘cobrar’; não significa ‘pagar’. Veja-se recolher no Aulete:

10. Arrecadar, receber [td. : Recolher impostos]

Ou no Houaiss (Lisboa, 2003):

12.1 t.d. fazer cobrança de; receber, arrecadar <recolher impostos> <não era ela quem recolhia os alugueres dos seus apartamentos>

Agora, como é que este uso surgiu? Posso apenas especular. Frequentemente quem recolhe impostos ou outros dinheiros não os recolhe para si mesmo, mas sim para depois entregar a outro. Um exemplo do Houaiss:

12 bit aceitar, obter ou apanhar, juntando <recolher espórtulas [esmolas] para a igreja>

Neste outro exemplo, de Bet Hwell Allan Ogot, História Geral de África, 2010, evidentemente os chefes de origem cativa recolhem a taxa para o rei (ênfase minha):

É possível também que date do reinado de Naaba Kango a criação de um corpo de chefes de mercado de origem cativa, encarregados do recolhimento de uma taxa real sobre as mercadorias importadas.

Ou ainda neste exemplo, de Viviane de Oliveira Cubas, Segurança Privada, 2005, é o condomínio que tem de receber a taxa dos condóminos, ou a empresa que recebe a taxa do cliente, para depois a entregar ao estado de São Paulo:

Dessa forma, todos os condomínios que tenham um corpo de segurança próprio ou as empresas de segurança terão que recolher uma taxa para o estado.

É possível que deste uso, de recolher dinheiros para entregar, ou pagar, a outro, tenha vindo esse novo uso em que recolher é usado com o significado de ‘pagar’. Nós podemos dizer que “o condomínio têm de recolher a taxa municipal”, significando que ‘tem de a cobrar aos condóminos’; subentende-se também que depois terá de entregar esse dinheiro ao município. Nesse novo uso dos teus exemplos, recolher perdeu o significado próprio (eu compareço e recolho a taxa? de mim mesmo, da minha carteira? quem recolhe a taxa é o funcionário) e passou a designar a ação subentendida.

  • Então aí seria recolher do ponto de vista da entidade, né? Mas já vi algumas vezes ser pedido que a pessoa recolha a taxa, por isso achei confuso. Não tenho aqui os exemplos e nem achei na internet, mas eu pesquisei e segundo este site, "recolher imposto" é quando a pessoa paga um imposto que a entidade tem que pagar. Apesar de isso não justificar o uso aparentemente contraditório do termo quando dito referindo-se à pessoa, ao invés da entidade. – Yuuza Mar 6 '17 at 20:11
  • Em relação ao edit, especuladamente falando, provavelmente foi isso que aconteceu, o termo teria perdido o significado por ter sido entendido errado e repassado errado, então agora se vê pessoas usando o termo "recolher" como sinônimo de "pagar", não sendo bem isso na realidade. – Yuuza Mar 6 '17 at 20:27
  • @Bruno, O artigo que tu linkaste diz o mesmo que eu. É possível uma entidade qualquer recolher impostos (recebê-los de outras pessoas ou entidades) para depois os entregar ao Estado. Mas recolher é o ato de os receber; entregá-los ao Estado já não é recolher; aí é o Estado que os está a recolher. – Jacinto Mar 6 '17 at 20:31
  • 1
    @Bruno, sim, mas é mera especulação. Por vezes grupos profissionais desenvolvem uma gíria própria. Foi com certeza isso que aconteceu com o pessoal do fisco aí no Brasil, e agora estão a usar essa gíria no seu contacto com o público. Só eles é que poderão dizer como, exatamente, chegaram a esse uso de recolher; mas o artigo que linkaste, com a preocupação de distinguir pagar de recolher, dá ideia que poderá ter sido isso mesmo. – Jacinto Mar 6 '17 at 20:34
  • 1
    Antes passavam recolhendo os impostos. Agora a própria pessoa tem de recolher e dar ao governo. – André Lyra Mar 7 '17 at 16:44

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.