8

Eu já sabia que é comum no Brasil dizer meia no lugar de seis, como em números de telefone: meu número é nove-um-três-meia-quatro… Lembrei-me hoje disso ao ‘folhear’ o semanário lisboeta Sempre Fixe de 23 de dezembro de 1926, p. 6, que propõe nomes alternativos para os algarismos:

O 6, que para os brasileiros é o meia dúzia, será para nós o—pescadinha de rabo na bôca.

Quando é que isto começou? Também já se disse meia dúzia em números de telefone, meu número é o nove-um-três-meia dúzia-quatro… ?

3

Quando nos referimos a dígitos, o uso de "meia" ao invés de "seis" em pt-BR falado, generalizou-se quando o telefone chegou ao Brasil no início do século XX. Antes disso, é de se supor que já fosse usado toda vez que alguém estivesse ditando números em alguma atividade séria, e que não admitisse erros como:

  • A "o número de série é 4687"
  • B "quatro, três, oito, sete?"
  • A "Não, quatro seis. Quatro meia", aqui já como uma redução de meia-dúzia.

Ao telefone, não visualizamos o movimento dos lábios e fica mais fácil confundir três e seis.

A fim de evitar que o número seis fosse confundido com o três em uma conversa, passamos a usar o "meia-dúzia", que logo foi reduzido a "meia".

Jà usávamos, há muitos anos, "meia" como redução de "meia hora" ao dizermos "às nove e meia da manhã" ou "à meia-noite e meia", como redução de "meia-calça", ou de "meia entrada".

Entretanto, nem sempre podemos usar "meia" ao invés de "seis". Veja por exemplo:

  • Meu filho tem seis anos.
  • Faço anos no dia seis de fevereiro.
  • Abram seus livros na página seis.

Isso porque "meia" refere-se ao dígito e não à quantidade.

ADDENDUM - Em situações onde o locutor quer ter a certeza de que todos entenderão o número corretamente, costuma-se dizer mesmo "meia-dúzia", como por exemplo durante um jogo de víspora, em que o número é cantado da seguinte forma: "sessenta e oito, meia-dúzia oito" de modo que fica praticamente impossível alguém confundir três com seis.

| improve this answer | |
  • Como é que sabes que foi com os telefones no início de sXX? Tu já tens alardeado a tua idade avançada, mas não há de ser tão avançada assim:) Então com dinheiro, meia é 5? – Jacinto Dec 20 '16 at 17:03
  • 1
    É pá, ninguém falou em downvotes. Mas sabes que eu gosto de fontes, citações e isso. Aliás também me parece plausível que os telefones tenham contribuído para popularizar este uso. Já tinha a ideia que meia referenciava o algarismo e não uma quantidade (aí só mesmo meia dúzia); mas sei lá, seria usado também em números de identificação de documentos, soldados? – Jacinto Dec 20 '16 at 17:58
  • Nas feiras de verduras/frutas/legumes já se usava meia dúzia por conta das porções, a fim de se evitar um papo de maluco de se confundir 3 e 6 entre o vendedor e o comprador. – André Lyra Dec 27 '16 at 11:51

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.