6

Tenho vários amigos brasileiros, e muitas vezes, quando trocamos sms, é usual virem escritas palavras que me fazem duvidar da sua correção gramatical. Por exemplo, numa última mensagem, uma amiga perguntou-me « ficasse com quanto?» em vez de «ficaste com quanto?», numa outra vez, outro amigo perguntou-me «fizesse [uma actividade]?» em vez de «fizeste [uma actividade]?».

A minha dúvida é se estas palavras realmente existem, ou se são apenas coloquialmente aceites quando já há alguma confiança entre as pessoas?

Obrigado

12
  • 1
    Não queres dar mais contexto? Ficasse e fizesse existem: são pretérito imperfeito do conjuntivo/subjuntivo. Exemplos: tu dizes, «e se ele ficasse com €500?»; o teu amigo responde «quê?! ficasse com quanto?»; «e se eu fizesse uma feijoada para o almoço?» Agora só pelo que tu descreves, não dá para ver se era o conjuntivo que ele deveria usar. «Ermão» não vem nos dicionários. Talvez seja um modificação enfática do tipo de granda (maluco, etc.) e muita bom dos portugueses. – Jacinto Jun 26 '16 at 10:14
  • @Jacinto já adicionei mais informação. ;) – An old man in the sea. Jun 26 '16 at 10:28
  • Obrigado, agora já está claro. Eu acho é que isto deveria ser duas perguntas separadas, uma para as conjugações, outra par o ermão. São dois assuntos completamente diferentes. E eu faria títulos mais explícitos, por exemplo: substituição do perfeito do indicativo pelo imperfeito do subjuntivo (e.g. 'ficasse' em vez de 'ficaste'); Uso de 'ermão' em vez de 'irmão'. Uma pessoa que daqui a uns meses tenham a mesma dúvida terá mais facilidade em encontrar as tuas perguntas se os títulos forem mais explícitos. – Jacinto Jun 26 '16 at 10:51
  • 1
    @Jacinto Segui a tua sugestão, e separei as questões. – An old man in the sea. Jun 26 '16 at 12:13
  • Isso tudo parece erro tipografico de sms. Nada mais. Não creio que haja nenhuma substituição de verbos, nem nada disso. E que brasileiros são estes? São do norte do Brazil? Ou do Sul? Nemhum brasileiro falam assim. – Lambie Jun 26 '16 at 17:09
3

Não sei afirmar se essas grafias estão corretas, mas elas são muito comuns em partes do Brasil.

Sou brasileiro de Santa Catarina, no Sul do país, e é extremamente raro, no dia a dia, ouvir (ler) alguém falando (escrevendo), por exemplo: "Tu ficaste com quantos reais após o pagamento?" ou "Tu fizeste aquele trabalho da faculdade?", sendo esse uso mais reservado à escritas formais.

Em contrapartida, é muito mais comum ouvir (ler): "Tu ficasse com quantos reais após o pagamento?" e "Tu fizesse aquele trabalho da faculdade?" (no dia a dia, informalmente). Inclusive é bastante comum o uso de "tu ficou" e "tu fez", como por exemplo nas frases: "Tu ficou com quantos reais após o pagamento?" e "Tu fez aquele trabalho da faculdade?".

Sendo assim, como bem indicou @Jacinto, essa seria uma forma informal corrente do pretérito imperfeito em Santa Catarina (e possivelmente Rio Grande do Sul), utilizada somente na segunda pessoa do singular do pretérito perfeito. Não é uma substituição geral de todos os st por ss (e.g., haste é haste, e não hasse).

Digo isso principalmente sobre os dois estados mais ao sul do país (SC e RS), onde utilizamos muito mais o "tu" do que o "você". Já nos demais estados existe a predominância do uso do "você", então acredito que os exemplos que dei seriam mais raros, sendo mais comum ouvir (ler) frases como "você ficou com quanto?" e "você fez uma atividade?".

19
  • 1
    Claro, poderia se ficasse ou fizesse mas não como resposta a: //numa última mensagem, uma amiga perguntou-me « ficasse com quanto?// Teria de ser: (você) ficou com quanto ou (tu) ficaste com quanto. NUNCA se diria: ficasse ou fizesse NESTE contexto. – Lambie Jun 28 '16 at 19:27
  • 1
    Se você não sabe se essas grafias estejam corretas, é impossível responder.....Nenhum brasileiro vai dizer: ficasse com quanto. Tem que ser: ficou ou ficaste. Ficou com quanto ou ficaste com quanto. – Lambie Jun 28 '16 at 19:32
  • 2
    João, eu fiquei a pensar que havia aqui um mal-entendido qualquer. Mas descobri isto. Só para esclarecer, tu dizes eu fiquei, tu ficasse, ele ficou? Talvez pudesses acrescentar alguns exemplos de frases completas à tua resposta. – Jacinto Jun 28 '16 at 23:51
  • 1
    @Anoldmaninthesea , o Brasil é um país grande como o caraças. E mesmo em Portugal, sabes que na zona de Campo Maior se diz vou a jantar em vez de vou jantar, e que nos Açores há quem diga dia, diam em vez de ia, iam? Agora o que é curioso, e que os teus amigos que escrevem isso nem são do sul... – Jacinto Jun 29 '16 at 12:24
  • 3
    Outra coisa, eu acho que isto não é uma questão de correto/incorreto: é mais um regionalismo que se desvia da norma padrão. – Jacinto Jul 7 '16 at 18:44
1

Ficasse: Entendo que neste caso a pessoa apenas repete a pergunta.

"Eu ganhei um dinheiro para dividir entre nós, e se você ficasse com 10 conto?"

A pessoa querendo confirmar o valor diria: "Ficasse com quanto?"

Para Fizesse a mesma coisa: "E se ele fizesse 10 horas de tais exercícios?" Respondendo com outra pergunta "Fizesse o quê?".

1
  • Isto foi o que a pergunta original me levou a pensar. Vê o meu comentário à pergunta. Mas entretanto o autor já clarificou que ficasse foi usado no lugar de ficaste, e fizesse no lugar de fizeste. – Jacinto Jul 1 '16 at 21:00
1

Eu diria que "ficasse" como pretérito do indicativo é sempre inaceitável, mesmo coloquialmente. O correto é "ficaste", ou melhor ainda, já que o contexto certamente é o uso de "você" como segunda pessoa, "ficou".

"Ficasse" é imperfeito do subjuntivo, e somente imperfeito do subjuntivo.

Não é como "tu ficou" ou "você pegou, então está contigo", que são coloquialismos, inaceitáveis na linguagem formal, porém perfeitamente aceitáveis (e às vezes até obrigatórios) no coloquial.

1

Em alguns estados do Norte e Nordeste ( Pará, Paraíba, por exemplo) usa-se a 2ª pessoa do imperfeito do subjuntivo em lugar do pretérito perfeito do indicativo , em contextos informais. Ex. Piorasse, foi? Tu não eras assim! / Foi uma muvuca danada quando o marido chegou! Kkkk entendesse?!! Ficasse satisfeito com a explicação?

1
  • MUITO interessante. A primeira resposta que explica algo bem. Se vive um dia mais, se aprende um poco mais. – Lambie Apr 20 at 19:16

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.