9

Podemos observar que a maioria das pessoas(inclusive escritores e especialistas na língua portuguesa) utilizam vírgula antes de 'etc'. Ora, se 'etc' etimologicamente é a abreviação de "et coetera" e significa: "e outras coisas", "e as coisas restantes", "e o resto". A vírgula não seria desnecessária?

Exemplos:

Ele gosta de esportes com bola: futebol, vólei, basquete, etc

ou

Ele gosta de esportes com bola: futebol, vólei, basquete etc

Devemos ou não utilizar vírgula antes de 'etc'?

Referência: ALMEIDA, Nilson Teixeira de. Gramática da Língua Portuguesa. 9 ed. São Paulo: Saraiva, 2009

  • Tu não utilizarias vírgula antes do último elemento de uma enumeração? Eu utilizaria... será contágio cultural da língua inglesa? – ANeves Feb 10 '16 at 9:40
  • Virgula antes da conjunção e em uma enumeração é construção usual em inglês, é conhecida como Oxford Comma e visa eliminar a possibilidade interpretação dos últimos dois elementos da enumeração como aposto do antepenúltimo elemento. Contudo, seu uso não é incontroverso mesmo entre os anglófonos. – Marcelo Ventura May 21 '16 at 15:57
2

Não encontrei nada que definitivamente obrigue a preceder o etc. de vírgula, mas a grande maioria dos escritores e gramáticos é assim que escrevem. Vejam por exemplo Pontuação do etc. do Prof. Cláudio Moreno. A justificação da vírgula vem de a generalidade dos falantes do português, tal como os de outras línguas, mesmo os que sabem que etc. é abreviatura de et cetera, entenderem etc. com uma palavra só, e o et como a primeira sílaba dessa palavra e não como uma palavra autónoma equivalente ao nosso e.

Aliás, se nós ficássemos presos à origem da expressão, não poderíamos dizer coisas como, «o Pedro, o João, a Maria, etc.» porque cetera significa outras coisas, não outras pessoas. E há quem defenda isto mesmo, que não se use etc. para listas de pessoas. O gramático brasileiro Celso Pedro Luft observou ironicamente que, se quiséssemos ser mesmo fieis à origem da expressão, não a poderíamos usar para nada, porque cetera é neutro, e nós só temos substantivos femininos e masculinos. (Seria tão incorreto como dizer, «o João, o Pedro e outras».)

A quem queira omitir a vírgula eu recomendo o seguinte teste de coerência. Escrevo abaixo duas frases deliberadamente sem qualquer pontuação. Como é que as leem?

(a) Podes trazer o cão o gato o canário e os outros

(b) Podes trazer o cão o gato o canário etc.

Agora vejam como é que entoam as frases, nomeadamente onde é que fazem pausas. Eu vou dizer o que é que eu faço. Em (a) faço pausa só a seguir a cão e a gato; em (b) faço também a seguir a canário. Se não fizesse pausa entre canário e etc., pareceria que estava a falar do canário etecétera, isto é, um canário chamado etcetera. Como eu não pontuo de acordo com regras arbitrárias, antes indico com pontuação na escrita as pausas da fala, escrevo:

Podes trazer o cão, o gato, o canário e os outros.

Podes trazer o cão, o gato, o canário, etc.

Portanto eu recomendo que, por coerência, escreva «canário etc.» quem pronuncie canário et cetera sem pausas (como pronunciariam canário e outros) tomando conscientemente e pronunciando o et como equivalente a e; e escreva «canário, etc.» quem fizer a pausa entre canário e etc.

Em trabalhos académicos é comum abreviar listas longas de coautores, como «Alves, Bastos e Costa» para «Alves et al.» Et al. é abreviação do latim et alii, que significa e outros. Aqui ninguém escreve vírgula, e coerentemente toda a gente pronuncia «Alves et al. sem pausas, tal como pronunciaria «Alves e outros».

  • 1
    Essa da pausa não me convenceu. Parece-me que em a) há tanto uma pausa a seguir a o gato como antes de e os outros. – Artefacto Feb 10 '16 at 17:14
  • @Pois eu não faço pausa, e acho que as pessoas normalmente não fazem. Parece-me até que que canário e os outros é praticamente pronunciado como canários outros. – Jacinto Feb 10 '16 at 19:52
  • Com dois elementos não há pausa, com uma enumeração de 3 ou mais, há. Pelo menos é essa a minha sensibilidade. Mas hei de ficar atento. – Artefacto Feb 11 '16 at 11:53
3

O termo 'etc' é a abreviação da ideia de continuidade, por exemplo, "e outras coisas". Observe que o conectivo 'e' já está embutido no sentido de 'etc', o que nos isenta de fazer uso do mesmo em uma sentença.

Gramáticos condenam o uso de vírgula devida presença implícita do 'e', no entanto, ela tornou-se facultativa, pois o termo 'etc', com o tempo, passou a representar um termo enumerativo.

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.