4

Numa investigação policial ou jornalística, uma sting operation é uma operação ardilosa com o objetivo de aliciar um suspeito a revelar as suas atividades ilegais. Por exemplo, um agente faz-se passar por comprador de droga para expor um traficante; ou por recetador de objetos roubados para expor um ladrão; ou por criança num chat para expor um pedófilo.

Não conheço nenhum nome em português para estas operações. Encontrei no Google a tradução literal, operação ferrão, que só quem conheça o significado do original inglês compreenderá. E depois de eliminarmos falso positivos e repetições, ficamos apenas com dez ocorrências.

Já existe algum nome em português para estas operações? Como poderíamos exprimir a ideia numa expressão curta e compreensível? Aqui ficam dois exemplos de uso:

A polícia apanhou o traficante numa/num ________________.

Ministro pedófilo exposto numa/num ______________.

  • 1
    "operação com agente infiltrado"? Foi a única coisa que me veio à ideia. – Jorge B. Jun 27 '16 at 8:54
  • @Jactinto Boate!! ;) A polícia apanhou o traficante numa boate. e Ministro pedófilo exposto numa boate. – ANeves Jun 27 '16 at 9:54
  • @ANeves Boate?! Só conhecia boate = boite! Onde é que visto isso? – Jacinto Jun 27 '16 at 10:08
  • Sim, era boîte... :p – ANeves Jun 27 '16 at 10:14
  • 2
    operação de infiltração, agente infiltrado, no Brasil consta da LEI Nº 12.850, DE 2 DE AGOSTO DE 2013 – André Lyra Jun 27 '16 at 17:14
3

Encontrei os termos flagrante preparado ou flagrante provocado nesta discussão sobre a legalidade de ambos. Este tipo de flagrante é definido como:

Podemos dizer que existe flagrante preparado ou provocado quando o agente, policial ou terceiro, conhecido como provocador, induz o autor à prática do crime, viciando a sua vontade, e, logo em seguida, o prende em flagrante.

...

a ocorrência do crime só surge em razão da provocação daquele que pretende utilizar a prisão em flagrante.

É citado ainda o flagrante esperado, definida como:

Com relação ao flagrante esperado, pode-se entender sua ocorrência quando uma autoridade policial ou terceiro previamente informado acerca de um crime, trata de promover diligências a fim de prender o agente que poderá praticar o crime, sendo a prática da autoridade policial ou de terceiro apenas a espera da ocorrência do crime, sem qualquer provocação.

No caso que citaste na pergunta, de uma criança se expor em um chat a um pedófilo, creio que seria possível classificá-lo como um flagrante esperado, enquanto no outro caso, onde um agente policial se passa por um consumidor de drogas seria um flagrante preparado.

  • Como será que os flagrantes provocado/preparado e esperado se relacionam com o flagrante armado sugerido pelo bfavaretto? – Jacinto Sep 15 '16 at 23:24
  • 1
    @Jacinto acho que flagrante armado é mais informal e acaba sendo ambíguo entre esses dois sentidos. – bfavaretto Sep 16 '16 at 4:39
1

Abaixo listo algumas expressões que têm registro de uso no português brasileiro.

1. Operação policial

A expressão em si não carrega o sentido de ardil presente no inglês, mas muitas vezes isso está implícito no contexto ou explícito no corpo da reportagem. Como sempre há um certo sigilo em torno dessas operações, a expressão genérica cai bem.

2. Flagrante armado

Essa expressão aparece com alguma frequência na imprensa brasileira, quase sempre em torno da discussão da legalidade desse tipo de operação (segundo a lei brasileira, certas operações desse tipo acabam por anular a tipificação jurídica do crime que se queria punir).

3. Operação com agente infiltrado

Essa opção, já sugerida pelo @JorgeB e pelo @AndréLyra, é longa, mas bastante utilizada – quando há um agente infiltrado, e pelo que entendi a definição em inglês é mais ampla.

4. Tocaia

É mais popular, coloquial, mas ocorre na imprensa, principalmente em veículos regionais ou de estilo mais sensacionalista.

  • Mas tu acabas por não explicar as várias opções, nem quais são as mais adequadas. Tocaia não sei o que é. Parece-me que há operações com agentes infiltrados que não são sting e vice-versa (um agente que se faz passar por criança num chat é um agente infiltrado?). Creio que uma sting operation facilmente cai na ilegalidade em Portugal também (a polícia não pode estimular o crime), o que me parece mais uma indicação que é essa a melhor opção. – Jacinto Jul 7 '16 at 21:18
  • Tocaia ou campana é emboscada, quando a polícia se posta próxima a local por onde o suspeito terá de passar, para detê-lo; pode ou não envolver flagrante. – Luís Henrique Oct 10 '16 at 19:46

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.