5

Em particular, eu procuro uma palavra para um tipo de frase que eu emprego frequentemente em respostas a perguntas de etimologia:

A ocorrência de Thiago mais _________ que eu encontrei é de tal e tal ano na obra tal e tal.

Já considerei várias possibilidades, mas não me satisfazem completamente. Na frase acima eu posso dizer a ocorrência mais antiga, que é o que eu tenho feito. Mas mais antiga qualifica a ocorrência relativamente ao momento atual — a ocorrência com mais idade — e eu gostaria de um adjetivo que a qualificasse relativamente à origem da língua — a ocorrência que surge primeiro.

Em muitos contextos, eu poderia simplesmente dizer a primeira ocorrência. Mas não naquela frase. Eu não posso ter a presunção de ter encontrado a primeira ocorrência, e tenho de qualificar com que eu encontrei. Ora a primeira ocorrência que eu encontrei é em rigor a ocorrência que eu encontrei antes de ter encontrado as outras; não a que ocorre antes das outras.

Poderia talvez dizer a primeira ocorrência entre as que encontrei, mas parece-me que fica menos claro e imediato. Se não houver opção melhor, acho que me ficava pela ocorrência mais antiga.

A primeira ocorrência de que tenho conhecimento — em vez de que eu encontrei — parece-me que funciona, mas não transmite a ideia de que eu andei agora aturadamente à procura.

Um adjetivo correspondente, etimologicamente ou não, a cedo, resolvia-me os problemas todos. Em inglês, eu escreveria ali earliest (Oxford), mas não consegui encontrar nada em português que servisse. Existe alguma palavra?

Tal palavra poderia naturalmente ter outros usos. Exemplos:

Esta igreja é um exemplo _________ do barroco no Brasil [parafraseável em esta igreja é um dos primeiros exemplos do barroco no Brasil]

O novo achado arqueológico é o povoamento humano mais _________ descoberto até hoje no continente americano

  • 1
    "prematuro"? "precoce"? "primitivo"? Prefiro mesmo mais antigo. – Centaurus Jul 21 '16 at 1:11
  • Concordo com o @Centaurus. – Jorge B. Jul 21 '16 at 9:50
  • Isto parecem-me duas perguntas diferentes. O exemplo da igreja pede prematuro / precoce (antes do tempo habitual); é um antónimo de tardio. Mas a primeira frase e a última pedem antigo (recuado no tempo, independentemente da ideia de vir antes do tempo normal/habitual). Em inglês poderia usar-se early / earliest para os dois significados, mas isso é em inglês. – Artefacto Jul 21 '16 at 18:50
  • @Artefacto Eu quero que a frase da igreja tenha o mesmo significado que esta igreja é um dos primeiros exemplos, independentemente de ser precoce ou não. Começo a pensar é que antónimo de tardio não descreve o que eu pretendo: nos dicionários que vi, tardio vem apenas como 'depois do tempo normal' – Jacinto Jul 21 '16 at 19:15
  • 1
    @Centaurus Parece-me que prematuro e precoce ('vem, desenvolve-se antes do tempo normal ou apropriado) não servem para o que eu quero. Fiquei a pensar no primitivo... – Jacinto Jul 21 '16 at 20:09
2

"Precoce" seria a palavra indicada, embora tenha a conotação de algo que acontece antes do tempo "certo". Talvez "temprano" apesar do sabor arcaizante e de ser espanholismo (a forma propriamente portuguesa temporã(o) soa coloquial demais). Ou podes talvez usar "recuado/a": A ocorrência mais recuada que encontrei.

| improve this answer | |
  • Precoce significa simplesmente 'que se desenvolve antes do tempo normal'; isso não se aplica aos meu exemplos. Não encontrei temprano em dicionário nenhum. Tens exemplos de uso? Na verdade eu já usei temporão numa resposta qualquer (tou-me nas tintas para se é coloquial ou não), depois consultei o Aulete e fiquei com dúvidas. Parece-me que recuado não melhora relativamente a antigo. – Jacinto Jul 21 '16 at 20:06
  • Bom, talvez seja minha formação acadêmica, mas para mim o oposto de capitalismo tardio é capitalismo precoce. Mas concordo que não dá para aplicar em todas as situações. E o temprano talvez tenha a ver com o meu Rio Grande do Sul natal (em todo caso, nestes tempos em que estamos a importar tantas palavras inglesas, algumas delas bem desnecessárias, acho que a importação desta palavra castelhana não de todo inútil seria talvez um mal menor). – Luís Henrique Jul 21 '16 at 23:48
  • Eu compreendo capitalismo precoce, mas no uso que quero fazer (que espero que esteja claro na pergunta) não quero dar a ideia que a palavra ocorre antes do seu 'tempo normal'. Também não tenho objeções a importações do espanhol, mas não conheço o uso: tens exemplos de uso em situações do tipo dos meus exemplos? Por outro lado ainda não desisti do temporão: já o vi definido em dicionários antigos apenas como 'que vem antes dos outros', que é como eu me lembro (vagamente) de o ouvir empregar. – Jacinto Jul 22 '16 at 6:31
  • @Jacinto - "Temporão", pelo menos no Brasil, adquiriu um sentido paradoxal; diz-se "temporão" o filho mais novo, nascido com grande intervalo depois do penúltimo ("Não é o meu neto, é o meu filho temporão"). – Luís Henrique Jul 25 '16 at 12:38
  • A mim parece que estamos diante de um caso em que não há uso consagrado, e as alternativas existentes não transmitem a ideia precisa de que necessitamos. É caso portanto para neologismo ou importação, ou para a ressurreição de arcaísmos. Adiante, pois, e às favas os puristas e seus escrúpulos! Ressuscitemos o "temporão" ou importemos o "temprano", e o uso, se for o caso, consagrará a ousadia. (E, não, não tenho exemplo de uso de "temprano" na linguagem escrita; às vezes uso a palavra, coloquialmente, na comunicação oral, mas pode ser só o meu idioleto). – Luís Henrique Jul 25 '16 at 12:39

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.