14

Com a nova regra do acordo ortográfico algumas palavras perderam o hífen (-), não sei se é o caso de ar-condicionado. Não sei se a palavra passa a ser:

  • ar condicionado;
  • ou arcondicionado;
  • ou se se mantém como ar-condicionado.

Meu corretor ortográfico acusa como sendo ar-condicionado a versão correta, mas muitas palavras antes do acordo ainda são aceitas.

Todavia pesquisei e não encontrei, alguns dizem que o plural correto é ares condicionados (soa estranho) e outros dizem que é ar-condicionados (o que não sei se é valido na nova regra do acordo).

Qual seria a maneira correta, tanto no plural quanto no singular?

12

No Brasil, antes do Acordo Ortográfico, ar condicionado era ar, e ar-condicionado era o aparelho. Os plurais eram ares condicionados para o ar (nada de especial aqui; simplesmente pluralizas o substantivo e o adjetivo) e ares-condicionados para o aparelho.

Depois do Acordo Ortográfico, temos um problema. Ar-condicionado não consta do Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa (VOC), que deve integrar os vocabulários ortográficos de todos os países de língua portuguesa de acordo com a nova grafia. Isto sugere que mesmo o aparelho passou a ser ar condicionado. Por outro lado ar-condicionado e ares-condicionados aparecem ainda no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras, que diz reger-se pelo Acordo Ortográfico (mandei-lhes um mail pedir esclarecimentos). Já o Portal da Língua Portuguesa baseado em Portugal não inclui ar-condicionado. Podemos é excluir com segurança a possibilidade arcondicionado. Esta forma não aparece nem no VOLP nem no VOC, e não faz sentido à luz do Acordo (Base XV, observação ao ponto 1 ― palavras compostas com hífen):

Obs.: Certos compostos, em relação aos quais se perdeu, em certa medida, a noção de composição, grafam-se aglutinadamente: girassol, madressilva, mandachuva, pontapé, paraquedas, paraquedista, etc.

Ora nós temos clara noção que o nome é composto de duas palavras, ar e condicionado, logo a aglutinação não faria qualquer sentido.

Entretanto a divergência observa-se também entre dicionários brasileiros e portugueses. No Aulete vem ar-condicionado para o aparelho e ar condicionado para ar. O Michaelis tem apenas ar condicionado, e só para ar. O Priberam indica para o aparelho ar-condicionado como brasileirismo, e ar condicionado sem qualquer restrição. A questão é que não vejo qualquer razão para haver uma grafia no Brasil e outra em Portugal. Facto-fato, recepção-receção compreendem-se porque correspondem a pronúncias diferentes em Portugal e Brasil, mas na questão do hífen isso não acontece. Esperemos pela resposta da ABL.

O plural ares condicionados também me soa estranho, mas é o que é, com ou sem hífen. É claro que, como tudo, é uma questão de hábito, e em contexto nem soa assim tão mal: vê aqui e aqui. Mas podes sempre dizer aparelhos de ar condicionado. É o que faz a Wikipédia, que observa apenas à laia de nota que “ar condicionado” (sem hífen) é usado por extensão para referir o aparelho.

14
  • Não me parece que isso esteja atualizado para o acordo. Em voc.cplp.org já não aparece ar-condicionado, que de facto parece impossível à luz dos termos do acordo.
    – Artefacto
    Apr 28 '16 at 17:09
  • @Artefacto Lá aparece «conforme descrito no Acordo Ortográfico», e tem delinquente e linguístico sem trema.
    – Jacinto
    Apr 28 '16 at 17:18
  • Talvez não esteja atualizado? Em todo o caso, a wikipedia cita um artigo do DN ao dizer «Nenhum desses vocabulários ortográficos (da Academia Brasileira de Letras, da Academia das Ciências de Lisboa, do ILTEC português, etc.) tem, porém, caráter oficial. O Acordo Ortográfico de 1990, que já tem força de lei em Portugal e no Brasil, determina a publicação de um Vocabulário Ortográfico Comum, que será o vocabulário oficial da língua portuguesa, válido para todos os países que têm o português como língua oficial, tão logo seja concluído.»
    – Artefacto
    Apr 28 '16 at 17:26
  • 1
    Ah e quanto à regra, estava a confundir com a regra dos prefixos. O acordo parece ter regras para usar hífen vs aglutinar, mas não para usar hífen vs. não usar.
    – Artefacto
    Apr 28 '16 at 17:28
  • @Artefacto Tive a ler o acordo: «Emprega-se o hífen nas palavras compostas por justaposição que não contêm formas de ligação e cujos elementos, de natureza nominal, adjetival, numeral ou verbal, constituem uma unidade sintagmática e semântica e mantêm acento próprio» fonte. Ora, parece-me que temos que distinguir o aparelho, em que ar(-)condicionado forma uma unidade semântica (o aparelho não é nenhum tipo de ar), do próprio ar que foi condicionado.
    – Jacinto
    Apr 28 '16 at 17:33
4

Em toda a minha vida - e lá se vão várias décadas - nunca me deparei com uma situação onde precisasse usar o substantivo "ar-condicionado" no plural. E também nunca ouvi. Embora as respostas acima citem "ares-condicionados" como o plural, não consigo imaginar uma situação onde essa palavra seja usada e soe natural. Quando estamos em um revendedor e vemos vários aparelhos, referimo-nos a eles como "aqueles aparelhos de ar-condicionado". Tão simples! Durante os dias incrivelmente quentes que tivemos no verão passado eu comentei várias vezes que "lá em casa o ar condicionado está ligado o tempo todo. E são quatro aparelhos". Ninguém por estas bandas diria "aqueles ares-condicionados", "os ares-condicionados da minha casa", ou "temos dois ares-condicionados na minha sala". Quando queremos nos referir a um ambiente refrigerado dizemos: "o ar condicionado aqui está muito bom" e, havendo mais de um ambiente "o ar-condicionado daqui e o do terceiro andar estão muito bons" ou "a refrigeração está muito boa".

3
  • Fizeste-me pensar agora, se levares à letra, vais perceber que não tem grande lógica ares condicionados.
    – Jorge B.
    Apr 28 '16 at 21:02
  • 2
    Não consegues imaginar? Por telefone: Ah, e já vieram instalar os 5 ares-condicionados novos que comprámos para o *hall* de entrada? No Brasil diriam «os 5 aparelhos de ar-condicionado»? Em Portugal, acho que não, que se usaria a versão mais curta. (Sendo que «aparelhos» não seria usado, por ser ambíguo.)
    – ANeves
    Apr 29 '16 at 10:02
  • 2
    Não é ambíguo. A máquina de gelar o ar é um aparelho de ar-condicionado. Fala-se apenas ar-condicionado pois é subentendido. Apr 29 '16 at 16:00
3

Pelos dicionários Aulete e Priberam, ar-condicionado e o plural ares-condicionados no Brasil. Creio que em Portugal seria ar condicionado e ares condicionados.

No Aulete:

ar-condicionado
(ar-con.di.ci:o.na.do)
sm.
1. Tec. Aparelho que se destina a regular a temperatura e a umidade de ambientes fechados.
[Pl.: ares-condicionados.]
Fonte:http://www.aulete.com.br/ar-condicionado. Acesso em: 28 abr. 2016.

Já no dicionário Priberam encontrei duas formas: ar condicionado e ar-condicionado.

ar condicionado
Aparelho ou sistema que regula o aquecimento ou a refrigeração de um ambiente.
ar·-con·di·ci·o·na·do
substantivo masculino
[Brasil] O mesmo que ar condicionado.
Plural: ares-condicionados.
Fonte:https://www.priberam.pt/DLPO/ar-condicionado. Acesso em: 28 abr. 2016.

0

Em Portugal não há lugar a usar o plural pelo que «ar condicionado» não refere ao aparelho mas sim à qualidade do ar: aquele ar cuja temperatura é controlada através de aparelho próprio chamado «aparelho de ar condicionado» ou «condicionador de ar».

Fonte: Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Academia das Ciências de Lisboa, Editorial Verbo, 2001), I Volume, página 318 «ar».

Diz-se «ar condicionado» para referir ao aparelho quando não existe ambiguidade («ligar o [aparelho de] ar condicionado»), mas a omissão não poderia ser feita no plural porque faria incidir o número numa substância (o ar) não contável.

Se uma forma sintética for mais conveniente que «aparelhos de ar condicionado», pode-se usar «climatizadores».

1
  • 1
    landric, bem-vindo ao site. Os dicionários são melhores a mostrar o que existe do que aquilo que não existe. O dicionário da Academia não define ar condicionado como aparelho (mas usa o conceito no exemplo, "instalação de ar condicionado", é o aparelho, não instalas ar), mas o da Porto Editora e o Priberam definem; nenhum deles diz que não existe plural, e encontras o plural em uso, referindo-se ao aparelho.
    – Jacinto
    Feb 1 at 8:47

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.