2

Em um email encaminhado a um grupo de pessoas, por exemplo, que iniciasse com "Prezados,"), quais das opções abaixo seria a correta:

  1. Prezados, favor solicitarem a alteração.

    solicitar flexionando com "Prezados".

  2. Prezados, favor solicitar a alteração.

    sugerindo a ação "favor solicitar" a cada receptor individualmente.

  • @bfavaretto Estas frases são estruturalmente diferentes das dessas perguntas. Parecem-me elipses de "É favor [vocês solicitarem a aliteração]" ou "É favor [solicitar a alteração]", portanto com a oração entre parênteses retos as servir de sujeito da oração matriz. – Artefacto Apr 15 '16 at 19:28
  • É verdade @Artefacto, vou retirar meu voto de fechamento. – bfavaretto Apr 15 '16 at 19:35
1

Estão ambas corretas.

Em primeiro lugar, favor solicitar a alteração é equivalente a é favor solicitar a alteração. Solicitar a alteração é aqui um sujeito oracional infinitivo de um predicador nominal (favor). A Gramática do Português da Gulbenkian (pág. 1926) dá os seguintes exemplos para este tipo de frases (a itálico está a oração infinitiva):

a. É um sacrifício os pais falarem com os filhos.
b. É um privilégio (nós) falarmos contigo.
c. É uma alegria para mim (tu) teres visitado a minha filha.
d. É um sacrifício para nós falarmos contigo.
e. É um sacrifício para nós falar contigo.
f. É um sacrifício falar contigo.

Como se pode ver, quer o infinitivo flexionado, quer o simples podem ocorrer. A diferença entre as duas formas é apenas a interpretação do sujeito na oração infinitiva. Com o infinitivo flexionado, a referência é livre:

É favor (tu) solicitares / ele solicitar / (vós) solicitardes / eles solicitarem a alteração.

Só não é possível eu solicitar e nós solicitarmos — seria estranho fazermos um pedido a nós mesmos, cf. esta resposta do Ciberdúvidas.

Em relação ao infinitivo simples, o sujeito implícito da oração infinitiva (que não pode ser realizado) não pode nunca ser o beneficiário do favor pela mesma razão — mesmo que digamos é um favor para nós, tal como em e., onde o sujeito da infinitiva é correferente com nós. O sujeito poderá então ter uma valor indefinido (aproximadamente igual a é favor solicitar-se a alteração) ou referir-se ao interlocutor (é favor você solicitar/tu solicitares a alteração).

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.