10

Hoje parece ser o dia do vernáculo, vi nesta pergunta e neste texto de humor. O que acabou por me confundir. Fui ao dicionário e qual o meu espanto, vernáculo não se encaixa em nenhum dos textos como eu imaginava.

ver·ná·cu·lo

(latim vernaculus, -a, -um, de escravo nascido em casa, de escravo) adjectivo

  1. Próprio do país ou da nação a que pertence. = NACIONAL
  2. [Figurado] Diz-se da linguagem sem incorrecções e sem inclusão de estrangeirismos. = CASTIÇO
  3. Que se expressa de modo rigoroso e sem incorrecções (ex.: escritor vernáculo). substantivo masculino
  4. Língua própria de um país ou de uma região

"vernáculo", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/vern%C3%A1culo [consultado em 07-12-2016].

Afinal há mais utilizações para vernáculo que não constem no dicionário?

  • Nunca me dei ao trabalho de ver o significado no dicionário. Sempre considerei "vernáculo" estar relacionada á palavra "vocabulário" (embora possa ter significado diferente), Repara portanto na segunda definicao Diz-se da linguagem sem incorrecções e sem inclusão de estrangeirismo (ou seja o vocabulário, mas com algumas restricoes) – Bruno Costa Dec 7 '16 at 12:47
  • Usei "vernáculo" na minha pergunta com o sentido 4 do Priberam (língua própria de um país) – Centaurus Dec 7 '16 at 13:01
  • 2
    Achei essa frase de imensa sabedoria: "Percebo a sensibilidade ao vernáculo, mas deixem-me dizer que essas pessoas são palermas e que se uma asneira lhes estraga algo «muito bom» então vão passar a vida a queixar-se de muita coisa e a não apreciar os bons momentos." quando ele se refere a alguém que acha que algo teria sido excelente não fosse um detalhe que estragou tudo. – Centaurus Dec 7 '16 at 13:06
  • @Centaurus No Brasil, asneira também significa 'palavrão, palavra obscena'? É com esse significado que é usado pelo autor. – Jacinto Dec 7 '16 at 15:17
  • @Jacinto Não, asneira deste lado do Atlântico significa besteira, estupidez. – Ramon Melo Dec 7 '16 at 15:58
7

Para além dos significados listados no Priberam, vernáculo é frequentemente usado com o sentido de palavrão. Não encontrei isto explicado em nenhum dicionário, mas é com este sentido que a palavra é usada no artigo que lincas. Imagino que isto venha do hábito, que me parece mais português que brasileiro, de se invocar o bom vernáculo—a inadulterada língua genuína e castiça—quando no meio de “linguagem séria” se usa um palavrão ou uma expressão popularucha. Exemplos, com negrito meu:

Na verdade, falando no bom vernáculo daqui da terrinha, ele levou mesmo foi um chute no saco, pra deixar de ser tabacudo. (Jornal da Besta Fubana, 2013.)

E a mim só me apetece lançar mão do bom vernáculo e mandá-los foder.
(Blog Ladrar à Lua, 2016.)

Através do vidro aberto, põe o nariz dentro do carro, para que a sua indicação sobre a localização do hotel que procuramos, gritada entre interjeições do bom vernáculo minhoto, seja bem compreendida. "São portugueses, c....?" (Visão, 2009.)

É claro que vernáculo inclui linguagem quer popular quer erudita; quer grosseira quer diplomática. Mas desta invocação do “bom vernáculo” terá surgido o uso figurado de vernáculo com o sentido de ‘palavrão’. Exemplo de Clara Ferreira Alves no Expresso (2015, via Ciberdúvidas):

A frase mais usada era Vai para o car…lho, f…da-se! Frase que costuma ser dita com graciosidade para as bandas do Porto. E aqui, como se vê, tenho de colocar reticências. É de bom tom nos jornais colocar reticências [...] Ninguém ousa escrever como um reles comentador de pé de página. Ou puxar para título o vernáculo. Imagine-se o título Fulano f…deu-se!

| improve this answer | |
  • Então, pelo que eu entendi, vernáculo acaba por adquirir esse significado muito por causa do vernáculo portuense (do norte) rico em palavrões? – Jorge B. Dec 10 '16 at 17:02
  • 1
    @JorgeB. Isso agora, não sei qual é a contribuição relativa de cada região. Os palavrões do norte são mais ou menos os mesmos que os do sul e até os do Brasil; talvez os usem mais, não sei. Isto de invocar o "bom vernáculo" para justificar o uso dum palavrão é feito um bocado por graça, creio. – Jacinto Dec 10 '16 at 18:11

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.