2

Soube que significa "alguém de classe social menos privilegiada, que ficou rico" mas não consigo entender porque "pito" e porque "canhoto".

PS Após ter postado a pergunta descobri que é uma expressão cabo-verdiana e não portuguesa conforme havia pensado. Como isso não invalida a questão, deixo postada para o caso de alguém saber a resposta.

3
  • Soubeste como? Não conheço essa expressão. Usa-se no Brasil?
    – Jacinto
    Dec 12, 2015 at 13:09
  • @Jacinto Engano meu. Pensei que fosse uma expressão portuguesa mas é cabo verdiana. Talvez alguem nativo das ilhas saiba explicar.
    – Centaurus
    Dec 12, 2015 at 20:03
  • A tua fonte de informação parece não ser muito fiável. "Pito que nunca viu canhoto" não significa "alguém de classe social menos privilegiada que ficou rico."
    – Jacinto
    Dec 15, 2015 at 19:18

1 Answer 1

4

A expressão é cabo-verdiana, como já sabemos. Canhoto é em Cabo Verde um cachimbo: tem origem no português canudo, via crioulo guineense. As minhas fontes cabo-verdianas informam-me que pito é a parte amovível do cachimbo que vai à boca. Quando se sabe, até é fácil encontrar:

Nós dois muito camaradas, nhô Chic’Ana dentando o pito do cachimbo (Escritor cabo-verdiano Baltazar Lopes, Chiquinho, 1947.)

Ora estar como pito que nunca viu canhoto é estar excitadíssimo, deslumbrado, fascinado com uma novidade qualquer, como se vê nos exemplos abaixo. A expressão aprece com frequência na obra do escritor cabo-verdiano Germano Almeida:

(…) perfume que parece desprender-se de Júlia (…) é assim que parece a nhô Pepe que continua respirando-a extasiado, abrindo com despudor as narinas em direção a ela sem esconder quanto a essência que respira o excita física e mentalmente.
Júlia acabou por rir desse espalhafato num homem aparentemente tão sério, Bocê está como pito que nunca viu canhoto, disse (Germano Almeida, Do Monte Cara Vê-se o Mundo, 2014)

Neste outro romance, o Sr. Napumocemo, depois de uma vida a trabalhar, viaja pelo mundo, fica fascinado com maravilhas da técnica, como gravadores de mensagens, e volta a Cabo Verde:

(…) Carlos disse a Maria da Graça ter assistido de sorriso irónico a toda essa mudança no caráter do Sr. Napumocemo e acompanhado a instalação de todas essas bardamerdices. Nessa febre técnica [o Sr. Napumocemo] parecia um maluco fugido do manicómio, pito que nunca viu canhoto (Germano Almeida, O Testamento do Sr. Napumocemo da Silva Araújo, 1991)

Outros exemplos:

Aqui o que está em jogo é a descaracterização do centro histórico do Mindelo que está sempre no altar dos sacrifícios. É mais uma bomba nessa cidade. E como sempre os mindelenses conformam-se muito depressa e é por isso é que apanham sempre tareia. Ficaram todos maravilhados com o prédio que nada tem a ver com o espaço. É “pito que nunca viu canhoto” está dito. (Éden Park: o renascer da Fénix)

Tanta euforia de um lado e do outro, embora por motivos diversos, traz-me à lembrança aquela frase: "pito que nunca viu canhoto". Tenham calma. (Café Margoso)

1
  • Acho que temos um ditado semelhante em ptBR mas não consigo lembrar.
    – Centaurus
    Dec 15, 2015 at 23:42

Your Answer

By clicking “Post Your Answer”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Not the answer you're looking for? Browse other questions tagged or ask your own question.