5

Finalmente terminei de criar todas as legendas que precisava, então agora vou revisar toda a ortografia e gramática.

Dentre as frases, uma delas indicava tempo, a qual eu erroneamente, por culpa do editor de legendas bastante espartano (u.u'), havia escrito com :

Daqui há uma hora

Erroneamente porque, já que indica tempo futuro, eu deveria usar apenas a preposição a.

No entanto, após corrigir a frase:

Daqui a uma hora

Fui informado pelo corretor ortográfico de que deveria crasear esse a:

Daqui à uma hora

Eu pesquisei e vi que a crase desse cenário deve vir quando o tempo definido é exato mas, além de ser uma frase coloquial, bem sabemos que quando dizemos algo nesse sentido não é exatamente uma hora.

Poderiam explicar?

  • Para um português é muito fácil saber quando escrever a ou à porque pronunciamo-los de forma diferente desde que aprendemos a falar; agora, como explicar? – Jacinto Aug 4 '16 at 11:48
  • Daqui a uma hora (a) preposição (uma) artigo indefinido feminino singular. Para haver crase tem de ocorrer encontro vocálico, ou seja, duas vogais iguais. – André Lyra Aug 4 '16 at 13:31
  • Você tem alguma referência sobre isso, @AndréLyra? Digo quanto a necessidade do encontro vocálico ser entre vogais iguais? Porque desse jeito, aquilo que foi sugerido pelo corretor ortográfico (que teoricamente tem saber um pouco mais que a gente) estaria errado – Bruno Augusto Aug 4 '16 at 13:46
  • Reparei agora que daqui a uma hora e daqui à uma hora estão ambas corretas mas têm significados diferentes. Vou emendar a resposta. – Jacinto Aug 4 '16 at 16:46
  • E tendo agora lido o artigo com atenção, creio que ele quase de certeza não se aplica ao teu daqui a uma hora (mas depende exatamente do que queres dizer). Pormenores na resposta. – Jacinto Aug 4 '16 at 18:45
4

Na dúvida, faça como a Roberta Close, troque o sexo. Se ficar "ao", então é "à". Se ficar "a" mesmo, então é "a" também.

"Daqui a um minuto"

ou

"Daqui ao um minuto"?

Fácil de ver que a primeira expressão é correta, e a segunda, errada. Portanto, "daqui a uma hora".

Se inverter o gênero for difícil, faça a viagem de volta. Se você volta "da", é por que você foi "à". Se você volta "de" é porque você foi "a".

"Fui a França"

ou

"Fui à França"?

Se quando você voltar, voltar da França, então você foi à França. Mas se você voltar de França, é por que você foi a França (no caso, ambas as expressões são válidas, embora "de França" tenha um certo sabor arcaico, pelo menos no Brasil).

A lógica é esta: "à" é a contração da preposição "a" com o artigo definido feminino "a": a+a = à. Se, portanto, a palavra regida da preposição "a" for masculina, e pedir artigo, teremos "a" (preposição) + "o" (artigo), que têm de formar "ao". E se trocarmos a preposição "a" pela preposição "de", então a contração será "de" (preposição) + "a" (artigo), que têm de formar "da".

Mas atenção, por que há uma exceção importante: quando a palavra "moda" está implícita, como no bacalhau à Gomes Sá. Embora o Gomes Sá seja homem, o que se quer dizer é bacalhau à moda de Gomes Sá; como a moda elidida é do gênero feminino, pede a crase.

Se ficar muito difícil decidir, porém, não use crase, e fim. É melhor não saber e pronto, do que pensar que sabe sem saber. Antes o erro popular do que a hipercorreção. E a falta da crase pode passar por erro de digitação, o excesso não.

  • para este caso sua resposta não vale, pois o 'uma' ali significa ou "em uma hora" ou "na hora de número 1" – André Lyra Aug 4 '16 at 18:56
  • Explicação sensacional, simples, direta e humorada. Você teria alguma referência para esse "truque"? – Bruno Augusto Aug 4 '16 at 22:51
  • 1
    @BrunoAugusto Referência não tenho, mas a lógica é esta: à é a contração da preposição "a" com o artigo definido feminino "a": a+a = à. Se, portanto, a palavra regida da preposição "a" for masculina, e pedir artigo, teremos "a" (preposição) + "o" (artigo), que têm de formar "ao". E se trocarmos a preposição "a" pela preposição "de", então a contração será "de" (preposição) + "a" (artigo), que têm de formar "da". – Luís Henrique Aug 18 '16 at 19:18
  • 1
    Mas atenção, por que há uma exceção importante: quando a palavra "moda" está implícita, como no bacalhau à Gomes Sá. Embora o Gomes Sá seja homem, o que se quer dizer é bacalhau à moda de Gomes Sá; como a moda elidida é do gênero feminino, pede a crase. – Luís Henrique Aug 18 '16 at 19:21
  • Complementa a resposta com esses comentários pra eu bater o martelo – Bruno Augusto Aug 18 '16 at 21:37
5

Quer daqui a uma hora quer (saio) daqui à uma hora são gramaticais, mas têm significados diferentes. Para facilitar a explicação suponhamos que são agora dez da manhã. Então:

(a) São agora 10 da manhã. Daqui a uma hora serão 11 da manhã.

(b) Saio daqui à uma hora da tarde.

Imagino que o que queres escrever seja algo do tipo de (a) (caso contrário terias com certeza incluído o saio ou parto ou equivalente), mas é possível que o corretor ortográfico esteja a confundir com o à uma das frases do tipo (b).

O artigo lincado na pergunta não se aplica ao uma hora da frase (a). O artigo aplica-se apenas à indicação de um momento durante o dia: uma da tarde, duas da manhã, 23h30, etc. O uma hora da frase (a) não é um momento — nem uma da manhã, nem uma da tarde — é um intervalo de tempo, 60 minutos. Em (a) a é a preposição, que é invariável independentemente de ser daqui a uma hora ou a duas horas ou a 15 minutos:

São agora 10 da manhã. Daqui a duas horas será meio-dia [não daqui às/as duas horas].

São agora 10 da manhã. Daqui a 15 minutos serão 10h15 [não daqui aos/os 15 minutos].

Se fôssemos lógicos deveríamos dizer de agora a uma hora, mas o uso consagrou daqui a uma hora.

O artigo aplica-se ao uma hora de frases de tipo (b): indicação, não de intervalos de tempo, mas sim de momentos no tempo. Em (b) à é a contração da preposição a com o artigo definido a. Ora o artigo varia em género e número. Portanto neste caso depende se é à uma hora ou às duas ou ao meio-dia:

Saio daqui às duas horas da tarde [preposição a + artigo definido as].

Saio daqui ao meio-dia [preposição a + artigo definido o]

Do mesmo modo diríamos:

Encontro-me contigo às onze horas ou ao meio-dia ou à uma da tarde. É como preferires.

Pode não ser óbvio, mas nesta construção a indicação de horas exatas necessita de artigo, tal como em:

O relógio bateu as sete horas

Entre as dez da manhã e o meio dia

Agora se nos referirmos a um momento indeterminado durante o dia, naturalmente não podemos usar o artigo definido. Usamos novamente a preposição a com um pronome ou artigo indefinido:

Posso encontrar-me contigo a qualquer hora.

Posso encontrar-me contigo a uma hora qualquer.

  • O que você quis dizer é que o 'uma' em algum caso não seria artigo mas numeral. Bem difícil captar essa diferença em uma frase solta já que os artigos também podem contar (um e uns, umas e umas. a e as, o e os). – André Lyra Aug 4 '16 at 13:35
  • 2
    "Quer daqui a uma hora quer daqui à uma hora são gramaticais, mas têm significados diferentes." A diferença é que "daqui" é ligado a "a uma hora" num caso, e ao verbo "partir" no outro: Parto... daqui a uma hora. *Parto daqui... à uma hora". No primeiro caso, é uma expressão; no segundo, uma junção gratuita de palavras. – Luís Henrique Aug 4 '16 at 17:50
  • @Luís , É verdade. mas poderá vir daí a embirração do corretor ortográfico com o a uma. – Jacinto Aug 4 '16 at 17:57
  • 2
    @Jacinto É verdade. Em princípio, não confiemos nos corretores ortográficos. O meu pelo menos, me proíbe de usar vocativos; se escrevo "João, traga-me o processo", ele me adverte que não posso pôr vírgula entre sujeito e objeto. E quando escrevo a alguém de sobrenome "Lemos", sempre me diz que não, José Carlos não Lemos, José Carlos Leu. – Luís Henrique Aug 4 '16 at 18:01
  • @Luís Essas são de gritos. – Jacinto Aug 4 '16 at 18:13

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.