10

O nome Tiago tornou-se popular em Portugal para aí há uns trinta anos. Entretanto tenho encontrado também a variante Thiago em brasileiros. E a minha primeira questão é acerca da origem deste h.

O meu nome já se escreveu Jacintho, no tempo em que se escrevia hypothese, hypotheca e pharmacia. Mas segundo julgo saber, o nome Tiago surgiu duma confusão: o homem era Santo Iago, e mais tarde o pessoal pensou que fosse São Tiago. Então donde veio o h de Thiago? Haveria também a variante Hiago?

Depois há a questão de quando é que estes nomes surgiram. Creio que Diogo é uma variante de Tiago e é um nome antigo. Sem me esforçar muito consigo pensar no Diogo Cão (Wikipédia) do século XV. Mas não me lembro de nenhum Tiago ou Thiago na história portuguesa ou brasileira.

Portanto a minha pergunta é: como se formaram e quando é que surgiram na língua portuguesa as variantes Tiago e Thiago?

  • 1
  • @JorgeB. Nem me tinha lembrado dos santos. Resta saber se a grafia antiga era Thiago, como Jacintho. – Jacinto Jun 27 '16 at 10:29
  • @JorgeB. qual é parte do artigo que devia olhar? Não estou a encontrar nada lá sobre a mudança de Iάκωβος/Iacobus para "Tiago". Neste outro artigo sim, e aqui também, mas com poucas fontes. – Dan Getz Jun 27 '16 at 13:31
  • @DanGetz o artigo era só para dar a ideia que já existe há milhares de anos. – Jorge B. Jun 27 '16 at 13:32
  • 1
    @JorgeB. mas precisamente isto que não encontrei lá, visto que o artigo fala sobre uma pessoa que não foi conhecido como "Tiago" no seu tempo, só depois—e este depois foi quando? – Dan Getz Jun 27 '16 at 13:53
7
+100

Ao que parece, segundo o Wikipédia e as fontes citadas lá, tens alguma razão, (ênfase minha)

Tiago é, na verdade, uma corruptela da outra versão portuguesa de Ya'acov que é Iago. O nome Tiago surgiu da aglutinação de dois elementos Santo e Iago que produziu Santiago. Por sua vez, ao se separar novamente a palavra Santo, surgiu uma corruptela que depois viria a se tornar o nome Tiago

Na verdade, é fácil de perceber que pela sonoridade de Santiago (São Tiago) parece que esta teoria tem lógica. Pelo que diz numa das fontes terá tido influência no espanhol.

Segundo este site espanhol a história corrobora-se,

Por un error de analogía (los nombres se transmitían de manera oral y eso daba lugar a errores) se interpretó Santiago como San+Tiago, en lugar de Sant+Iago que es como era en realidad.

Ou seja, por um erro de interpretação oral Sant Iago acabou por se transformar em «San Tiago» e «Sam Tiago» ou como conhecemos agora «São Tiago».


Já no caso de Thiago, e também segundo o Wikipédia, ao que parece é derivado de um erro de etimologia,

Thiago, derivada de uma falsa etimologia que atribuía sem qualquer fundamento o th de uma suposta origem grega iniciada com a letra θ.

Mas não consegui verificar a fonte desta última afirmação que pela indicação estará neste livro.

Por curiosidade:

La evolución completa sería algo así: Iago> Sant Iago> Santiago> Tiago y en castellano, finalmente, Diago/Diego.


Quanto ao surgimento, a primeira referência que encontrei de «Tiago» no google books foi de 1600, Historia da vida do padre Francisco de Xavier:

Já no CIPM - Corpus encontrei uma referência bem mais antiga do século XIV, na «Narrativa de livro de linhagens» em que encontramos a expressão «Sam Tiago». Encontrei também referências do século XIV tanto de Diego como de Diogo e Diago, sendo que este último só em texto em Espanhol ou a falar de alguém Espanhol. Até ao que se pode apurar todos eles já existiam neste século.

No caso de «Thiago» encontrei um livro de 1679 que pode, ou não, querer dizer alguma coisa, pelo menos quer dizer que esta variante já existia nessa altura. Encontrei também uma referência de «Thiago» de 1888 no livro «Cartas a Emília» de Ramalho Ortigao no Corpus do Português. No Google encontrei também em 1870 «História do Teatro Português» de Teófilo Braga onde usa e abusa de «Thiago». Estas referências todas quererão dizer que já se usava Thiago nessa altura. Há, inclusive, mais de 20 autores que usam esta forma com «h» incluindo a Academia de Ciências de Lisboa e até mesmo Bocage. O curioso é que acontece exatamente o mesmo relativamente a «Tiago».

É de notar que tanto «Tiago» como «Thiago», nestas fontes acima citadas, aparecem sempre como referência a «São Tiago», pelo menos até ao inicio do século XX.

Por volta do inicio do século XX «Tiago» e «Thiago» para além do nome do Santo também começaram a ser usados como nome próprio. Em 1930, no Brasil, «Tiago» tinha uma frequência de cerca de 279 pessoas e «Thiago» 109, mas na década de 1980 ambos tiveram uma subida exponencial de utilização como podem ver nos gráficos:

Já em Portugal aconteceu a mesma explosão do nome «Tiago» mas nenhuma ocorrência de «Thiago».

  • 1
    És capaz de encontrar material mais antigo no Corpo Informatizado do Português Medieval; registo obrigatório mas gratuito. E tens também o Corpus do Português. – Jacinto Jan 11 '17 at 22:58
  • Não viste bem o Diago. No CIPM há vários textos em galaico-português (creio que todos são) que mencionam Diago. Há um Diago Lopiz, tenente de Lamego (chancelaria do rei Afonso III de Portugal, 1278); e um Diago Diaz mencionado em 1296 num documento de Pinhel. – Jacinto Feb 7 '17 at 19:07

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.