3

Já li várias vezes a expressão 'ficou-se-me (...)'. Quando é que se utiliza esta conjugação pronominal dupla? Eu não sei sequer qual o termo gramatical para uma expressão como essa, mas sempre tive curiosidade em saber em que situações pode justificar-se o seu uso, se existem algumas... Já agora, será que também se pode escrever 'se me ficou' naquelas situações em que há inversão do pronome?

Toda a ajuda seria bastante apreciada.

  • 2
    Tipo "ficou-se-me atravessado aquele homem"? – Jorge B. Aug 3 '16 at 23:10
  • 1
    @JorgeB. Pois também interpretei nesse sentido, mas fiquei na dúvida. Alguns exemplos de utilização ou referências seriam úteis. – Duarte Farrajota Ramos Aug 4 '16 at 0:19
  • Interessante pergunta, também gostaria de saber as complexidades gramaticais por trás dessa construção. Penso que essa utilização dos pronomes é algo informal ou um 'maneirismo' mais utilizado na fala do que na escrita. Parece-me que 'se me ficou' já têm um significado diferente 'Se me ficou mais barato? Isso já não sei – Duarte Farrajota Ramos Aug 4 '16 at 0:21
  • @JorgeB. Sim, precisamente... Não me lembrei de nenhum exemplo na altura em que escrevi a pergunta. – An old man in the sea. Aug 4 '16 at 9:10
3

Não há nada de especial em se-me, se-te, etc.; a combinação de se com outro clítico ocorre sempre que se verifiquem simultaneamente as condições para cada um dos clíticos surgir (apenas restrito pelo facto de algumas combinações de clíticos serem impossíveis, como se-se, ou marginais/dialetais, como se-o).

O clítico -se pode ser reflexo, recíproco, ergativo, inerente, apassivador, indeterminador ou apenas enfático, e da mesma forma o pronome dativo (me/te/lhe/nos/vos/lhes) pode ter a função de objeto indireto ou ser não argumental (dativo ético, etc.). Assim, a combinação dos dois acaba sendo relativamente comum (o CETEMPúblico tem 2673 entradas para [lema=".+\+se\+.+"]). Alguns exemplos:

par=ext10362-soc-94b-2: Os olhos enchem-se-lhe de lágrimas.
par=ext22184-opi-98b-1: Aplica-se-lhe prisão perpétua?
par=ext42294-clt-92b-1: Na verdade, Max Headroom escapou-se-lhes.
par=ext871530-pol-95b-2: Pediram-lhe autógrafos, falaram com ele, queixaram-se-lhe das baixas pensões e uma militante de mais idade confessou agarrar-se à fé para lhe garantir a vitória.

Em relação à segunda pergunta: sim, é possível encontrar se lhe se a construção em causa admitir a próclise:

par=ext30207-nd-95b-2: Na Constituição de 1989 não se lhe faz a mínima referência.
par=ext690456-clt-95a-2: Mais uma razão para que a voz se lhe não perca em becos sem futuro.

| improve this answer | |
  • 3
    Com o condicional é que fica mesmo a matar: aplicar-se-lhe-ia a prisão perpétua se a lei o permitisse. – Jacinto Aug 4 '16 at 7:55
  • Não leves a mal, mas para perceber a tua resposta, precisei de ter, ao lado, um dicionário... =D Obrigado pela tua resposta. ;) Já agora, o que são esses códigos/referências antes de cada exemplo? – An old man in the sea. Aug 4 '16 at 9:11
  • @Anoldmaninthesea. são o código da entrada no CETEMPúblico. Indicam o ano e a secção do jornal. – Artefacto Aug 5 '16 at 23:32
  • Desculpa-me pela minha ignorância, mas para que serve o CETEMPúblico? Tentei ler a página de apresentação, mas não consegui perceber em concreto para que serve esse projecto... calculo que alguém da área tenha maior facilidade. – An old man in the sea. Aug 6 '16 at 6:43
  • 1
    @Anoldmaninthesea. Vê por exemplo pt.wikipedia.org/wiki/Corpus_lingu%C3%ADstico – Artefacto Aug 8 '16 at 11:39

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.