4

Esta pergunta sobre o risco de vida e risco de morte deixou-me a pensar sobre as expressões correr risco e correr perigo. O Aulete traz o significado relevante de correr:

7. Estar exposto a (perigo ou risco) [td. : O telhado, malconservado, corre o risco de desabar.]

Donde vem este uso de correr? O uso parece-me idiomático: não vejo relação entre ele e os significados comuns de correr. É curioso que no inglês se usa a expressão equivalente run the risk; run the danger também se encontra, mas é muito menos comum (ver esta pergunta no ELU). Risk e risco vem ambos do italiano via francês (Houaiss e Merriam-Webster). Será que o correr de correr risco já vem também do francês ou italiano?

Portanto a pergunta é: quando é que aparecem as expressões correr risco e correr perigo, e donde vem esse uso de correr?

4

Caveat emptor: não sou etimologista nem lingusta, só um curioso.

Eu tenho uma teoria.

A expressão correr risco existe em todas as linguas latinas que conheço: Corre el riesgo (ES), correre il rischio (IT) e courir le risque (FR) e isso me fez pensar que seu uso tem alguma origem comum, provavelmente no latim. Acontece que se procurarmos por currere periculum, que é o verbo latino para correr, não se encontra a expressão em nenhuma referência on-line. Isso me fez pensar que talvez seja alguma distorção que, com o tempo, se transformou em "correr".

Em PIE há a raiz *ḱers-, que quer dizer correr. Em proto-itálico virou *korzo até que chegou ao latim curro (inf. currere). No latim a palavra foi eventualmente prefixada com in, virando incurro que, assim como em português, significa "ir/correr ao encontro ao". Dessa maneira não é difícil ver uma relação muito próxima (quase cognática) de correr com incorrer.

Agora sim, buscando por livros latinos mais antigos, as expressões incurro (primeira pessoa) / incurrere (infinitivo) periculum são encontradas com alguma frequencia.

Com tudo isso em vista, eu chutaria que houve um intercâmbio no uso da palavra correr com o sentido de incorrer, de modo que o "ir de encontro ao risco" do latim virou "correr (ao) risco" nas linguas latinas.

Mas atenção: Como usei o Google Books para procurar e só vi livros de 1600 e 1700, posso estar correndo o risco (há!) de ter como fonte livros que foram traduzidos ipsi litteris de linguas latinas para o latim. Há que se pesquisar livros mais antigos para validar essa minha teoria.

Já para o inglês eu acredito que é somente uma apropriação do francês. Pode-se ver no Ngram que a expressão run the risk só aparece com mais força em meados do Século XVIII, uma época onde a influência francesa era muito forte. A mesma pesquisa para o francês mostra que essa expressão já era usada pelo menos uns 100 anos antes.

| improve this answer | |
  • Acho que acertaste na muche com a origem comum. Mas as várias fontes que consultei dizem que a origem de risco e cognatos é o italiano, não diretamente o latim. Vê este site francês muito completo. Será que correr o risco veio também do italiano? Conseguiste apurar quando é que se começou a usar correr risco e correr perigo em português? – Jacinto May 26 '16 at 10:17

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.